Rezemos pelo Equador!

closeAtenção, este artigo foi publicado 9 anos 3 dias atrás.

Últimas notícias:

– O presidente Rafael Correa agora resolveu se meter de vez nos assuntos eclesiásticos, e pediu para que os jovens… não se deixassem catequizar!

Esta vez chamou os jovens equatorianos a não deixar-se catequizar por quem quer deixar o país “nas trevas”, em alusão à campanha dos bispos nacionais por um voto responsável no próximo referendum sobre o polêmico projeto de nova Constituição Política.

Onde estão os defensores do Estado Laico, agora, para dizerem que o presidente não pode cometer tamanha ingerência em assuntos que não lhe competem? Acaso é lícito agora fazer propaganda anti-religiosa estatal?

– A Conferência Episcopal do Equador esteve reunida ontem à tarde para produzir um documento acerca do projeto de Constituição. Podemos esperar coisas boas e atitudes firmes dos sucessores dos Apóstolos, a julgar pelo que já se pode encontrar no site da Conferência:

Marcamos aquí esquemáticamente las razones de nuestro desacuerdo con el texto constitucional (…):

1. La persona humana existe antes que el Estado. (…) Descubrimos que el estatismo parece ser un hilo conductor de la nueva Constitución.

[…]

2. No se reconoce claramente el derecho a la vida desde la concepción. Sin mencionar el término “aborto”, el proyecto constitucional deja la puerta abierta a la supresión de la nueva creatura en el seno de la madre.

[…]

3. Se atenta en contra de la familia como célula fundamental de la sociedad y del bien común. (…) De ahí se pasa a equiparar a la familia la unión de personas del mismo sexo.

[…]

4. En la educación es más patente aún el estatismo. El derecho de los progenitores y el reconocimiento de la libertad de enseñanza vienen contradichos cuando el Estado se arroga el derecho de determinar lo que se tiene que enseñar y lo que se tiene que ignorar. (…) [N]o hay ninguna garantía de futuro, cuando el Estado adquiere la facultad de regulación y control de todos los aspectos de la educación.

Rezemos para que não tenhamos mais sacrilégios.

– Pelo que saiu n’O GLOBO, a campanha para o plebiscito – que ocorrerá no dia 28 de setembro – começou ontem, quinta-feira. Disse o Ministro da Política que

o governo não utilizará a estrutura pública e nem recursos estatais para fazer campanha, o que é uma das acusações da oposição.

Oras, e a notícia logo acima, do presidente falando aos jovens para não darem ouvidos aos bispos, é o quê?! Haja cara de pau!

As pesquisas de opinião – feitas por uma empresa vinculada ao governo – mostram vitória do projeto com 49% dos votos, ficando 27% para o “não” e outros 27% entre brancos e nulos. Somando tudo, chegamos ao total de 103% dos votantes, como é lógico. Os números estão todos lá n’O Globo. Exceto a soma, que eles devem ter esquecido de fazer.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

0 thoughts on “Rezemos pelo Equador!

  1. Pingback: Situação no Equador « PALAVRAS APENAS…