Sugestão de leitura

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 11 meses 24 dias atrás.

Não li. Mas recebi a sugestão de um amigo e, pelo “abstract”, recomendo.

Trata-se do livro “God’s Undertaker: Has Science Buried God?”, da autoria do sr. John Lennox, matemático de Oxford. Na AMAZON, sai por dez dólares.

O sr. Lennox debateu com Richard Dawkins; o áudio está no site do militante ateu.

De acordo com o que disse o amigo que me indicou o livro:

O argumento dele [do sr. Lennox] é baseado em dois pilares:

1. O aparente ajuste fino necessário para a existência do universo.

2. O conteúdo informacional presente na Vida, juntamente com a conjectura de que, assim como a energia, a informação também deve se conservar.

Assim, ele justifica a necessidade de um criador inteligente para a criação do Universo e da Vida, baseando-se na Teoria da Informação.

Ainda sobre Dawkins, recomendo a leitura de um artigo publicado no Estadão em 2005, chamado “Os três pecados do biólogo ateu”. Um excerto:

Há uma angústia subjacente de que o ateísmo fracassou. Durante o século 20, os regimes políticos ateus acumularam um assombroso e (sem paralelos) recorde de violência. O humanismo ateu não gerou uma descrição de eventos e uma ética populares convincentes do que é o ser humano e nosso lugar no cosmo. Onde a religião recuou, o vácuo foi preenchido pelo consumismo, pelo futebol e por uma absorção insensata em desejos passageiros. Não sabendo como responder às grandes questões da vida, nós as colocamos na prateleira – certamente não desenvolvemos uma admiração e reverência pelo mundo natural que Dawkins gostaria.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page