Cronologia de um assassinato

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 1 mês 21 dias atrás.

26 de fevereiro de 2009: Padrasto suspeito de engravidar enteada de nove anos. Menina espera gêmeos.

28 de fevereiro de 2009: Família de criança grávida autoriza aborto. [nota: aparentemente, “família” aqui significa apenas a mãe da criança]

01 de março de 2009: Menina de nove anos grávida de gêmeos continua internada para aborto.

02 de março de 2009: Denunciei aqui o assassinato em curso.

02 de março de 2009: Pai da menina é evangélico e contrário ao assassinato dos netos; aborto da menina estuprada pelo padrasto nas mãos da justiça.

03 de março de 2009: Elogiei aqui o exemplo comovente de um pai.

03 de março de 2009: Mãe pede alta [do IMIP] da menina estuprada por padrasto. [nota: aparentemente, a mãe – em decisão unilateral e à revelia do pai – tirou a criança do IMIP para que ela abortasse]

03 de março de 2009 [noticiado no dia seguinte]: Dom José luta contra aborto da menina. Sobre o mesmo assunto: Igreja vai denunciar aborto ao Ministério Público. [nota: aparentemente, as ONGs abortistas eram as mais interessadas em fazer com que o aborto fosse realizado o mais depressa possível]

04 de março de 2009: Menina de nove anos estuprada pelo padrasto é submetida a aborto em Recife. Sobre o mesmo assunto: Menina de nove anos aborta gêmeos. Aqui no Deus lo Vult!, ri-se Satanás.

Kyrie, eleison.
R.I.P.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

14 thoughts on “Cronologia de um assassinato

  1. Malamen

    Sr. Jorge Ferraz, você é um idiota.

    Deveria morrer. Tá aí o meu nome e email.

    Você é a escória desse mundo.

    Morra, cão.

  2. Hecton

    Sr. Jorge Ferraz

    O senhor é uma pessoa afogada em dogmas religiosos, um fundamentalista cristão, e com isso usa o seu espaço para disseminar sua irracionalidade, deveria se sentir envergonhado com o que escreve. Se ponha no lugar desta pessoa, tente ser mais humano e deixe suas mitologias de lado. A única coisa que diferencia seu fundamentalismo com o dos islâmicos, é que você ainda não usou um cinto com bombas…..eu disse ainda….

  3. Demerval Jr.

    “Hecton”?

    Não seria Hecatombe?…

    De qualquer forma, outro para o rol dos alienados pela “mídia”, coitado…

  4. Hecton

    Demerval Jr.,

    Argumentos que é bom, nada….típico de religiosos…..
    São vocês que acreditam em seres mitológicos e eu que sou alienado? Acho que você precisa ir a um psiquiatra…

  5. Jorge Ferraz

    Sr. Hecton,

    O senhor cai de pára-quedas aqui, me chama de “uma pessoa afogada em dogmas religiosos”, de “fundamentalista cristão”, me acusa de “disseminar (…) irracionalidade”, vem com uns chavões sentimentalóides – “[s]e ponha no lugar desta pessoa, tente ser mais humano”, “deveria se sentir envergonhado”, etc. -, termina dizendo que eu “ainda” não usei “um cinto com bombas”… e, depois, vem cobrar argumentos?!

    Cara, vá se tratar!

    – Jorge

  6. Demerval Jr.

    Hecton,

    Que tal, antes, rever seus ARGH!umentos aí de cima?… Depois de sua releitura, quem sabe tenhamos algo de proveitoso para conversar?…

    Hum?…

  7. presentepravoce

    A uma semana atrás me deparei com a notícia deste canalha que estuprou a filha de sua mulher, uma menina de apenas 6 anos de idade.

    Felizmente foi preso, mas o mal já estava feito e quatro meses de gestação numa criança de nove anos estava em andamento.

    Para agravar a situação, ainda eram gêmeos os seres humanos em formação.

    Pensei em postar a notícia e fazer um comentário prevendo o final da história, que seria exatamente esta que aconteceu.

    Na verdade quem acaba recebendo todos os Títulos maravilhosos é o responsável pela Igreja Local, se bem que a Criança não era da Capital.

    A formação psicológica da criatura horrenda, a formação moral que não recebeu de sua família e sociedade responsável nem são lembradas, ou será que este cidadão foi formado na escola pública brasileira para ser um estuprador de criancinhas.

    Nesta hora, o poder público não é responsabilizado pela sua incapacidade de ensinar os seus cidadãos a serem boas pessoas, a televisão não é acusada de ser a responsável por instigar os machos contra suas próprias crias.

    Mas um Arcebispo, responsável pelo seu rebanho, ao fazer o que faz parte de seu trabalho, é injuriado veementemente por tantas pessoas que nem sequer sabem quem é “DEUS”, ou quem seja Jesus Cristo, aquele que morreu na Cruz para que nenhum sangue inocente fosse derramado nesta terra.

    Mas um caso como esse, é uma questão de honra para o governo, ele jamais pode perder esta batalha para a Igreja, perdendo a oportunidade de atacá-la e condená-la de retrograda e ultrapassada.

    Retrogrado é o ensino escolar que conduz um homem a não distinguir a idade de uma criança, sendo ela imprópria para se engravidar, será que ele não sabia que uma criança que já veio a sua regra pela primeira vez, poderia se engravidar, onde estavam as camisinhas que o Presidente jogou para o povo de cima do seu trono no camarote da Marquês de Sapucaí.

    Não que eu concorde com este absurdo, mas o que podemos esperar ainda deste governo? Se é assim que o Presidente age, apenas como um garoto propaganda para vender camisinhas ao povo brasileiro.

    Isto jamais seria a função de um Presidente, é vergonhoso para um País que se diz Católico e aprova tais arbitrariedades entre outras.

    Parabéns para o governo abortista que matou dois bebem e crucifiquem a Igreja que tenta salvar seus filhos destes desastres que o governo aprova, propaga e defende.

    E o crime aumenta cada vez mais, mas todos estão mais preocupado em falar mal da Igreja quando ela defende a vida, porque os dois bebes mortos não tinham a mínima culpa do pecado de seu “pai” e logicamente este crime não garante que aquela criança terá uma vida saudável ou sem problemas psicológicos, já que o principal mal, ela já sofreu por três anos consecutivos sem que ninguém a defendesse.

    Aos abortistas ou simpatizantes que não concordam comigo, poupe-me de seus elogios, elogiem a sociedade podre e decadente que cria oportunidades para que tais fatos aconteçam.
    Para que tais coisas não aconteçam em nossa terra, pelo menos a maioria dos Católicos deveria ser a favor da vida e ensinar para seus filhos como ser um Bom Cristão, só isso já resolveria o problema e ninguém precisaria perder a vida para esconder o pecado de outro.
    Paz e bem.

  8. Pingback: Deus lo Vult! » Mais curtas, fechando à tarde

  9. Candido Rubim Rios

    Ainda não entendo o que algumas pessoas descrentes perdem seu precioso tempo a postar em site católico e ainda com ofensas, se esse é o fundamento dos ateus certamente é também dos covardes.

  10. Pingback: Eles tinham dois corações « Vida sim, aborto não!

  11. karina

    Sr. presenteparavocê, o parágrafo em que o senhor definiu quem é o retrógrado da história e questionou sobre as afamadas camisinhas distribuídas pelo governo foi muito bom.

    No mais, três minutos de silêncio, pelos gêmeos e pela menina, violentada duas vezes.

  12. Yuri

    Com certeza o autor desse post não entende o que é gravidez de risco, não sabia (ou se sabia está sendo ignorante) que a menina era franzina e que se continuasse a gravidez, teria ALTAS chances de morrer, matando tb os GÊMEOS, sim gêmeos, se fosse só um bebê as chances ja seriam altas, imaginem 2 crianças ocupando o corpo franzino da garota.

  13. Jorge Ferraz

    E com certeza o autor do comentário acima não entende o artigo 128 do Código Penal, não leu mais nada aqui no Deus lo Vult! sobre o assunto e não sabe que o risco de alguém morrer não torna legítimo matar um inocente.

    – Jorge