A imbecilidade lhes subiu à cabeça

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 5 meses 16 dias atrás.

“”Os idiotas que antigamente se calavam estão hoje com a palavra, possuem hoje todos os meios de comunicação” (Gustavo Corção)”

Opa, esta frase já andou aqui no blog. O texto de que foi tirada é uma jóia de Gustavo Corção chamado “Antigamente calavam-se…” [ e que pode ser lido aqui ]. A burrice, caríssimos, é antiga demais pra ser computada. A ignorância, antiquíssima. O moderno é se orgulharem destes traços de si. O moderno é não se esforçar por ser mais, é querer que todos os outros sejam menos — iguaizinhos a si!

Jorge cobre inteiramente a minha opinião sobre o caso do aborto dos gêmeos. Muita coisa se falou deste caso, e muita coisa há ainda por se descobrir. O que todo mundo vê é a canalhice da imprensa. O que todo mundo vê é todo mundo a dizer o que, como e quando o sr. arcebispo deveria agir. Todos opinam, porque todo imbecil tem pressa de concluir. Diante da realidade, não analisa os fatos, toma o que lhe é dito como verdade. Para um imbecil, não há fato que baste ao seu argumento.

Chamam ao arcebispo truculento… Suave é o Cytotec! Dizem que o arcebispo quer publicidade a todo custo. Será? E imprensa que mente e exagera — conhecidos são os episódios de atrito entre D. José e a tolerante imprensa pernambucana — e as entidades abortistas não? Não. Má mesmo é a Igreja. Dia desses, no supermercado, sobreouvi uma conversa atrás em que uma senhora comentava com uns amigos que a Igreja nada podia falar porque tinha matado milhares.

Apesar de também ser mentira o que dizem, devo dizer: quem nunca matou ninguém foram as clínicas abortistas! O serviço de desinformação proposital, com o intuito patente de escarnecer a imagem de um arcebispo fiel como poucos, fazê-lo parecer a imagem mais ilustre de um inquisidor pintada por um revolucionário francês, enoja-nos, sim. Mas os imbecis alimenta.

Dizem ser um absurdo a afirmação do arcebispo de que é mais grave o aborto do que o estupro! Quanta vigarice! Se o bem da vida já não é o mais importante, o que aconteceu foi que os imbecis agora já tem o senso das proporções inteiramente deturpado. Quando se aceita matar inocentes por qualquer motivo, tudo é permitido. O senso moral, a proporção, a ordem do mundo, a lei de Deus, a lei natural… Contra tudo isso foram vacinados os imbecis, em doses suaves consumidas pelos olhos e ouvidos. A imbecilidade lhes subiu à cabeça.  Os olhos e os ouvidos, tornaram-se cegos e surdos ao bom senso, e A boca tornou-se um outro alto-falante, a reproduzir imbecilidades, num ciclo sem fim.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

5 thoughts on “A imbecilidade lhes subiu à cabeça

  1. Everth Queiroz Oliveira

    Peraí, deixa eu ver se eu entendi…

    Ficam falando que “o Estado é laico”, e agora querem dizer que o Estado pode interferir nas decisões eclesiásticas? Ai ai ai… Difícil viu.

    Deus tenha misericórdia.

  2. José Antonio

    Uma indignação lúcida. Palavras fortes, retumbantes, suficientes para atrapalhar o sono dos imbecis, mas é preciso também curar-lhes a cegueira.

  3. Pingback: A imbecilidade lhes subiu à cabeça « Julie Maria