“Célula embrionária é para fazer bebê”

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 4 meses 26 dias atrás.

Milagres acontecem: o Jornal do Commercio publicou uma excelente reportagem sobre um neurocirurgião português, falando sobre células-tronco. Excerto:

Para ele [o neurocirurgião português Carlos Lima, do Hospital de Egas Moniz, em Lisboa], não se investe mais em células-tronco adultas porque não se pode patenteá-las. “Grupos econômicos fazem toda essa publicidade em torno de células embrionárias, que na minha opinião nunca vão funcionar. A natureza não faz células embrionárias para reparar o corpo, mas para fazer bebês.

O especialista explica que existem células com a potencialidade das embrionárias, como as do nariz, que não só fazem neurônio, mas fazem fígado, sangue ou pâncreas. “Querem continuar a gastar tempo, dinheiro e energia, causando sofrimento ao paciente, por uma única razão: célula da mucosa olfativa não tem patente. Do ponto de vista financeiro, não traz benefício”, disse o neurocirurgião.

Enquanto isso, o Brasil continua na contramão do progresso científico! Às custas de vidas humanas; e sob os rótulos odiosos atribuídos à Igreja…

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

11 thoughts on ““Célula embrionária é para fazer bebê”

  1. Blog Mallmal

    Opa! Finalmente concordamos em algum ponto!

    Eu sou totalmente a favor das células-tronco humanas!

    Ainda assim, acho que as pesquisas com células-tronco embrionárias não podem ser interrompidas.

  2. Renato Lima

    Mallmal, quem falou para o sr. que a Santa Igreja Católica é contra as pesquisas de células-troco ADULTAS?

    Essa mídia distorcedora de informações?

  3. Emanuelle Carvalho Moura

    A Dra. Alice Teixeira Ferreira, pesquisadora de células tronco adultas pela Unifesp , enviou uma carta ao Jornal do Comércio que não tenho certeza se vão publicá-la. Mas, eis que recebi o comentário interessantíssimo dela e, com sua autorização, repasso:

    O Dr. Steven Rehen, juntamente com a Lygia Pereira, que defendem atualmente a pesquisa com embriões humanos(lembre que para obter as células embrionárias – CEs – necessitam de matar os embriões humanos e a Lygia para obter alguma linhagens de CEs matou mais de 30.000 embriões/ cidadãos brasileiros), receberam 2 milhões de reais para financiar tal holocausto do Ministério da Saúde – MS. É espantoso que tragam Dr. Carlos Lima à UFRJ, que é frontalmente contra o uso “terapeutico” das CEs humanas. Quer dizer que para tratamento dos pacientes é aceitável a utilização das células-tronco adultas, mas vamos continuar matando gente, os nascituros, para a satisfação do MS, fazendo pesquisas, pois é aceitavel e defensável a tal “liberdade da ciência”. Ou seja, o lugar da ética em pesquisa é o lixo para esta gente, pois a tal prometida cura não serve mais para justificar o citado holocausto.

    Alice Teixeira

  4. sheyck

    Mallmal,
    você diz:
    “Eu sou totalmente a favor das células-tronco humanas!”
    Não diga!
    Mas, pensando bem, quem se importa com o que você é a favor ou contra?

  5. Blog Mallmal

    Renato

    “Mallmal, quem falou para o sr. que a Santa Igreja Católica é contra as pesquisas de células-troco ADULTAS?”

    Ninguém. Onde eu disse isso?

    Dionisio

    “Alguém aqui é malmall desinformado…”

    Alguém aqui é bembemm maria-vai-com-as-outras e possui sérias deficiências de interpretação de textos…

    Sheyck,

    “quem se importa com o que você é a favor ou contra?”

    Bastante gente. Vocês, imagino que não.

    Incrível! Três respostas agressivas e inúteis ao meu comentário!

    Vou responder agora a única que adicionou alguma coisa à discussão:

    “a Lygia para obter alguma linhagens de CEs matou mais de 30.000 embriões/ cidadãos brasileiros)”

    Essa frase chega a ser obscena. Se a pesquisadora tivesse realizado os procedimentos abortivos, será que ela teria tempo para pesquisar alguma coisa??? Quem que ela matou? Outra coisa, embrião não é cidadão brasileiro. Isso eu já explicitei em outro comentário de outro post e recebi reações injuriosas dizendo que “CPF não era critério pra vida humana” e etc.

    “, receberam 2 milhões de reais para financiar tal holocausto do Ministério da Saúde – MS.”

    Que bom que temos um governo laico que não abaixa a cabeça para as opiniões de grupos religiosos! Imaginem vocês, católicos, se tivéssemos que ouvir judeus, muçulmanos, umbandistas, budistas, testemunhas de Jeová, mormons, animistas, Wiccanos, católicos, protestantes diversos, satanistas e adoradores do monstro de espaguete voador antes de iniciar uma linha de pesquisa!

    “Quer dizer que para tratamento dos pacientes é aceitável a utilização das células-tronco adultas, mas vamos continuar matando gente, os nascituros, para a satisfação do MS”

    Não é para a satisfação de ninguém! Se você (ou qualquer pessoa) conseguir provar que as células-tronco adultas são equivalentes às embrionárias, pode ter certeza de que ninguém mais vai perder tempo com elas. São mais caras e batem em barreiras como a de vocês, que não impedem, mas atrapalham… Infelizmente isso não foi provado e eu, pessoalmente, duvido que seja.

    “fazendo pesquisas, pois é aceitavel e defensável a tal “liberdade da ciência”.”

    Sim! Dentro dos princípios legais de uma nação a Ciência deve gozar de toda a liberdade, assim como as religiões! Vocês estão dispostos a abdicar das liberdades de uma sociedade civil democrática se ela não for católica? Pois é!

    “Ou seja, o lugar da ética em pesquisa é o lixo para esta gente, pois a tal prometida cura não serve mais para justificar o citado holocausto.”

    Na verdade o lugar da ética *católica* na ciência é o lixo mesmo, bem como todas as éticas das religiões que citei acima e de todas as outras 2500 que existem no mundo! A ética que prevalece é a da sociedade.
    E não serve pra justificar porque a autora do texto provavelmente deve fazer bom uso de suas duas pernas. Gostaria de vê-la sobre uma cadeira de rodas repetindo tão levianas palavras…

  6. R. B. Canônico

    Bom, eu soui portador de uma doença incurável em que há uma linha de pesquisa que envolve celulas tronco embrionários. E esse papo sentimentalóide de “ah, queria ver vc na pele de fulano…” não dá, né? Isso é conversa mole: queria ver alguém na minha pele então, já que é assim. Porque eu estou na minha pele e não uso esse tipo de (pseudo) argumento em discussão alguma: seria desonesto.

    Claro que queremos todos ficarmos bons, mas não jogando a ética na lata do lixo, incluindo aí direitos naturais e inalienáveis.

    Por fim, se formos levar em conta a ‘ética da sociedade’ (!?), algo do tipo voto por maioria, seria bastante constrangedor, no mínimo. Quer dizer, a posição ética da sociedade muda, aí tudo mudou. O que era certo antes, passa a ser errado.

    Lembro aos amigos que já foram feitas experiências macabras com seres humanos em tempos não muito remotos – uns 60 anos atrás. Então, se a ‘ética da sociedade’ concordar com isso, está tudo beleza?

    A partir do momento que os parâmetros são tão variáveis quanto a direção do vento, estaremos susceptíveis a qualquer maluquice que agrade a maioria. Evidentemente, tal posição é insustentável.

  7. Renato Lima

    Sr. Mallmal, mais as únicas pesquisas que deram resultados, são pesquisas com células-tronco ADULTAS.

    Aqui no sítio do Jorge (e em outros sítios de cientistas honestos) existem vários textos mostrando que as pesquisas com células-tronco embrionárias nunca obteram resultados!

    Eu ainda mantenho a minha pergunta:

    É através desta mídia manipuladora de informação – e opinião – que você se baseia para atacar a Santa Igreja Católica?

  8. Carlos

    Mallmal,
    Você diz:

    “Na verdade o lugar da ética *católica* na ciência é o lixo mesmo.”

    E depois fica melindrado porque recebeu três respostas agressivas ao seu comentário “importantíssimo” de que é a favor das células tronco. (Imagino que as células tronco devem estar se regozijando com tamanha distinção…).

    Só ele, o inefável malmal, pode insultar a religião dos outros com comentários agressivos.

    Diz ainda o energúmeno que não deve prevalecer a ética de nenhuma das (segundo ele) 2500 religiões que existem no mundo. Deve pravelecer só a ética da sociedade (ou seja, a dele mesmo).

    Como se os bilhões de pessoas que seguem essas religiões não fizessem parte da sociedade. E como se as respectivas sociedades não tivessem sido moldadas, em grande parte, pelas crenças religiosas.

    Para ele, não. A sociedade que vale é só a dele, isto é, uma minoria de iluminados ateus e cultuadores da ciência sem compromisso com a moral. Ciência que se contradiz toda semana, diga-se de passagem.

    Esse malmal não é só burro não. Ele é ruimruim pra chuchu.

    Carlos.

  9. Emanuelle Carvalho Moura

    Está meio tarde. Ainda estou na net…

    Somente vou pontuar algumas coisas:

    1. É a primeira vez que leio os comentários desse rapaz M., e fiquei impressionada com a agressão com que ofende, gratuitamente, a religião católica. Certos comentários deveriam ser barrados até o oponente aprender a ter respeito ao escrever no sítio em questão, que é de um católico, por mais que não adira a fé católica;

    2. O comentário colocado em questão foi de uma médica e biofísica, cientista pela Unifesp – Dra. Alice Teixeira Ferreira – que lida com células tronco adultas há mais de 20 anos, é reconhecida internacionalmente, inclusive pelo Dr. Yamanaka da Universidade de Kioko no Japão, o mesmo que conseguiu, pioneiramente, converter células tronco adultas em células tronco pluripotenciais induzidas que possuem a mesma capacidade totipotencial das células tronco embrionárias humanas. São essas as “células da vez” que estão sendo utilizadas pelos cientistas para pesquisas, enquanto as células tronco adultas já estão sendo utilizadas para testes clínicos (em seres humanos) com mais de 80 resultados positivos e diversas curas em todo o mundo – só que o Sr. M. não vai encontrar esses dados na Super-Interessante, tem de os verificar em revistas científicas conceituadas, as quais, “coincidentemente”, que não trazem nenhum resultado positivo verificado com células tronco embrionárias humanas: nem mesmo em testes feitos nos camundongos ;

    3. No mundo todo, o financiamento em pesquisas com células tronco embrionárias humanas está em declive porque não há resultado positivo nelas, a grande parte do dinheiro está sendo investido na manipulação de células tronco adultas como pode ser verificado no sítio francês genethique.org . Só mesmo Governos vendidos financiariam uma “canoa furada” para “aparecer bem na mídia”, tal qual faz quando uma prefeitura como a de São Paulo cede 400 mil reais para a inútil “Parada do Orgulho Gay” que ocorre anualmente e outras coisas do tipo;

    4. Graças ao bom Deus, a saúde da Dra. Alice Teixeira Ferreira é muito ótima, e rezo para que continue uma mulher tão forte e sendo uma das maiores inteligências do Brasil, para continuar fazendo, com todas as suas capacidades, o bem à humanidade que traz: desenvolvendo a ciência com ética e inteligência. Realmente se preocupando com o bem estar de cadeirantes e cardíacos e não os iludindo grosseiramente, como o fez Mayana Zatz, para depois os deixar à deriva: a última cientista citada deixou bem claro em entrevista à Veja, na época da discussão da ADI, que era preciso “dourar pílula”, ou seja, mentir para se conseguir a liberação das pesquisas e, hoje, nem ela lida com CTEH, porque sabe que não dar em nada. Deixou isso para a presunçosa Sra. Lígia Pereira (que ninguém sabe quem é fora de São Paulo-Brasil);

    5. Conheço uma pessoa que sofre de esclerose múltipla, o nome dela é Dra. Cristiane Rosick, ela mora em Santa Catarina: é uma advogada inteligentíssima. Suas pernas não funcionam tão bem quanto as minhas, mas nem por isso ela é a favor da manipulação de CTEH e, muito pelo contrário, é uma entusiasta da pesquisa com ética, que se reduz, no caso sem questão, à manipulação de células tronco adultas de seres humanos ou embrionárias de animais irracionais para estudo. Acredite, não é porque alguém tem ou deixa de ter pernas “funcionando” que o determina a ter certos pontos de vista. A razão e a inteligência independem disso;

    6. E, para concluir, pode ter certeza que as coisas não são tão superficiais como “se não dar certo, quem financiaria?”. Existe muita politicagem, ideologia, interesses escusos, estratégias de manipulação internacional, envolvimento de empresas de biotecnologias, especulação da grande mídia e tantos fatores que ajudam a nos fazer compreender por que se financia o erro. E, acho de uma ingenuidade enorme, alguém se achar tão macho para apontar o dedo na cara dos outros, tão não-enganável, poxa: vamos ser mais humildes… As coisas são complexas. Há tanta malícia para enxergar certas coisas de um ângulo e tanta ingenuidade sobre outro… Não compreendo como pode haver reações assim a não ser por pura má-vontade. E, contra isso, não tem argumento que vença!

  10. Renato Lima

    Resumindo Emanuelle:

    O sr. Mallmal se baseia pala mídia manipuladora de informaçâo – e opinião – para tentar atacar a Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

    Engraçado que esses mesmos que acusam a Santa Igreja Católica de ”manipuladora”; ”enganadora”; ”distorcedora da história”;… não reclamam em nenhum momento dos jornalêcos televisivos; jornalêcos de bancas de jornal; revistas de desisformação;… enganando-os com falsas notícias e falsas informações!