Separando a Luz das trevas

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 4 meses 23 dias atrás.

Uma boa forma de começar o dia: recebendo os emails de uma certa senhora, que se diz católica, mas que só divulga mensagens contrárias à Igreja. Desta vez, a pérola foi uma matéria publicada no El País e traduzida para o português pela UOL Notícias. E é uma boa forma de se começar o dia porque dá gosto ver os inimigos da Igreja estrebuchando, é reconfortante ver os lobos colocando as garras de fora, é motivo de júbilo ver que as coisas passam a se definir e o claro-escuro começa a dar lugar à separação entre luz e trevas.

“Decisões anacrônicas mostram incapacidade de Ratzinger em guiar o Vaticano”, é o título da reportagem. Basta o Papa ser católico para essa corja reclamar; é suficiente que Bento XVI tome atitudes que redundem no bem da Igreja, na Glória de Deus, na salvação das almas, para que – por menores que sejam elas! – os inimigos de Deus venham a público rasgar as vestes. Excelente. [E]t divisit [Deus] lucem ac tenebras (Gn 1, 4); hoje, à semelhança daquele Primeiro Dia, Bento XVI esforça-se para separar a luz das trevas, a verdade dos erros, a Fé Católica das heresias, a Igreja de Cristo das falsas religiões.

O ódio ao Santo Padre escorre pelas linhas da matéria, desde a “incapacidade de Ratzinger em guiar o Vaticano” do título até o “[p]or isso há muitos bispos em guerra” do último parágrafo. Perpassando todo o texto, a vontade de criar uma Igreja diferente d’Aquela deixada por Nosso Senhor. Para ficar num só exemplo do ridículo desta gente, segundo o jornalista Filippo di Giacomo, a crise da Igreja “reflete uma doença crônica de sete séculos: seu sistema de governo não funciona nem é colegiado”. Como a Igreja nunca foi “colegiada” no sentido que esta trupe dá ao termo, segue-se que a “doença crônica” diagnosticada não tem sete séculos, tem vinte séculos, e é congênita. Causa espanto uma tão longa sobrevida!

Enfim, não há muita coisa na matéria que mereça comentários. Mas, repito, é reconfortante e motivo de alegria ver as coisas se delinearem, e os inimigos da Igreja apresentarem-se como inimigos da Igreja que são, prescindindo da pele de cordeiro. Alegremo-nos, porque as atitudes do Papa separam a Luz das trevas!

[E]t divisit lucem ac tenebras (Gn 1, 4); antes de derem separadas a luz das trevas, foi necessário que Deus dissesse FAÇA-SE: fiat lux. Desde então, ecoando na História, este “faça-se” a vontade de Deus esteve associado a esta separação; há dois mil anos, em Nazaré (inclusive comemoramos recentemente), uma Virgem disse FIAT e separou Luz de Trevas: fiat mihi secundum verbum tuum (Lc 1, 38), et lux in tenebris lucet et tenebræ eam non comprehenderunt (Jo 1, 5). Non comprehenderunt! Esta oração do Angelus, o Papa a repete todos os dias. E gosto de imaginar que isso explica os acontecimentos recentes, explica as matérias raivosas do El País et caterva, explica a revolta dos maus católicos contra o Papa, explica tudo: quando o Doce Cristo na Terra diz fiat mihi secundum verbum tuum, e quando Deus ouve este FIAT, repete-se o Primeiro Dia e a Luz resplandece nas Trevas: e os inimigos de Deus não compreendem o Santo Padre. Rezemos pelo Papa.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

6 thoughts on “Separando a Luz das trevas

  1. Fabrício Lombardi Ribeiro

    Obrigado, Jorge, por ter resumido de forma tão clara tudo aquilo que os católicos mais fiéis têm tido vontade de gritar ao mundo ultimamente.

    Coincidentemente, antes mesmo de ler e saber tudo isso, eu tive a inspiração de dedicar meu terço diário ao Santo Padre.

    Engrossarei o coro: Rezemos pelo Papa!

    Pax et Bonum!

  2. André Víctor

    Opa!!!

    Podem contar comigo também!

    Rezemos pelo Santo Padre!

    Oferecerei também o santo terço nas intenções do Papa.

    Abraços e até mais ‘ver’.

    André Víctor

  3. Lício Cataldi

    Ao Santíssimo Padre, minhas orações cotidianas, meu amor,apoio e obediência irrestritos!
    As máscaras estão caindo e o “carnaval” está se extingundo nos átrios da Casa de Deus!
    Vida longa ao Santo Padre!
    Viva Cristo Rei!

  4. Renato Lima

    E uma certa senhora ainda achou que apareceria um Papa progressista!

    Quanta ingenuidade desta senhora.

  5. Dionisio Lisbôa

    E essa senhora, graças a Deus, não dá mais o ar de sua graça por aqui! Espero que continue assim…

    Arrependimento e penitência é do que ela precisa!

    Pensa que com todo seu conhecimento técnico-jurídico, pode abarcar o mundo com os pés…

    Rezemos por ela!

    Viva o Papa!
    Viva D. José Cardoso!
    Viva a Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica!

  6. Ocasional

    Olá, gostei muito de seus artigos, gostaria de te convidar para partipar de uma rede de troca de conteúdo, para mais detalhes me adiciona no msn [email protected] ou me manda um email ok, ou ainda veja mais detalhes em http://www.ocasional.com.br/howto.aspx Abraços. Samuel