Curtas

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 2 meses 7 dias atrás.

1. O Segredo (de Fátima) Já Advertia Contra o Vaticano II e a Missa Nova. “Nossa Senhora também alertou que haveria um Concílio diabólico na Igreja que causaria um grande escândalo. E claro, foram os documentos do Vaticano II – A Constituição da Liturgia – que deu impulso ao Papa Paulo VI para reformar a liturgia de uma tal maneira desastrosa, que causou uma tal perda da fé e confusão na Igreja”. Ah, claro. Às vezes eu me pergunto se é possível que as pessoas não percebam a leviandade de algumas informações.

2. Obama estende benefícios a parceiros de funcionários gays. “Casamento” Gay às portas dos Estados Unidos do presidente abortista! Tal medida “marca um passo na história” – disse Obama,  “mas não é mais que um passo”. Não quero nem imaginar, então, o que será a caminhada completa.

3. Uso de preservativos caiu entre brasileiros, diz pesquisa. Ao mesmo tempo, “a prática de sexo casual no País cresceu 132% em quatro anos”! A promiscuidade cresce vertiginosamente; até quando as autoridades públicas vão insistir no engodo de que a borracha é a salvadora da humanidade?

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

28 thoughts on “Curtas

  1. Blog Mallmal

    Jorge, qual o seu problema com os direitos civis dos casais homossexuais? Esse direito não obriga os seus sacerdotes a casá-los na Igreja! É apenas questão de sucessão e benefícios!

  2. Blog Mallmal

    Outra. Jorge, a educação é a salvadora da humanidade. Não adianta distribuir preservativos para uma população com QI médio 80.

  3. Everth

    Sempre atuais as palavras do Papa João Paulo II na Encíclica Ecclesia de Eucharistia:

    “Temos a lamentar, infelizmente, que sobretudo a partir dos anos da reforma litúrgica pós-conciliar, por um ambíguo sentido de criatividade e adaptação, não faltaram abusos, que foram motivo de sofrimento para muitos. Uma certa reação contra o « formalismo » levou alguns, especialmente em determinadas regiões, a considerarem não obrigatórias as « formas » escolhidas pela grande tradição litúrgica da Igreja e do seu magistério e a introduzirem inovações não autorizadas e muitas vezes completamente impróprias” (EE, 52).

    Os abusos litúrgicos não são consequências do Concílio, mas da má interpretação do mesmo, contudo faz-se qualquer coisa para defender as idéias individuais de cada um, mesmo que essas sejam contraditórias à sã doutrina da Madre Igreja.

  4. Luiz

    A culpa é do Concílio que permite diversas interpretações. As mazelas da Igreja nos dias de hoje tem a raiz neste concílio, que virou tudo de cabeça para baixo e colocou o homem no centro de tudo.
    A leitura da mensagem de Fátima e da história de Irmã Lúcia deixam claro que a crise da Igreja se deve ao Concílio. Bento XVI deveria ter a coragem de divulgar intregalmente a mensagem.

  5. Lampedusa

    Essa pesquisa sobre o comportamento sexual dos brasileiros contrasta fortemente com aquilo que a ideologia sexista e laicista propugna, pois “nunca antes neste país” se fez tanta propaganda de camisinhas como “sexo seguro” e mesmo assim diminui seu uso enquanto sobe a prática do sexo casual.

    Não é só na África que o Papa tem razão sobre esse tema…

  6. Andrea Patrícia

    Pois é, o que esse pessoal não percebe, ou não quer saber, é que não basta saber algumas técnicas ou métodos, o que vale mesmo é algo maior e que está faltando na sociedade atual: seguir a vontade de Deus! Se faltar a dimensão espiritual na vida do ser humano, as coisas desmoronam. É isso o que estamos vendo acontecer em nossa sociedade, infelizmente!

  7. Pedro

    Reescrever os segredos de Fátima, com base em diz-que-diz, é uma especialidade de certas alas do tradicionalismo radical. No caso, a fonte citada pelo Fedeli é a do principal expoente dessa tendência, a “Cruzada de Fátima” (Fatima Crusader), editada pelo padre canadense Nicholas Gruner, que teve suas ordens suspensas, por causa desse costume.

  8. Ângela

    “A culpa é do Concílio que permite diversas interpretações. As mazelas da Igreja nos dias de hoje tem a raiz neste concílio, que virou tudo de cabeça para baixo e colocou o homem no centro de tudo.
    A leitura da mensagem de Fátima e da história de Irmã Lúcia deixam claro que a crise da Igreja se deve ao Concílio. Bento XVI deveria ter a coragem de divulgar intregalmente a mensagem.”

    Concordo inteiramente com o sr. Luiz.
    Só não vê quem não quer.

  9. Pedro

    Que eu saiba, a Irmã Lúcia nunca disse nem escreveu nada disso. Essas histórias foram postas na boca dela por “rad-trads” como o Pe. Gruner e por outros, que criam todo tipo de teoria conspiratória para sustensar suas teses. Por mais que o Vaticano diga que tudo sobre Fátima já foi dito, que mostre documentos, esses grupos vão insistir que não, alegando que fulano ou beltrano teria dito que ouviu alguém dizer que haveria alguma coisa oculta.

  10. Emerson

    Os contra Vaticano II pegam estas notícias e outras tantas e colocam como dogma de fé. Aliás tudo o que a igreja fala tem que passar pelo crivo deles.

    A Igreja declara alguém santo, mas para eles isso não tem muita importância, se a pessoa em questão aceitou o Vaticano II, começam a colher todo o tipo de informação para “desabilitar” a canonização do santo.

    Rad-trad, o que você ligar na terra será ligado no céu o que você desligar na terra será desligado no céu, não importa se a Igreja declarou alguém santo, a verdade está com você.

    Dorme com um barulho desse.

  11. Pedro

    “Rad-trad” é gíria que surgiu nos EUA para designar os católicos tradicionalistas mais radicais. Aqui no Brasil foi bastante usada em artigos do site Veritatis Splendor.

  12. Carlos

    Caro Pedro,

    Você diz:

    1. “Que eu saiba, a Irmã Lúcia nunca disse nem escreveu nada disso.”

    E só é verdade o que você sabe? Pode haver muitas coisas que ela tenha dito e escrito que você não saiba.

    2. “Essas histórias foram postas na boca dela por “rad-trads” como o Pe. Gruner e por outros, que criam todo tipo de teoria conspiratória para sustensar suas teses.”

    E como você SABE disso? Você pode provar isso?

    3. “Por mais que o Vaticano diga que tudo sobre Fátima já foi dito, que mostre documentos, esses grupos vão insistir que não, alegando que fulano ou beltrano teria dito que ouviu alguém dizer que haveria alguma coisa oculta”

    Achar que tudo é teoria da conspiração, é um direito seu. Mas os fatos são eloquentes. Depois do Vaticano II, que prometia uma primavera de fé, o que veio foi um tsunami de apostasias, blasfêmias, escândalos, heresias, abusos litúrgicos e otras cositas más que você conhece bem.

    Não seria melhor, então, aguardar o desenrolar dos fatos, antes de definir dogmaticamente que já está tudo revelado, que o Vaticano jamais sonega informação e que todos lá são santos porque veneram o concílio pastoral em detrimento dos concílios dogmáticos?

    O Veritatis Splendor também não é infalível, meu caro Pedro.

    Um abraço.
    Carlos.

  13. Carlos

    Caro Emerson,

    Você diz:

    “Os contra Vaticano II pegam estas notícias e outras tantas e colocam como dogma de fé. Aliás tudo o que a igreja fala tem que passar pelo crivo deles.”

    E vocês, os pró Vaticano II, também não aceitam como dogma de fé tudo que ensinou esse concílio meramente pastoral? E também não aceitam e repercutem como dogma de fé as notícias favoráveis CV II?

    “Rad-trad, o que você ligar na terra será ligado no céu o que você desligar na terra será desligado no céu, não importa se a Igreja declarou alguém santo, a verdade está com você.”

    Sr. Rad-Mod, O Vaticano II não ligou nada, porque não usou dessa prerrogativa. Quanto às canonizações, sempre foi quase unanimidade entre os teólogos de que são infalíveis. Mas os pareceres dos teólogos nesse sentido foram emitidos quando o processo de canonização era a coisa mais rígida do mundo. Depois que afrouxaram tanto as regras, a ponto de extinguir a figura do advogado do diabo e não permitirem nenhuma testemunha que não fosse favorável ao candidato aos altares, a questão volta a ser discutível e seria necessário ouvir novamente os grandes teólogos. Mas onde estão eles? Quanto a nós, não negamos que São José Maria Escrivá (que certamente é a quem você se refere) seja santo. Apenas suspendemos o juízo diante de tantas suspeitas contrárias e de tanta confusão doutrinal atualmente reinante. Porque não apenas afrouxaram as regras para a canonização, como parece quem mudaram até mesmo o sentido do que seja ser santo. Santo, antes, era quem praticava alguma virtude em grau heróico. Hoje, parece que basta distribuir pão e leite, fundar um movimento qualquer e levar uma vida pública irrepreensível.
    Acredito que, passada a crise da Igreja, com o advento do triunfo do Imaculado Coração de Maria no mundo, essas questões ficarão todas esclarecidas.
    Um abraço.
    Carlos.

    [APAGADO – erro de digitação]

  14. Carlos

    Caro Jorge, na mensagem acima, dirigida ao Emerson, as últimas frases, depois da palavra “Carlos”, saíram por descuido. Peço que as apague, por favor.
    Carlos.

  15. Emerson

    Prezado Carlos,

    Sigamos ao lado da Igreja e não querendo ir a frente indicando o caminho, ela é nossa mãe.

    Concordo com você que algo diabólico aconteceu na Igreja, mas isso foi a má interpretação das pessoas.

    Você disse uma coisa que é verdade, Bento XVI pediu que os processos de canonizações sejam mais rígidos.

    Tenho certeza que tudo o que você repudia de ruim que as pessoas fizeram na Igreja eu também repudio e não sou contra o Concílio por causa disso.

    Para que eu possa aceitar o Vaticando II de forma correta e não com uma visão errada e modernista é preciso interpretar da forma justa, ou seja, a luz da tradição.

    Também acredito que com os passos de Bento XVI, no futuro tudo isso vai se acertar.

    São José Maria Escrivá,
    Rogaí por nós

  16. Carlos

    Caro Emerson,
    Concordo com você que algo diabólico aconteceu na Igreja. Até posso aceitar, em tese, que isso se deu pela má interpretação do concílio. O problema é que eu penso que essa má interpretação ocorreu porque os textos foram redigidos numa linguagem que permite essa má interpretação. E acredito também que isso foi proposital, considerando que foram os hereges modernistas, kantianos e fenomonológicos que dominaram todas as comissões e sessões do concílio.
    Quanto ao mais, concordo com você e percebo bem que você é sincero e também deseja, como eu, o triunfo da verdade católica sobre todas as heresias e vulgaridades da modernidade. E para isso, realmente, é preciso voltar à Tradição.
    Portanto, unidos em espíto, rezemos juntos, prezado Emerson, pela vitória da Igreja.
    Um fraternal abraço.
    Carlos.

  17. Carlos

    É verdade, Renato!
    Até o Brasil, que se ufanava de ser “o maior país católico do mundo” agora virou uma babel protestantosa, com um igrejola em cada esquina e com pastores endiabrados ocupando todas as emissoras e canais de televisão, urrando como possessos (que são) e se enriquecendo às custas dos trouxas, cujo número é infinito…
    Um abraço.
    Carlos.

  18. Pedro

    Lógico que não tenho a pretensão de saber tudo, Carlos. Apenas penso (é minha opinião) que Fedeli, Pe. Gruner e Pe. Kramer podem ter muito boas intenções, mas acabam por contribuir para criar mais divisões dentro da Igreja. O Vaticano revelou há alguns anos o que seria o terceiro segredo de Fátima. Nesta entrevista na “Família Cristã”, o Cardeal Bertone critica os “teóricos da conspiração de Fátima”, citando expressamente a Fatima Crusader:
    http://www.familiacrista.com/cgi-bin/getfromdb.pl?menu=EEVEylElZZFeUNDQkn&ano=2007&mes=10&xms=artigos

  19. Alex A.B.

    Caro Pedro
    Obrigado pela explicação do que é “rad-trad”!
    A propósito, é sempre bom, na medida do possível, explicar no próprio texto tais expressões, colocando o seu significado etre parênteses ou em uma nota, pois há muitas pessoas, que como eu não falam inglês ou desconhecem o significado de expressões semelhantes.

  20. Pedro Correia

    urrando como possessos (que são) e se enriquecendo às custas dos trouxas, cujo número é infinito…
    —————–
    Recebi este email com este absurdo:
    Prestação de Contas:
    Previsão de Gastos do Mês com o blog:
    Notebook Sony Vaio do Pastor Roberval – R$ 10.260,00
    Windows Vista Ultimate 64 (Sem capinha) – R$ 10,00
    Internet via satélite 10MPBS – R$ 4.000,00
    Hospedagem WordPress – R$ 250,00
    Salário de Amélia (Mantenedora do blog) – R$ 7.800,00
    Ar condicionado 20.000 BTU (Arno) – R$ 3.500,00
    Jogo de Suspensão Toyota Corolla – R$ 5.000,00
    Energia Elétrica – R$ 800,00
    Telefones Fixos e Móveis (Oi) – R$ 1900,00
    _____________________________________________

    Total de Gastos———————————–R$33.520,00
    Doações para o blog ——————————–R$18.00,00
    Balancete: Prejuízo de R$ -15.520,00
    ———-
    Comprovem:

    http://igrejainternacional.wordpress.com/2009/06/15/prestacao-de-contas-mes-de-junho/

  21. Carlos

    Caro Pedro,
    O que eu disse ao Emerson, repito a você. Porque sei que você também é bom católico e também quer ver o triunfo da Igreja.
    Com toda a sinceridade, não acredito no Cardeal Tarcísio Bertone. Acho que ele MENTIU quanto à integralidade da publicação do terceiro segredo. Mas, enfim, como você, não quero me arvorar em dono da verdade. Acredito que, daqui para a frente, explodirão bombas, como essa, a cada semana, ou a cada mês.
    A situação chegou a tal ponto que, penso eu, Nossa Senhora começará a agir. E a verdade aparecerá. E a Verdade nos libertará.
    Em Cristo, e no amor de Maria,
    Carlos.

  22. Ângela

    Caríssimo Carlos,

    Você disse de maneira muito polida:

    “O Veritatis Splendor também não é infalível, meu caro Pedro.”

    Eu diria mais: não apenas não é infalível, como é ambíguo,totalmente falível demais e protestantizado.

    Minha opinião é claro.

    Abraços,

  23. Jorge Ferraz Post author

    Ah, Mallmal,

    Jorge, qual o seu problema com os direitos civis dos casais homossexuais? Esse direito não obriga os seus sacerdotes a casá-los na Igreja! É apenas questão de sucessão e benefícios!

    Eu não tenho nenhum problema com os direitos civis dos homossexuais e, ao contrário, faço questão de que eles sejam completamente respeitados. O direito de ir e vir, o direito à vida, direito ao trabalho, etc.

    O que eu sou radicalmente contra é com a criação de novos direitos. Ninguém tem direito de ofender a moralidade pública; por que os homossexuais deveriam ter? Ninguém tem direito de ser “incriticável”; por que os homossexuais deveriam ser?

    As duplas homossexuais que se arranjem para obter os seus benefícios [óbvio, os justos] de maneira natural. Por que eles não fazem testamentos deixando os seus bens para o “parceiro”? Por que eles exigem que se vá contra a realidade dos fatos, considerando como uma entidade familiar algo que não é, sob ótica alguma, uma família?

    Por que uma dupla de homossexuais deveria ter “benefícios” trabalhistas? Por qual bizarro motivo o “parceiro” de Fulano precisa ser sustentado pela empresa na qual Fulano trabalha? Caso eu divida apartamento com mais três ou quatro amigos [por qualquer motivo – porque moro fora da minha cidade, p.ex.], eu tenho por acaso direito de colocar os meus amigos como dependentes no meu plano de saúde da empresa?

    Os direitos civis dos homossexuais são para serem respeitados, é óbvio. Eles não podem ser agredidos gratuitamente nem assassinados como ninguém pode ser. Acontece que eles não querem os seus direitos civis, e sim querem “super-direitos” que ninguém tem. É contra isto que nós reclamamos.

    Abraços,
    Jorge