Abortion Party

closeAtenção, este artigo foi publicado 8 anos 1 mês 6 dias atrás.

Li no Wagner Moura. Terrível. Nos Estados Unidos, é comum que as mulheres promovam festas – “beneficentes” – para arrecadar dinheiro para custear procedimentos de aborto. Para os que dizem que ninguém é a favor do aborto, que todo aborto é traumático, que é uma violência que ninguém está disposto a correr e, se uma mulher a ele recorre, é porque está desesperada e não tem outra opção, e blá-blá-blá: “[o]s registros dessas festas são públicos em países onde o aborto é legalizado. E não adianta dizer que se trata de “manisfestações cívicas” em comemoração ao direito conquistado… Como diz a nota, são festas bem pragmáticas, servem para custear abortos. Difícil imaginar mulheres desesperadas comemorando a última alternativa que lhes restou com bebida e música”.

Da quinta-feira passada, sete de julho de 2009, na revista Glamour: By the end of the abortion party, the money pot was overflowing and the guests were sweaty and drunk. Na tradução do Wagner Moura, “No final da festa do aborto o pote de doações estava completamente lotado e os convidados suados e bêbados”. Repugnante. Tenha Deus misericórdia de nós todos.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

6 thoughts on “Abortion Party

  1. anônima

    Li a reportagem em questão na revista Glamour. Não percebi como aprovadora ou apoiadora de tais “festas”; pelo contrário. Isso torna os seus comentários maliciosos e capciosos.

  2. Jorge Ferraz Post author

    Senhora Anônima,

    Eu não faço a menor idéia do que seja a revista Glamour, que aqui é citada como fonte de um fato repugnante, e não como o fato repugnante em si. Como não falei absolutamente nada sobre a revista, não entendo o porquê da crítica da senhora nem vejo como os meus comentários possam ter sido “maliciosos e capciosos”.

    Abraços,
    Jorge

  3. Pedro M

    Eu me lembro de aprender na escola (e também com a minha mãe): quando você aponta o dedo para uma pessoa, tem três apontando de volta pra você. É por isso que aparece tanta gente maliciosa e capciosa acusando os outros do mesmo.

  4. Guilherme

    Que nojento.
    Não duvido que o dinheiro arrecadado é para assassinar as crianças concebidas na própria festa.

    Por muito menos Sodoma e Gomorra foram destruídas.

  5. karina

    Ler uma coisa dessas me dá arrepios. Daqui uns dias teremos festas para arrecadar fundos para matar velhinhos nos asilos, pessoas doentes nos hospitais… Pior de tudo que vai ter gente que vai achar que seria uma boa idéia.