Só para constar

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 10 meses 24 dias atrás.

Gays britânicos planejam protestar contra papa Bento XVI. “O grupo diz que não concorda com as políticas do papa, argumentando que a Igreja Católica prega a discriminação contra os homossexuais”.

Todo mundo sabe o que a Igreja prega sobre o assunto. Basta abrir um catecismo: “Um número considerável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente radicadas. Esta propensão, objectivamente desordenada, constitui, para a maior parte deles, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á, em relação a eles, qualquer sinal de discriminação injusta” (CIC 2358).

Agora, a Igreja diz também que “a Tradição sempre declarou que «os actos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados». São contrários à lei natural, fecham o acto sexual ao dom da vida, não procedem duma verdadeira complementaridade afectiva sexual, não podem, em caso algum, ser aprovados” (CIC 2357). Se, para a novilíngua gay, isso for “discriminação”, aí são outros quinhentos. Mas, até onde conste, a Igreja está no Seu direito ao pregar a Sua doutrina moral – ou acaso todo mundo é obrigado a dizer que os atos homossexuais são lindos e maravilhosos?

Já o disse alhures: com a catolicofobia, ninguém parece se importar…

* * *

– Exegesicídio ubíquo: conforme recebi por email, em uma certa Arquidiocese, o comentário sobre o Evangelho dizia que, “[n]o Evangelho de hoje, Jesus nos ensina que ninguém tem o monopólio da verdade”. Alguém respondeu que, na Liturgia Diária da Paulus, estava escrito que “a páscoa de Jesus se realiza nos grupos de pessoas que, independemente de credos, se doam em favor dos pequenos e procuram realizar o bem em meio a sociedade”. Outro disse que O Domingo (do qual me livrei hoje assistindo à missa na forma extraordinária do Rito Romano) “[d]izia que Jesus não está preso a nenhuma instituição, que nenhuma igreja é maior que a outra… na oração da assembléia dizia ‘pelos que, independente de religião, ajudam no projeto de Jesus’…”.

Qual o Evangelho? Mc 9,38-43.45.47-48. Difícil, mas não justifica a má explanação dada por aqueles que deveriam abrir o sentido das Sagradas Escrituras ao povo fiel, ao invés de apresentar heresias. Afinal de contas, bastaria abrir a Catena Aurea. E ler Santo Agostinho: el hombre que hacía milagros en nombre de Cristo y no era de la compañía de los discípulos, estaba con ellos y no contra ellos en tanto que hacía los milagros, y no estaba con ellos y sí en su contra cuando no se unía a ellos. Pero como le prohibieron que hiciera aquello por lo cual estaba con ellos, les dijo el Señor: “No hay para qué prohibírselo”. Lo que debieron prohibirle fue lo que no era de su compañía, porque así le hubieran exhortado a la unidad de la Iglesia, y no aquélla en que estaba con ellos, a saber, la honra que daba a su Señor y maestro expulsando a los demonios. Así es como obra la Iglesia católica, no reprobando en los herejes lo que tienen de común con ella, sino lo que de ella les separa, o bien alguna doctrina que sea contraria a la paz y a la verdad, en lo cual están contra nosotros.

Rezemos pelo clero, neste ano sacerdotal. Para que sejam pastores. Bons pastores.

P.S.: O Acarajé Conservador também comentou.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

14 thoughts on “Só para constar

  1. Captare

    Imbecis. O próprio termo “homofobia” prova isso, pois sintetiza numa mesma palavra:

    1- Um erro etimológico: o uso do prefixo “homo” para se referir a homossexuais, como se fossem sinonimos;

    2- Uma mentira flagrante: a de que toda oposição ao modo de vida homossexual é fundado no medo do que é diferente;

    Só mesmo debaixo de forte militância e pressão psicológica alguém minimamente racional pode aceitar levar conceitos, como o termo “homofobia” a sério e usá-lo num debate como se fosse legítimo.

  2. Pingback: Deus lo Vult! » Os prodígios e a Fé

  3. Pedro

    Suponho que o Papa não viajou a Rep. Checa para pregar contra os homossexuais. Foi lá para pregar a Palavra de Deus.

  4. André Luíz Araújo Magalhães

    Os padres de Saracuruna, Piabetá, Parada Angélica são gays. O sacerdote de Saracuruna rebolou exibindo sua nova casula de brocado dourado confeccionada em Paris, no Atelier Maison Notre Dame. O padre de Piabetá celebra missa com danças misteriras e extravagantes. O padre de Parada Angélica foi ao encontro da tolerãncia religiosa com um grupo de gays do Candomblé. O padre estava de alva, casula e botas de salto alto. O papa Bento XVI ODEIA OS PADRES QUE CAMUFLAM. Os padres progressistas, na grande maioria camuflam, solicitam.

    Homofobia

    Homo – Homem

    fobia – medo

    Um heterossexual em síntese deve ser “homofóbico” no sentido de não tolerar, aceitar ou praticar homossexualismo.

    Mas, também não está obrigado a odiar a diferença de quem quer que seja. Há heterossexuais que respeitam, não acham correto, mas, respeitam a atitude do gay.

    Há aqueles que odeiam a ponto de desejar a morte, e às vezes agridem gays.

    Odiando ou não, não partaos para agressão. Mas, o gay precisa entender que ninguém é obrigado a ser simpatizante ou admirar seus atos. Só não pode deixar de denunciar agressão física.

    Agressão física já incorre em erro e crime. Mas, não deve ser velado o direito ao católico de protestar e ensinar que a homossexualidade ou o homossexualismo, como queiram, é condenado, praxe condenável por Deus.

    Mas, que no Clero há muitos, e como há. No seminário, um antro.

  5. André Luíz Araújo Magalhães

    A Igreja pós conciliar está muitoa amena com os gays.

    Usam o tero homossexualidade no lugar de homossexualismo.

    Não é mais (ismo)?

    Então é algo normal, não doentio.

    A Igreja pós conciliar não combate, milita.

  6. Pingback: Lei da Amordaça Gay FAIL² « Ana Ferreira

  7. Pingback: Lei da Mordaça Gay FAIL² « Ana Ferreira

  8. Filipa

    Caros Homofóbicos,

    Não se esqueçam que ninguém está livre de ter um filho ou um neto gay (ou paneleiro, ou veado, como lhe queiram chamar). Pode ser que ainda vos calhe tal sorte. Claro que, como bons católicos que são, vão a correr expulsá-lo de casa, ou mesmo afogá-lo na banheira, para que os vizinhos nunca venham a descobrir, não é verdade? Sim, porque isso é que é ser um bom católico. Isso e andar a [CENSURADO]. Ou padres a terem filhos que nunca assumem. Ou fogueiras para queimar as bruxas. Ou fazer campanha contra o preservativo em África, onde milhões morrem com AIDS.Isso sim, é agir é prol da humanidade!

    Cambada de hipócritas asquerosos, é que vocês são. Andam a pregar o amor ao próximo, quando na verdade, são os primeiros a promover o ódio. É o que eu digo, pode ser que ainda tenham um filho assim, para verem o que as pessoas sofrem, às mãos de gente como vocês.

  9. Sidnei

    Prefiro ter um filho gay, e amá-lo e ensinar o caminho do bem, a ter uma filha nojenta e repugnante como você, dona Filipa.

  10. Candido Rubim Rios

    Dona Filipa, quanto ódio a senhora guarda em seu ser, a senhora faz acusações sem sentido e mentirosas, nós católicos não somos perfeitos, por vezes ficamos mesmo com raiva, não confunda com ódio que a senhora entende bem.Não odiamos os homosexuais, mas não aceitamos que um homem possa ter relações com homem, ou até mesmo casar com homem, ou mulher com mulher, a senhora por acaso é homosexual? Se for abandone este desvio e quem sabe não se apaixone por um homem, se a senhora tem um filho homosexual não tenha vergonha assuma, mas tente fazê-lo desistir e também sair do desvio. Não somos asquerosos, quem exala mau cheiro é a senhora, cheiro de enxofre, de coisa azeda de tanto ódio. A senhora tenta,tanto que vai sair daqui chacoalhada de tanta vergonha, mas não desista, venha para a santa igreja católica, a fundada por Jesus Cristo e aprenda aamar as pessoas, inclusive os homosexuais, aprenda a perdoar e principalmente entender que nós católicos não somos idiotas ou débeis, somos imperfeitos porém em busca infindável da perfeição que se dará no Paraíso, na casa de Deus, já a senhora , caso continue odiando, para onde irá? Desculpe pelas palavras grosseiras, mas lembra-se que foi a senhora quem começou. Reze o rozário, leia o sermão da montanha, atos dos apóstolos e aprenderá coisas magníficas que certamente a senhora nunca teve a oportunidade de aprender. A paz de Cristo invada seu coração e o amor de Maria te acompranhe.

  11. Carlos

    A dona Bruxa Filipa descarrega um texto odioso e ainda tem a ousadia de dizer que somos os primeiros a promover o ódio.
    Fique tranquila, dona Filipa. Quem costumava queimar bruxas na fogueira eram os protestantes.