Nobel

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 7 dias atrás.

Obama ganhou o prêmio Nobel da Paz. O mundo reagiu. Lula o cumprimentou, Fidel Castro gostou, Chávez reclamou; aliás, registre-se que, finalmente, eu concordo em alguma coisa com o presidente venezuelano! “[E]stamos testemunhando uma premiação com o vencedor não tendo feito nada para merecê-lo: premiando alguém por intenções que estão muito longe de tornarem-se realidade”.

E, realmente, um ilustre desconhecido tornar-se o homem mais poderoso do mundo e ganhar o Nobel da Paz sem ter feito absolutamente nada é coisa que não se explica. Eu julguei – de verdade – que era piada, quando pus os olhos na notícia pela primeira vez.

Contra a idolatria obâmica, parece que – finalmente! – até o Osservatore Romano resolveu protestar:

O artigo de L’Osservatore, firmado por Lucetta Scaraffia, chama o presidente a reconhecer que “a guerra mais longa, e com o maior número de ‘quedas’, é a prática do aborto, legalizado e facilitado pelas estruturas internacionais”.

Pede também ao presidente que recorde das palavras da ganhadora do Prêmio Nobel da Paz de 1979, Madre Teresa de Calcutá, que chamou o aborto de “o grande destruidor da paz hoje, [...] porque é uma guerra direta, uma matança direta – um assassinato direto por parte da própria mãe”.

Enquanto isso, um outro Nobel – José Saramago – chama Igreja de “reacionária” e acusa Bento XVI de “cinismo”. “As insolências reacionárias da Igreja Católica precisam ser combatidas com a insolência da inteligência viva, do bom senso, da palavra responsável”. E as insolências nonsense de um velho que parece estar ficando gagá, não podem ser combatidas?

As supostas “insolências reacionárias” da Igreja não foram especificadas uma única vez. É pura verborragia raivosa de Saramago. Impressionante como o simples fato de um sujeito esbravejar contra a Igreja, sem se preocupar em dar à sua crítica um mínimo de consistência que ultrapasse a rebeldia sem causa, é já motivo suficiente para ganhar manchetes mundo afora. Vai ver, Saramago ficou com inveja de Obama; vai ver, o velho português quer ganhar outro Nobel sem fazer nada.

P.S.: Leiam também na blogosfera sobre o Nobel de Obama e sobre José Saramago.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

23 comentários em “Nobel

  1. Everth

    Eu vi essa do Saramago no Saúde da Alma. É, mas, como já dizia Thomas Woods, falar mal da Igreja Católica no mundo contemporâneo é sinônimo de inteligência…

    Triste, deplorável e lamentável.

  2. Lampedusa

    Enquanto isso, em terras tupiniquins, floresce a interpretação de eminentes filósofos pelos expoentes da “escola lulista”:

    “A gente é nossas circunstâncias”, disse à Agência Estado a ministra Dilma Roussef, parafraseando o pensador espanhol Ortega y Gasset. “Se é para sair (do gabinete) eu saio. Se é para permanecer, eu permaneço.”

    Valha-me Deus!

  3. FireHead

    Pode ser que quando Saramago morrer lhe façam uma estátua aqui em Portugal (donde ele foi corrido para a Espanha) e faça dessa data um feriado nacional. Assim, pelo menos, poderemos dizer que o Saramago sempre teve alguma utilidade…

  4. João de Barros

    Em termos de cinismo, Saramago sabe do que fala. Quando era diretor do Diário de Notícias, em 1975, fez questão de demitir os jornalistas que não pintavam as notícias com uma cor vermelha o bastante para o gosto do PCP.

  5. Roberto

    Esse estupito idiota do Saramago, nao tem o minimo respeito pelo Sumo Pontifice.
    Que Deus o julgue e mande o desgracado pro inferno.

  6. Reinaldo

    Mais gente com dor de cotovelo por não ter um milésimo do talento do Saramago.

    Cresçam, idiotas, cresçam!

  7. Captare

    Caro Jorge, Laudetur Dominus!

    Vou dizer o mesmo que eu disse no blog do Luiz Fernando:

    “Eu só quero ver de quem o Saramago vai comprar a inteligência, que ele diz que deve ser usada contra o papa. Pois se ele pretende usá-la, ele primeiro precisa adquirí-la.

    Será que eu fui muito sutil?

    Quanto ao Nobel do Obama, nós estamos assistindo o ápice do Reinado da imagem, onde é mais importante parecer do que ser. A grande imprensa faz Obama parecer um promotor da paz. Os organizadores do Prêmio Nobel, no mínimo querem “tirar uma casquinha” dessa aparência e de toda a publicidade que cerca Barck Hussein.

    Pax et Salutis

  8. Captare

    Caríssimos no Cristo, Laudetur Dominus!

    No blog Construíndo o pensamento, do Yashá Gallazzi, há uma informação interessante, que pode ter a ver com esse prêmio [ig]Nobel que o Barack Hussein faturou sem fazer absolutamente nada.

    Vale a pena dar uma lida.

    Pax et Salutis

  9. Karina

    Não conheço muito as obras de Saramago, e pelo que tenho visto das declarações dele, nem tenho vontade de conhecer. Tal qual Paulo Coelho. E não acho que meu mundo ficaria melhor se conhecesse.

    Quanto ao Husseim Osama, ops, Obama, poxa, o cara tem potencial, gente! Ele poderia até ser político brasileiro, que promete e, no mínimo, demoooora em cumprir! Quem sabe não tem uma linhazinha lá no Nobel que diz que o prêmio pode ser dado a quem tem potencial? Ah, não, aí Obama teria que lembrar que embriões são, no mínimo, seres humanos em potencial… Para não cometer essa injustiça com o “digníssimo” presidente, eles fazem de conta que acreditam que ele já fez alguma coisa.

    Talvez ano que vem dêem o Nobel a Lula.

  10. Luiz Fernando

    Eu comentei sobre o Saramago no meu blog. Cliquem no link que o Captare indicou acima para ler. ;)

    Inclusive soube que o Saramago tem um blog, “O Caderno de Saramago”, e eis o que ele diz de Obama: “Falou-se muito de Barack Obama neste blog, alguns dirão que demasiado. Quando uma esperança nasce há que saudá-la conforme o seu merecimento, e este parecia não ter limites. É possível que comece a dizer-se que o Prémio Nobel da Paz foi prematuro, mas não o é se o tomarmos como um investimento… Graças a ele talvez Obama ganhe ainda maior consciência de quanto o necessitamos.”

    Alguém dá uma banana para ele?
    Quem já leu o Testamento de Alfred Nobel em que ele instituiu o prêmio?

    “… e uma parte para a pessoa que deverá ter feito mais ou melhor trabalho para a fraternidade entre as nações, para a abolição ou redução de exércitos permanentes e para conservação e estímulos de congressos de paz.”

    Há esperanças de que o Obama servirá para salvarnos de nós mesmos?

    O Nobel deveria teoricamente que ser entregue a quem já fez algo de fato, não como incentivo, um estímulo ou algo parecido, se for esse o critério eu também quero um, pois que sou muito bem intencionado, rs.

  11. Luiz Fernando

    Karina says:

    Quem sabe não tem uma linhazinha lá no Nobel que diz que o prêmio pode ser dado a quem tem potencial? Ah, não, aí Obama teria que lembrar que embriões são, no mínimo, seres humanos em potencial…

    Genial Karina, rsrsrs!

  12. Pedro

    Sobre esse blog “Construindo o pensamento”, queria perguntar: existe alguma explicação racional para que alguem que se diga conservador ache Hillary Clinton melhor que Obama? Ela não o defende o direito ao aborto também?

  13. Captare

    Caro Pedro, Laudetur Dominus!

    Acho que há um mal entendido. O artigo do blog Construíndo o Pensamento não diz que Hillary Clinton é melhor que Barack Hussein. O artigo não é nem mesmo redigido neste tom. Não dá pra depreender isso da leitura do texto.

    O artigo apenas comenta a matéria do jornal Il Corriere della Sera que mostra que a popularidade de Hillary Clinton é maior que a do “ungido” de Illinois. É o comentário de uma matéria feita sobre uma pesquisa de opinião.

    Como se pode deixar de ser conservador apenas fazendo esse tipo de comentário?

    Pax et Salutis

  14. Pingback: Saramago se põe contra a Igreja « Ecclesia Una

  15. Pingback: Saramago se põe contra a Igreja | Mundo Blog

  16. Marcelo

    Senhoras e senhores,
    a melhor resposta que se pode dar ao sr. Saramago é o mais profundo silêncio. Ignorem-no. Comentar as suas asneiras é dar um palanque para que seus áulicos se manifestem (e deixar alguém cuiroso para comprar essas porcarias de livros). Trata-se de outra baboseira antirreligiosa e anticlerical, pretensioso juiz da fé alheia, ele maltrata os leitores com seus raciocínios furados e frases de pouco efeito. Ignorem o ignóbil.
    E fiquem tranquilos: esse boçal não ganhará mais nenhum Nobel. Ele se indispôs coma galera esquerdóide q

  17. Marcelo

    Senhoras e senhores,
    a melhor resposta que se pode dar ao sr. Saramago é o mais profundo silêncio. Ignorem-no. Comentar as suas asneiras é dar um palanque para que seus áulicos se manifestem (e deixar alguém cuiroso para comprar essas porcarias de livros). Trata-se de outra baboseira antirreligiosa e anticlerical. Pretensioso juiz da fé alheia, ele maltrata os leitores com seus raciocínios furados e frases de pouco efeito. Ignorem o ignóbil.
    E fiquem tranquilos: esse boçal não ganhará mais nenhum Nobel. Ele se indispôs com a galera esquerdóide que domina a comissão julgadora quando disse que não caminhava mais na mesma estrada de Fidel Castro. E olhem que isso aconteceu em 2007! Santa velocidade de raciocínio!
    Sds.,
    de Marcelo.

Deixe um comentário: