Não é lícito negar a comunhão na boca por conta da gripe suína

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 8 meses 25 dias atrás.

Via Fratres in Unum: Não é lícito negar a comunhão na língua devido ao H1N1, conforme a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos. Leiam na íntegra.

A Congregação para o Culto Divino e para a Disciplina dos Sacramentos respondeu a um católico leigo da Grã-Bretanha, na diocese em que a comunhão na língua havia sido restringida devido a preocupações relacionadas à epidemia do vírus Influenza A  – subtipo H1N1 (“gripe suína”).

A situação parece familiar?

Gentileza entrarem em contato com (pelo menos) o Regional Nordeste II da CNBB, para que sejam revogadas as normas publicadas no dia 17 de agosto p.p., que proibiram os fiéis de receber a Sagrada Comunhão na boca.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

6 thoughts on “Não é lícito negar a comunhão na boca por conta da gripe suína

  1. Everth

    A mim negaram a comunhão na boca em minha cidade. Eu abri a boca e o padre disse: “Na mão!”

  2. Magna

    Durante este tempo somente fiz comunhões espirituais.
    E ninguém me engana; não acredito que a CNBB tenho comunicado isto ao Vaticano (da proibição), pois como se vê, eles não permitiriam.
    Agora estamos vendo cair as máscaras daqueles que se “mostram” tão obidientes ao Papa quando estão junto d’Ele, e por aqui fazem o que querem sem comunicar ao seu superior.
    Memorizem bem os nomes destes bispos que assinaram o documento de proibição.

  3. Pingback: “Host Dispenser” – uma invenção tosca. « “Erguei-vos, Senhor”

  4. Pingback: É lícito negar ao fiel a comunhão na boca por conta da Gripe Suína? « “Erguei-vos, Senhor”

  5. Pingback: A comunhão na boca é um direito que não se pode suprimir | Deus lo Vult!