Virgem de Guadalupe

“Mãe de misericórdia, Mestra do sacrifício escondido e silencioso,
a Vós, que vindes ao encontro de nós todos, pecadores,
consagramos, neste dia, todo o nosso ser e todo o nosso amor”.

João Paulo II, 1979

“Santa Maria, que com o nome de Nossa Senhora de Guadalupe és invocada como Mãe pelos homens e pelas mulheres do povo Mexicano e da América Latina, encorajados pelo amor que nos inspiras, colocamos novamente nas tuas mãos maternas a nossa vida”.

Bento XVI, 2005

Dia de Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira das Américas. Dia da Mãe de Deus aparecida a um índio mexicano. Dia da Moreninha do Tepeyac. Que a Virgem Santíssima rogue por todos nós.

Ver no Exsurge, Domine!: vídeo sobre os olhos da Virgem.

E vale a pena também lembrar as palavras de João Paulo II na cerimônia de canonização de Juan Diego Cuauhtlatoatzin: “Como acabámos de escutar, o livro do Eclesiástico ensina-nos que somente ‘Deus é todo-poderoso e apenas os humildes o glorificam’ (cf. 3, 19-20). Inclusivamente as palavras de São Paulo, também proclamadas durante esta celebração, iluminam esta maneira divina de realizar a salvação:  ‘Deus escolheu aquilo que o mundo despreza [e que é insignificante]. Deste modo, nenhuma criatura se pode orgulhar na presença de Deus’ (cf. 1 Cor 1, 28-29)”.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

2 thoughts on “Virgem de Guadalupe

  1. anonimo

    Anedota do século I:

    – Sabe, os cristãos?
    – O que tem?
    – Eles são muito pobres.
    – É?
    – É. São tão pobres que só tem um deus.

  2. Pingback: Deus lo Vult! » Espanha, aborto, Navarra