Diversas, sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 7 meses 10 dias atrás.

– PNDH-3: Coisa de Maluco. “Na juventude, o secretário Vannuchi tentou transformar o Brasil em uma ditadura comunista por meio da guerrilha – ele foi militante da Ação Libertadora Nacional (ALN), organização terrorista esquerdista. Agora, no crepúsculo da vida, tenta fazê-lo à base de canetadas”.

– Só contextualizando: o senhor presidente da República “recuou” na defesa escancarada do aborto que o famigerado PNDH-3 fazia. “Na nova redação, será suprimida a parte que fala da autonomia, pois caracteriza apoio à decisão íntima de interromper a gestação, mas não é a posição do governo e de Lula”. Recuou? Sei…

– Sobre o mesmo assunto: Afinal, quantas divisões tem a imprensa? “A questão do aborto nada tem a ver com a posição da Igreja Católica, como querem alguns tontos. (…) A fama de ‘governo aborteiro’ em ano eleitoral não é conveniente. A maioria da população brasileira é contrária à descriminação do aborto. E só! Lula não quer mudar mais nada”.

– Aliás, segundo afirma o Puggina (via Mídia Sem Máscara), o Reinaldo foi o primeiro a ler o programa inteiro. E ele fez o mesmo. “Agora, Paulo Vannuchi brinda-nos com algo infinitamente mais pretensioso. Quer desfigurar a democracia representativa, o poder judiciário, o direito de propriedade, a religiosidade popular, a cultura nacional, a família e a liberdade de imprensa. Numa tacada, pretende liberar o aborto, mudar para pior o Estatuto do Índio, autorizar a adoção de filhos por casais homossexuais, valorizar a prostituição e se intrometer em temas que vão da transgenia à nanotecnologia e do financiamento público das campanhas eleitorais à taxação de grandes fortunas”.

– E ainda o Kotscho, que é “católico praticante, batizado, crismado e formado em escola de padres”, mas apóia o aborto: “O que não dá para entender é qual a motivação do governo para comprar tantas brigas com cachorro grande ao mesmo tempo, justamente na abertura de um ano eleitoral, já na reta final do segundo mandato, depois de fechar 2009 navegando num mar de almirante, com o presidente Lula batendo recordes de popularidade e sua candidata, Dilma Roussef, subindo nas pesquisas” (Militares, Igreja e Impernsa contra projeto de direitos humanos).

– No entanto, defensores dos Direitos Humanos se opõem a modificações no programa: “A possibilidade de mudança na redação do terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH 3) para apaziguar setores do governo federal é mal vista por ativistas defensores dos direitos humanos, por políticos perseguidos e parentes de desaparecidos na época da ditadura militar (1964-1985)”.

– E os trezentos convocaram os “companheiros queridos” para uma manifestação, hoje, em defesa do PNDH-3. Num texto de não-sei-quem que foi lá citado: “se a direita – encabeçada pela Igreja, Ruralistas, Milicos, PIG e pelo que há de mais detestável no país – não gostou [do Programa], é porque o projeto é excelente”. Maravilha, não?

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

7 thoughts on “Diversas, sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos

  1. karina

    Jorge, dá uma sacada nas contradições dos que defendem a vida de forma “meia-boca”, leia-se, de forma interesseira:
    II – Eixo Orientador II: Desenvolvimento e Direitos Humanos:

    b) Diretriz 5: Valorização da pessoa humana como sujeito central do processo de desenvolvimento;

    c) Diretriz 6: Promover e proteger os direitos ambientais como Direitos Humanos, incluindo as gerações
    futuras como sujeitos de direitos;

    III – Eixo Orientador III: Universalizar direitos em um contexto de desigualdades:

    a) Diretriz 7: Garantia dos Direitos Humanos de forma universal, indivisível e interdependente, assegurando a
    cidadania plena;

    b) Diretriz 8: Promoção dos direitos de crianças e adolescentes para o seu desenvolvimento integral, de
    forma não discriminatória, assegurando seu direito de opinião e participação;

    Faltou especificar que “geração futura sujeita de direito” só é aquela que nascer no dia, hora e segundo planejados e desejados, com as características previamente definidas por seus pais. Ah, mas os pais não podem escolher o sexo, porque esse não é a genética que define, a pessoa tem livre opção nesse caso, se ela vier a atender todos os pré-requisitos acima.

  2. Lampedusa

    OFF TOPIC

    Jorge,

    Perdoe-me por usar esse espaço para isso, mas como tenho muito em conta sua opinião, estranha-me seu silêncio sobre a morte de Zilda Arns.

    Não vale algum comentário sobre seu papel na Igreja brasileira ou, ao menos, um pedido de oração por sua alma dado sua dedicação à causa dos mais desamparados, entre eles os nascituros?

  3. Pingback: Tweets that mention Deus lo Vult! » Diversas, sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos -- Topsy.com

  4. Olegario

    Alguns bons motivos para votar no PT.

    O PT é o Partido dos Trabalhadores.
    Nasceu do povo.
    Veio ao cenário nacional pela massas.
    Portanto, sua ideologia é o bem querer do homem.
    Assim como Nosso Senhor na sua caminhada pelo mundo fez Sua opção pelos pobres, o PT adotou os oprimidos e os marginalizados.
    Os excluídos da sociedade.
    Os operários.
    O nosso maior triunfo democrático esta no campo, pela luta pacífica dos companheiros do MST.
    Nossos políticos prezam pela ética.
    Pela decência e probidade.
    Lutamos pelo povo, para o povo e a conscientização das massas.
    A elite retrógada quer nos destruir.
    Contra isso, evocamos nosso pasado de luta.
    O exílio de nossos intelectuais.
    E a morte de tantos companheiros e companheiras que enfrentaram a ditadura pela implantação da democracia nesse país.
    O PT assumiu o poder com as mãos limpas.
    O mensalão nunca existiu.
    Zé Dirceu sofreu o tributo DA LUTA pela mídia elitizada que o caluniou enganando o povo com manobras desonestas e bem articuladas.
    O PT é um partido socialista porque acredita que a justiça esta na ordem e na igualdade das coisas.
    Todos somos iguais.
    Logo, ninguem pode – no nosso entender – usifruir de uma riqueza enquanto seu irmão sofre com a fome.
    O capitalismo esta falido.
    O PT nasceu católico pela sacristia da CNBB e vai continuar sendo com as bençãos de Frei Beto, nosso querido e estimado pai espiritual.
    Quem disse que somos contra a vida mente.
    Descaradamente.
    Apenas julgamos e damos a opção do povo concordar – democraticamente – que na questão do aborto a mulher deve decidir sobre “aquilo” que carrega no ventre.
    E damos tanto valor a vida que somos contra a pena de morte de bandidos julgados e condenados.
    Não importa para nós- O PT – qual o crime o cidadão cometeu: estrupo, latrocínio, tráfico de drogas..etc.;ninguem tem o direito de TIRAR a vida do HOMEM.
    Só DEUS.
    Contraditório?
    Não. Não é.
    Ajudamos centenas de ONGs pelo Brasil que promovem a vida, como por exemplo o projeto TAMAR que assegura o direito das TARTARUGUINHAS nascerem e irem direto para o mar.( Lindo!! )
    Portanto, quem diz que o PT é contra o nascimento de seres, repito, mente.
    Quanto a retirada da Cruz de instituições do governo, somos a favor por conta que todos tem o direito de acreditar ou não em Deus.
    E ainda, o Brasil não é um país só de católicos.
    A CNBB que o diga.
    Além do que,para o petista, o modelo perfeito de homem viveu na selva cubana e depois migrou pelos campos bolivianos lutando pelo povo e a igualdade das coisas.
    Para nós do Partido do Trabalhadores bem melhor do que a Cruz de Nosso Senhor fixada piedosamente na parede seria o retrato daquele que morreu por tantos e ainda povoa a mente de qualquer revolucionário desse paíz: Ernesto Che Guevara.
    À luta companheiros!
    em 2010 – Dilma lá!!

    Olegário.

    Em tempo: Deixe eu tomar um plasil.

  5. Candido Rubim Rios

    Sr. Olegário mas o senhor talvez tenha se enganado, o nome é Dilma? O que é isso companheiro, o Lulalá talves imite o colega venezuelano e seja novamente candidato para defender o povo. E que negócio é esse de dólares na cueca, correios,petrobrás, não, isso é perseguição dos que são contra o povo. Vamos retirar o crucifixo das repartições públicas e colocar o lulalá no lugar. Também vou tomar um sonrisal, porque plasil me faz mal.