Missa Votiva – em ocasião de terremoto

[Falei aqui sobre as orações que havia no missal tridentino para serem usadas em situações diversas, e que havia umas específicas para após um terremoto. Não sei como (ou se) ficaram estas orações após a Reforma de Paulo VI; o que sei é que ainda há, no Missal Romano atual, uma parte referente às “Missas para diversas necessidades”.

Reproduzo aqui as orações antigas, que considero muito bonitas: a ira de Deus que abala os fundamentos da terra, a terra que treme com o peso de nossas iniqüidades! Essa compreensão falta completamente ao homem moderno. Perdendo de vista as causas finais e só enxergando a causalidade imediata, comporta-se ele como alguém que, diante de um relógio, diz que ele marca as horas correctamente devido ao movimento de suas engrenagens internas, e isso não tem nada a ver com a vontade do relojoeiro que o fez…

E que o Todo-Poderoso tenha misericórdia de todos nós.]

EM OCASIÃO DE TERREMOTO

Colecta

Omnipotens sempiterne Deus, qui respicis terram et facis eam tremere: parce metuentibus, propitiare supplicibus; ut, cujus iram terrae fundamenta concutientem expavimus, clementiam contritiones ejus sanantem jugiter sentiamus. Per Dominum nostrum Jesum Christum Filium Tuum.

Ó Deus eterno e omnipotente, que olhais para a terra e a fazeis estremecer, perdoai aos que Vos temem e sede indulgente com os que Vos imploram, a fim de que, depois de vermos com terror a Vossa ira abalar os fundamentos da terra, sintamos a Vossa misericórdia reparar os estragos produzidos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Secreta

Deus, qui fundasti terram super stabilitatem suam, suscipe oblationes et preces populi tui: ac, tremendis terrae periculis penitus amotis, divinae tuae iracundae terrores in humanae salutis remedia converte; ut, qui de terra sunt et in terram revertentur, gaudeant se fieri sancta conversationem caelestes. Per Dominum.

Ó Deus, que estabelecestes a terra em suas bases, recebei as oblações e as preces do Vosso povo, e, removido o perigo dos terremotos, convertei os flagelos da Vossa ira em remédios de salvação, para que aqueles que são da terra e hão-de a ela voltar se alegrem por se tornarem cidadãos do Céu pela prática da virtude. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Póscomunhão

Tuere nos, Domine, quaesumus, tua sancta sumentes: et terram quam vidimus nostris iniquitatibus trementem, superno munere firma; ut mortalium corda cognoscant, et te indignante talia flagelia prodire, et te miserante cessare. Per Dominum nostrum Jesum Christum Filium tuum.

Protegei-nos, Senhor, já que recebemos os Vossos santos mistérios, e por Vossa misericórdia firmai a terra que vemos tremer com o peso de nossas iniqüidades, a fim de que os mortais saibam que tais flagelos são castigos da Vossa mão, e o seu termo efeito da Vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

4 thoughts on “Missa Votiva – em ocasião de terremoto

  1. Roberto

    Sumiram?
    Não foi com a foice “Rubricarium Instructum” de João XXIII 1961?

  2. Pingback: Tweets that mention Deus lo Vult! » Missa Votiva – em ocasião de terremoto -- Topsy.com

  3. Daniel Volpato

    O próprio “Em tempo de terremoto” está no Missal de Paulo VI também. Não pude olhar as orações, mas conferi pelo índice e está lá na parte das Missas para diversas necessidades.
    Vou sugerir ao meu pároco que reze aqui.

    Pax Christi,
    Daniel

  4. Pingback: Deus lo Vult! » Mais sobre os castigos temporais de Deus