Entrevista do pe. Fábio de Melo ao “Valor”

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 6 meses 21 dias atrás.

Gostaria de ter mais tempo para comentar a entrevista concedida pelo pe. Fábio de Melo ao jornal “Valor” e reproduzida pelo IHU. Ao lado de declarações profundamente verdadeiras – p.ex., “o bem e a beleza são traços de uma mesma verdade” -, o reverendíssimo sacerdote faz algumas outras que, proferidas por um sacerdote, são de se lamentar.

O texto do Ecclesia Una está realmente muito bom, fazendo as perguntas pertinentes e cotejando as respostas dadas pelo padre Fábio com os documentos do Magistério da Igreja. Vale muito a leitura e eu próprio não teria muito o que acrescentar. Música, literalidade das Escrituras, homossexualismo, Teologia da Libertação, cenário político brasileiro: nada escapou ao crivo do Everth Oliveira. Eu só acrescentaria mais um comentário, feito por um amigo em uma lista de emails: que o pe. Fábio não tenha vindo ao mundo para dividir, é talvez a raiz de todos os seus problemas. Porque Nosso Senhor veio dividir: “Não julgueis que vim trazer a paz à terra. Vim trazer não a paz, mas a espada. Eu vim trazer a divisão entre o filho e o pai, entre a filha e a mãe, entre a nora e a sogra, e os inimigos do homem serão as pessoas de sua própria casa” (Mt 10, 34-36).

Como pode ser possível que o mesmo sacerdote a identificar o Bonum, o Pulchrum e o Verum seja capaz de elogiar o socialismo, é um mistério que me escapa à compreensão. Rezemos pelos sacerdotes! Que a Virgem Santíssima possa interceder ao Seu Divino Filho pela santificação do clero.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

65 thoughts on “Entrevista do pe. Fábio de Melo ao “Valor”

  1. André Luiz Araújo Magalhães

    Caríssimo Senhor Candido, seja sempre bem vindo aqui, atrevo-me a dizer. Senhor Jorge Ferraz é um moderador muito democrático. As divergências são naturais. Creio firmemente que o senhor tem muitas coisas boas para contribuir nest blog. Agradeço cordialmente vosso comentário a meu respeito. Sim, de fato, o senhor elucidou pontos que julga como positivos em relação ao regime socialista, contudo a Igreja Romana em seu Catecismo E NA VOZ de seus príncipes é bem clara neste assunto e como Católico não posso deixar de expor. Temos a questão da laicização do estado, ateísmo que comprometem muito uma sociedade. Particularmente, sou bastante favorável à Monarquia ou Regime Parlamentar. As divergências são naturais, senhor Candido. Torno a agradecer suas palavras.

  2. Jorge Ferraz Post author

    Prezado Fabiano,

    Sempre foi parte da proposta do Deus lo Vult! ser o mais livre possível na questão dos comentários, porque estou convencido que, de outra forma, não dá para manter um espaço apologético decente. Inclusive no início não tinha nem moderação, e funcionou legal por algum tempo; mas depois apareceram vândalos e ficou impossível manter a liberdade originalmente pensada.

    Obviamente, não dá para fazer milagre, e o nível do espaço sempre vai ser reflexo do nível dos visitantes. Conto sempre com a colaboração de todos para manter as coisas interessantes por aqui.

    Abraços,
    Jorge

  3. Fabiano Vasconcelo

    Jorge, sem polêmicas, mas não entendi o nível do espaço sempre vai ser o nível dos visitantes? Eu não estou sendo atrevido ao sugerir censura, mas é que os comentários já são uma realidade veja o que disse a senhora ai em cima ” aqui vale tudo, só não vale xingar mãe” é esse o nível que você quer para o seu site? e ela tem razão, apesar de ver as coisas de forma equivocada ao apontar errado quem começou as agressões. Os dois estão errados mas não julgo ninguém, o que não dá é ficar lendo agressões a torto e a direito e ainda suportar o Renato com as infantilidades . Vou ficar para ver se para.Obrigado.

  4. Jorge Ferraz Post author

    Fabiano, caríssimo,

    Eu censuro o Deus lo Vult!. Apago palavras chulas, blasfêmias, mando comentários inteiros para a lixeira quando só contêm porcaria. No entanto, sou adepto da moderação mínima, e a minha filosofia é a de só intervir, como moderador, quando as coisas fogem do controle. Espero não precisar chegar a este ponto, e foi nesse sentido que eu disse que o espaço reflete os debatedores.

    Em todo caso, volto a dizer que conto com a colaboração de todos para a manutenção do nível do espaço de comentários. Atenhamo-nos a debater as idéias, não as pessoas.

    Abraços,
    Jorge

  5. Arnaldo Ribeiro

    REVELAÇÃO/EXORTAÇÃO
    Urge difundirmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo já vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber em sí, criando Irmãos Espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõe o título do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos já podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE ESSA AÇÃO DE CRISTO: (LC.4.21) – Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (JB.14.17) – O Espírito da verdade que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis; porque Ele habita convosco e estará em vós. – Regozijemo- nos ante a presença do Nosso Senhor, e façamos jus ao poder que o Filho do Homem traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

    (MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FÔRA NÃO HAVER NASCIDO:

    E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

    E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ:

    (MC.14.41) – Chegou a hora, o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores: E hoje, quem desejar interagir com o Filho do Homem e participar da obra comum da nossa criação, deve inteirar-se da fundamentação contida na “Bibliogênese de Israel”, que já está disponível na internet (Editora Biblioteca 24×7). E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta…