Que soy era Immaculada Councepciou

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 6 meses 12 dias atrás.

Hoje é 11 de fevereiro, festa de Nossa Senhora de Lourdes. Uma das mais importantes aparições da Virgem Santíssima. Em Lourdes, Maria Santíssima apresentou-se a Santa Bernadette como sendo “a Imaculada Conceição” – e este, a propósito, foi um dos critérios importantes para o reconhecimento da autenticidade das aparições, uma vez que o dogma era recém-proclamado.

Falou-lhe no dialeto local – que soy era Immaculada Councepciou -, e isso é interessante. Lembro-me de ter lido, infelizmente não lembro onde, algum texto sobre os interrogatórios aos quais foi submetida a jovem Bernadette. Quando questionada sobre se a Virgem Santíssima havia lhe falado em francês, a garota retrucou com uma simplicidade celeste: “claro que não! Por acaso eu entendo francês?”.

A Virgem Santíssima falou em dialeto! Falou mistérios teológicos da mais alta importância a uma garota simples e sem cultura, mas falou-lhe na língua dela. Como não se admirar diante desta Mulher para a qual as barreiras culturais e sociais não significam absolutamente nada? É nossa Mãe, e fala-nos na língua materna. N’Ela, podemos confiar.

Mas falou em dialeto sobre o dogma recém-proclamado. Falando em Lourdes, apontava para Roma. Não Se preocupou com o fato de que Santa Bernadette não entenderia nada; falou-lhe, mesmo assim. Ao contrário do que apregoam muitos dos nossos dias, Ela não Se limitou aos estreitos horizontes da vila no sul da França na qual vivia uma pobre garota. Foi até Bernadette, mas não para mantê-la no mundo; ao contrário, para afastá-la do mundo. Revelou-lhe mistérios profundos. Ordenou penitências rigorosas. Transformou a jovem em uma santa.

Descer até o mundo para elevá-lo – como não pensar no Mistério da Encarnação diante disso? Tornar-Se humano para tornar-nos partícipes da natureza divina, é o que fez Nosso Senhor. E gosto de ver uma paráfrase disso, em Lourdes, como se a própria aparição fosse uma figura do mistério da Redenção, onde o dialeto vulgar usado como “receptáculo” para a expressão do dogma faz as vezes do mundo decaído que recebe a graça do Onipotente.

E é isso o que Ele faz todos os dias com nossas fraquezas: vem até elas, vem-nos apesar delas, mas não para manter-nos nelas. O mundo que foi visitado pelo Onipotente não continuou o mesmo; a jovem de Lourdes que foi visitada pela Virgem não continuou a mesma. Que Ela nos visite também a nós. Falando-nos em dialeto, falando-nos com nossas limitações e apesar delas, mas conduzindo-nos para além delas. Para o alto, para o dogma, para a Fé, sem a qual é impossível agradar a Deus. Que a Virgem Imaculada, particularmente na Sua festa hoje comemorada em toda a Igreja, possa interceder por nós.

* * *

Ver também:

Lourdes Medical Bureau, a equipe médica oficial do Santuário de Lourdes responsável por averiguar as curas miraculosas que lá acontecem.

El mensaje de Lourdes, um texto em espanhol com um resumo das aparições.

– A história de todas as aparições no site da Associação Devotos de Fátima.

As aparições de Lourdes e a mediação universal de Nossa Senhora, por Plínio Corrêa de Oliveira.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

5 thoughts on “Que soy era Immaculada Councepciou

  1. Michele Madalena Silva de Oliveira

    Que lindo texto sobre Nossa Senhora! Como não amá-La? Uma Mãe tão boa, e mesmo nós sendo tão inferiores, nos amar tanto!
    Nossa Senhora de Lourdes, ora pro nobis!

  2. Valdir A. C.

    “A Virgem Santíssima falou em dialeto! Falou mistérios teológicos da mais alta importância a uma garota simples e sem cultura, mas falou-lhe na língua dela. Como não se admirar diante desta Mulher para a qual as barreiras culturais e sociais não significam absolutamente nada? É nossa Mãe, e fala-nos na língua materna. N’Ela, podemos confiar.”

    Que coisa mais bonita isso… vou guardar comigo!

    Em Jesus e Maria!

  3. Olegario

    A jovem Bernadette possuiu virtudes espetaculares.
    Foi inquirida, testada e provada de muitas formas.
    Considerada vidente, mensageira de Nossa Senhora e testemunha da verdade.
    Por isso mesmo, e com muita justiça, foi elevada aos altares.
    Hoje, vemos a completa banalização de carismas ( pseudos) em quase todo canto, esquina e paróquia desse país.
    Santa Bernadette foi uma moça humilde.
    O que vemos hoje são “carismáticos” orgulhosos e soberbos.
    Vidências furadas.
    Orações exibicionistas.
    Mensageiros que nada mais são do que profetas do obvio.

    Santa Bernadette de Lourdes, rogai por nós!

    Olegário.

  4. Rafael Farias

    Lindo texto, nos faz ficar mais próximos da Virgem Santíssima.

    Salve Maria Imaculada!

    Rafael Farias