Curtas sobre os abusos sexuais na Igreja

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 3 meses 29 dias atrás.

1. Dossiê sobre o Cardeal Ratzinger e os abusos sexuais na Igreja Católica. É uma pena que esteja em inglês, mas me parece excelente: uma análise caso-a-caso, trazendo as acusações e as respostas que elas tiveram. Para acessar, cliquem na imagem abaixo.

2. Bertone tinha razão. Según el psicólogo Amenós Vidal, el Card. Bertone tenía razón. Foi publicado no “Diário de Chile” e reproduzido na íntegra pela agência argentina aqui linkada.

3. Papa começa a fazer a limpeza. Foi publicado na mídia secular (original El País, tupiniquim UOL Notícias). É engraçado que, até ontem, o Papa era um acobertador de pedófilos. Agora, ao contrário, ele é o cara que está “limpando a sujeira” da Igreja, e o acobertador na verdade era João Paulo II…

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

22 thoughts on “Curtas sobre os abusos sexuais na Igreja

  1. profeta do profano

    vergonhoso, mas acontece.
    o dito “especialista” espanhol é católico:
    “Coordinador del grupo sobre la Iglesia Católica de Viadeo.com en la sección de política y sociedad (área de historia y religiones). Editor de la primera comunidad de psicólogos católicos de Catholic.net en español a finales de 2002 y principios de 2003.”
    maior vergonha fica com o Jorge e sua velha e conhecida tendenciosidade.

  2. os396

    Com a idade de Bento XVI, enfrentar tamanha tarefa de purificação na Igreja, sob constante ataque orquestrado, muito bem montado e maldoso, e muitas vezes até mesmo de dentro da Igreja, de forma alguma pode ser somente a força humana, mas uma força extraordinária inimaginável que o guia e sustenta.

  3. Renato Lima

    ” a santificação de João Paulo 2º tem possibilidades de ficar congelada “sine die”.”

    Como foi muito bom ler isso aqui!

    Que Deus não permita que esse papa, muito midiático e péssimo em ortodoxia, não seja beatificado.

  4. Candido Rubim Rios

    João Paulo II, foi um dos melhores papas da igreja, responsável direto pela queda do comunismo na Polônia, contra a intolerância religiosa, o que mais viajou, se juntarmos todos os papas não viajaram como ele, tudo pela paz e não se esquivava de ser claramente contra o comunismo, enviou carta a Fidel Castro condenando os assassinatos oficiais daquele governo,apesar disso lutava pela moral e a dignidade da santa igreja católica, confiava cegamente no atual papa e deixava em sua mãos algumas resoluções, sempre aprovadas , é claro por ele.Promoveu a reaproximação com as outras religiões monoteistas, o primeiro papa a visitar o muro das lamentações, tentou a reconciliação com os Judeus,teve a coragem e a humildade de pedir perdão pelos erros da igreja,o primeiro a entrar numa sinagoga e numa mesquita,o maior incentivador dos jovens, incluindo escoteiros e o teatro como forma de divulgar e ensinar as verdades de Jesus. Pacificou o Chile e a Argentina.
    Um raro censo brincalhão manifestado quando no Brasil, precisamente no Rio de Janeiro, repetiu a famosa frase que os cariocas fazem,”Se Deus é Brasileiro o papa é carioca”.e infelizmente também foi criticado, mer4ce portanto a santidade. VIVA JOÃO DE DEUS.

  5. Marco Ribeiro

    Bertone TEM razão!
    O Papa reprovou a afirmação de bertone somente não criar mais polemica ou tirar o foco da questão.
    Mas o problema da pedofilia tem obvias raízes no homosexualismo. Leiam este estudo sobre o assunto:

    Comportamento Homossexual & Pedofilia

    ATIVISTAS HOMOSSEXUAIS TRABALHAM PARA NORMALIZAR O SEXO COM GAROTOS
    Por Frank V. York e Robert H. Knight

    INTRODUÇÃO
    Embora a maioria dos ativistas homossexuais neguem publicamente que eles queiram ter acesso aos garotos, muitos grupos homossexuais em torno do mundo estão trabalhando agressivamente para reduzir a idade de consenso sexual. Sua causa está sendo ajudada pelas associações psiquiátricas profissionais e psicológicas, que se mobilizaram nos recentes anos rumo à normalização da pedofilia, tanto quanto eles fizeram com a homossexualidade no começo dos anos 70.

    Kevin Bishop, um pederasta admitido (pedófilo), está promovendo o trabalho da Associação Norte Americana Amor Homem-Menino (NAMBLA) na África do Sul. Bishop, que foi molestado na idade dos seis, é também um homossexual admitido que está insensível com relação ao relacionamento entre homossexualidade e pedofilia. “Vasculhe a estimativa dos homossexuais e você encontrará um pedófilo,” disse Bishop em uma entretivsta com o Eletronic Mail & Guardian (30 de Junho de 1997).1

    Esse ativista pedófilo e homossexual começou a estudar a pedofilia enquanto estudante na Universidade de Rhodes. Ele também descobriu Karl Marx ali, assim como outra literatura que ajudou a formar sua visão de mundo. Suas visões estão sendo ecoadas em torno do mundo por ativistas homossexuais que estão procurando o que eles chamam de “liberdade sexual” para as crianças.

    Bishop está em uma cruzada na África do Sul para ter a “idade de leis de consenso sexual” abolidas, e ele está procurando pela ajuda do NAMBLA para efetuar esse objetivo. Ele diz que as crianças devem ser fortalecidas “ensinando-as sobre viver relacionamentos em uma idade mais precoce, e dando-lhes a oportunidade de tomar uma decisão informada a respeito de ter sexo.” Ele também aprova o incesto, registrando que “duas mulheres psicólogas na América contam que a mais saudável introdução ao sexo para uma criança deveria ser através de seus [sic] pais, porque é menos ameaçador e intimidade emocional mais confortável.”2

    Bishop concorda com o NAMBLA que o próximo movimento social na política Ocidental será um ataque à “idade sexual”, que proíbe o contato sexual baseado em diferenças de idade. O movimento já está bem encaminhado na Europa e no Canadá.

    Continua…

    Leiam o texto completo, em PDF (original em inglês): http://www.us2000.org/cfmc/Pedophilia.pdf
    Ou traduzido: http://quemtembocavaiaroma.livreforum.com/cristianismo-hoje-f4/pedofilia-e-mundo-atual-t708.htm#6142

  6. Sidnei

    Se DEUS quiser o nosso atul Papa Bento XVI que reina gloriosamente a Igreja de NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, irá beatificar em breve nosso querido e amado Papa Jooão Paulo II, seu anterior e glorioso antecessor, e calará a boca destes católicos e a todos que julgam, inclusive o Papa, se achando mais católicos que ao próprio Papa.

  7. BrasileiroPapista

    Jorge, escrevo do Paraná. Aprecio bastante seu site. Há uma pesquisa da Euronews indagando sobre a responsabilidade pessoal no Papa nos escândalos de pedofilia. O pessoal que lê sua página poderia votar (espero que a favor do Papa). Acompanho o blog do Father Z / Rorate Caeli etc nos Estados Unidos e eles costumam pedir este tipo de ‘apoio’ dos católicos americanos. A pergunda e resultados parciais são:
    “Será que o Papa tem alguma responsabilidade pessoal nos escândalos de abusos sexuais?

    sim (45%)

    não (51%)

    não sei (4%)”

    Eis o link:

    http://pt.euronews.net/noticias/you/

    Grato,
    Dimas

  8. Renato Lima

    Sidnei, assino em baixo a resposta que o Márcio deu para o Marcelo nesse endereço:

    http://intribulationepatientes.wordpress.com/2010/04/15/todos-os-deuses-dos-gentios-sao-demonios-sl-955/#comments

    Caro Marcelo, Salve Maria!

    João Paulo II não foi inovador no bom sentido, senão no pior sentido. Cristo escandalizou os fariseus? Sim, porque Cristo denunciava a perversidade dos fariseus e, estes, não tendo como se defender, levantavam o escândalo como arma contra Cristo. Se eles abandonassem seus erros, não haveriam de que se escandalizar. O motivo de escândalo estava nos fariseus, não em Cristo. Tanto que se tornou histórico o termo “escândalo farisáico”.

    Muitíssimo diferente foram os escândalos provocados por João Paulo II. “Ai daqueles que escandalizarem um destes pequeninos!”. João Paulo II fez muitas e muitas coisas que contrariaram frontalmente tudo o que se tem por bom e ortodoxo na Igreja.

    Você citou muitos belos exemplos como o apóstolo São Paulo, São Francisco de Assis, Santo Agostinho. E haveria certamente muitos outros a acrescentar. Eu não deixaria de fora, especialmente a Santa Maria Magdalena. Todos foram grandes santos que cometeram, no começo de suas vidas, grandes pecados. Agora, o caso deles não se compara de forma alguma ao de João Paulo II. Todos os santos citados se arrependeram profundamente do que fizeram de errado, não voltaram à antiga vida de pecado, muito pelo contrário, levaram o resto de suas vidas para apagar os erros do passado. E João Paulo II, ele se corrigiu dos enormes erros que promoveu? Ao menos publicamente, não. Pediu desculpas pelos escândalos que promoveu? Que eu saiba, ele só pedia desculpa dos pecados dos outros (pecados que muitas vezes nem sequer existiram, pois não passavam de calúnias levantadas contra a Igreja). Logo, é impossível comparar estes grandes santos com João Paulo II.

    Por tudo isso, a canonização de João Paulo II seria um desastre para a Igreja, causa de perdição para muitos. Por isso, temos obrigação de combater tal idéia.

    AMDG,

    Márcio

  9. Sidnei

    Olha Sr. Renato Lima, não vou ler resposta coisa alguma de ninguém, agora escândalo por escândalo deram papas de naipes de Alexandre VI o Papa Borgia, agora querer ofender a memória de João Paulo II, quem é o sr. para fazer isto?, espero, sim e com muito gosto que nosso querido e amado Papa Bento XVI venha beatificar logo ao nosso querido e saudoso Papa João Paulo II, para desgosto de você, e de muitas pessoas com este ranço que tem tanto da ala o qual o sr. pertence quanto aos da ala da T.L. como os Boff, Betos, da vida,

  10. Renato Lima

    A ala da T.L. de Boffs, Betos, da vida, estão torcendo apra esse papa nada ortodoxo seja beatificado para que os escândalos dele venham a ser propagados com mais rapidez.

    Quem é o sr. para tentar insinuar que se João Paulo II for beatificado será uma benção para a Santa Igreja Católica?

    Quem é o senhor para fazer isso?

  11. Renato Lima

    “Todos os deuses dos gentios são demônios” (Sl 95,5)

    Diz-nos o Salmo 95 em seu quinto versículo: “Todos os deuses dos gentios são demônios”. Texto claríssimo que não pode gerar nenhuma dúvida e do qual nenhum católico tem o direito de duvidar.

    Agora eu pergunto: algum católico teria coragem de receber na testa um sinal de um ídolo pagão? Aquele que o fizesse seria um bom exemplo para os demais católicos? Seria útil para a salvação das almas a canonização desta pessoa?

    Então, entre tantos outros motivos, há mais um para considerarmos extremamente perigosa para a Fé de muitos a canonização de João Paulo II:

    Fonte da imagem: http://traditioninaction.org/RevolutionPhotos/A123rcJPIIHinduBlessig.htm

    Reiterando todas as observações que fiz no outro artigo sobre o tema, é sempre bom lembrarmos especialmente que, através da canonização, não apenas se diz que uma pessoa está no Paraíso, mas também que sua vida foi exemplar e deve ser tomada como modelo por todos os cristãos. Não se trata aqui de julgarmos João Paulo II, a quem desejamos, como a todos, a salvação eterna, mas sim saber se suas atitudes foram, realmente, um exercício heróico das virtudes de modo a se tornar um exemplo para todos os cristãos. Pois eu pergunto: qual o bom católico que seguiria este e outros exemplos de João Paulo II?

    As atitudes de João Paulo II foram muito equívocas, confundindo o respeito pela pessoa com o respeito pelos seus erros. O maior ato de caridade que podemos fazer para com quem está no erro é buscar ensinar-lhe a verdadeira religião a fim de que alcance a salvação eterna. Incentivar-lhe a continuar no erro pode parecer muito “bonito”, muito “tolerante”, para este mundo decadente que já não crê na Verdade. No entanto, quem possui ainda um mínimo de Fé, virtude sobrenatural, sabe que um dos atos de caridade espiritual é justamente corrigir aqueles que estão no erro.

    Notemos ainda algo relacionado à situação atual. O irenismo dos antecessores de Bento XVI os tornavam amigos da imprensa. Eram papas “bons”, “simpáticos”, “tolerantes”, “abertos ao diálogo”, etc. O papa atual, ao contrário, por estar retomando, ainda que discretamente, o rumo da Tradição, torna-se alvo das mais infames perseguições. Não se percebe isto claramente? O “mundo” odeia a Igreja, e tanto mais odiará o vigário de Cristo quanto mais fielmente este cumprir sua nobíssima missão. Rezemos pelo papa.

    http://intribulationepatientes.wordpress.com/2010/04/15/todos-os-deuses-dos-gentios-sao-demonios-sl-955/#comments

  12. Sidnei

    “A ala da T.L. de Boffs, Betos, da vida, estão torcendo apra esse papa nada ortodoxo seja beatificado para que os escândalos dele venham a ser propagados com mais rapidez.”

    É mesmo?, não precisa de escândalos nenhum para essa turma quere sujar o nome do Papa João Paulo II, para eles o que este grande Papa fez ou deixou de fazer como os protestantes e o Sr. Também, não tem significado algum, a não ser de criticar, criticar, criticar …

    “Quem é o sr. para tentar insinuar que se João Paulo II for beatificado será uma benção para a Santa Igreja Católica?
    Quem é o senhor para fazer isso?”

    Eu, eu não sou ninguém, agora quem é o sr. Para dizer que se a beatificação deste Papa será um mau para a Igreja?.

    A pessoa que se coloca contra o Papa (a não ser por pecados escandalosos como as praticadas por Alexandre VI), e ainda se diz católica, ou é um sinico ou um idota.

  13. Sidnei

    Sr. Renato Lima, o Sr. Julga certos atos do Papa João Paulo II, como se fossem atos que o condenassem para o inferno, e o tornassem um Papa tão infame como algum destes padres pedófilos, meu amigo, alguma vez você parou para pensar que tais atos, como o de receber aquele sinal na testa, ou até de beijar um alcorão em sinal de respeito aos muçulmanos, sua Santidade o Papa João Paulo II, não agiu como São Paulo quando escreveu: “Embora livre de sujeição de qualquer pessoa, eu me fiz servo de todos para ganhar o maior número possível. Para os judeus fiz-me judeu, a fim de ganhar os judeus. Para os que estão debaixo da lei, fiz-me como se eu estivesse debaixo da lei, embora o não esteja, a fim de ganhar aqueles que estão debaixo da lei. Para os que não têm lei, fiz-me como se eu não tivesse lei, ainda que eu não esteja isento da lei de Deus – porquanto estou sob a lei de Cristo -, a fim de ganhar os que não têm lei. Fiz-me fraco com os fracos, a fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, a fim de salvar a todos. E tudo isso faço por causa do Evangelho, para dele me fazer participante.” (1º Cor. 9, 19-23), penca e reflita, porque mais de uma vez sempre que vi tais imagens e li tais notícias sempre me venho esta passagem de São Paulo aos coríntios, portanto, em vez de julgar e condenar, seria bom, parar, pensar, refletir para depois opinar, porque julgar alguém que não está mais aqui para se defender não é nem um pouco cristão, ainda mais se tratando de um Papa, o qual todos sabemos foi um incansável defensor da fé católica tanto que colocou o cardeal Ratzinger para Prefeito da Congregação Para a Doutrina da Fé, pois sabia que o cardeal Ratzinger hoje Papa Bento XVI, seria o homem perfeito para dirigir tal congregação, como de fato o foi, e se atos que para o Sr. Parecem contradizer tudo, para mim evidenciam, sobre tudo, quando lermos as passagens de São Paulo 1º Cor. 9, 19-23.

  14. Renato Lima

    “Eu, eu não sou ninguém, agora quem é o sr. Para dizer que se a beatificação deste Papa será um mau para a Igreja?.”

    Não sou eu que estou dizendo senhor Sidnei, é a história da Santa Igreja!

    “A pessoa que se coloca contra o Papa (a não ser por pecados escandalosos como as praticadas por Alexandre VI), e ainda se diz católica, ou é um sinico ou um idota.”

    E existem pessoas que preferem fecha os olhos para qualquer escândalo, mesmo vindo de um Papa,ou é acomodado achando que vivemos “uma primavera na Igreja”, ou é um imbecil!

    “É mesmo?, não precisa de escândalos nenhum para essa turma quere sujar o nome do Papa João Paulo II, para eles o que este grande Papa fez ou deixou de fazer como os protestantes e o Sr. Também, não tem significado algum, a não ser de criticar, criticar, criticar …”

    Mas adoram mostrar aquilo que de nada ortodoxo ele fez contra a Doutrina Católica. E pode acreditar que os Boffs e Bettos da vida não querem nem um pouquinho “sujar o nome do Papa João Paulo II”, pois para esses mencionados João Paulo II é um “exemplo a ser seguido”. E além do mais, um católico verdadeiro não está para “criticar, criticar, criticar …”, e sim para alertar, alertar, alerta…

  15. Renato Lima

    Pergunta:

    On abril 26, 2010 at 11:10 am Ana Maria Nunes Said:

    Márcio, me explica uma coisa: li em algum lugar que n lembro onde, que as canonizações NÃO são dogmaticas e que JPII teria falado sobre, isso é verdade?

    **************************************

    JPII é muito cultuado, vamos assim dizer por rccistas, pq ele deu carta branca pra essa sucursal dos quintos protestante dentro da Igreja.

    Já vi o tal abib falando que JPII orava me linguas e repousava no espírito.

    Tenho pena dos rccistas, a massa, os líderes tenho nojo, eles sabem que estão no erro e n se corrigem.

    Resposta:

    On abril 26, 2010 at 10:26 pm Márcio Said:

    Cara Ana, Salve Maria!

    Nunca ouvi falar sobre esta fala de JPII. Eu até já tive vontade de escrever sobre o assunto, mas ainda não conseguir fontes suficientes para tratar do assunto com a segurança necessária. A minha opinião é a de que as canonizações são infalíveis desde que se proceda com todo o rigor que a Igreja sempre teve. As canonizações modernas são ridículas: não permitem aos opositores se manifestarem, não estudam a vida do beato em todos os seus pontos desfavoráveis e, principalmente, não estuda os seus escritos, para saber se são ortodoxos ou não. O padre Calderón, em “A candeia debaixo do alqueire”, lembra-nos que este sempre foi o ponto de partida para as canonizações. Se houvesse qualquer coisa de heterodoxo nos seus escritos, o processo era imediatamente interrompido.

    Sem dúvida, JPII é cultuado pelos rccistas e por todos os liberais por não ter feito nada para impedir-lhes as desordens. E que os líderes da RC”C” permanecem no erro mesmo depois de serem inúmeras vezes corrigidos, isto já ficou mais que comprovado.

    Tenho algumas outras idéias a respeito das canonizações, mas somente quando as comprovar vou escrever algo a respeito.

    AMDG,

    Márcio

    http://intribulationepatientes.wordpress.com/2010/04/15/todos-os-deuses-dos-gentios-sao-demonios-sl-955/#comments

  16. Sidnei

    “Eu, eu não sou ninguém, agora quem é o sr. Para dizer que se a beatificação deste Papa será um mau para a Igreja?.”
    Não sou eu que estou dizendo senhor Sidnei, é a história da Santa Igreja!

    Não, não é a história da Santa Igreja, é o senhor mesmo, que se haja que é DEUS, que está acima de tudo e de todos e pensa que é alguma coisa, mas como todo mundo não é nada.

    “A pessoa que se coloca contra o Papa (a não ser por pecados escandalosos como as praticadas por Alexandre VI), e ainda se diz católica, ou é um sinico ou um idota.”
    E existem pessoas que preferem fecha os olhos para qualquer escândalo, mesmo vindo de um Papa,ou é acomodado achando que vivemos “uma primavera na Igreja”, ou é um imbecil!

    Imbecil é você e somente você, ninguém está fechando os olhos para nada, mas é você que mais parece um protestante do que um católico, que só vê o que quer vê e não enxerga nada , católicos como você a Igreja Católica não precisa, o respeito que tinha por você já foi por água a baixo, para mim você não é um sínico mas um idiota.

    “É mesmo?, não precisa de escândalos nenhum para essa turma quere sujar o nome do Papa João Paulo II, para eles o que este grande Papa fez ou deixou de fazer como os protestantes e o Sr. Também, não tem significado algum, a não ser de criticar, criticar, criticar …”
    Mas adoram mostrar aquilo que de nada ortodoxo ele fez contra a Doutrina Católica. E pode acreditar que os Boffs e Bettos da vida não querem nem um pouquinho “sujar o nome do Papa João Paulo II”, pois para esses mencionados João Paulo II é um “exemplo a ser seguido”. E além do mais, um católico verdadeiro não está para “criticar, criticar, criticar …”, e sim para alertar, alertar, alerta…

    Se é um exemplo a ser seguido me mostre algo que eles disseram concordar com o Papa João Paulo II, pois o que me recordo eles sempre confrontaram o Papa, e quanto seu alertar, alertar, alertar, mande seu alerta para o Vaticano, para ver ser eles vão te ouvir, ouvir, ouvir…

  17. Sidnei

    E outra sr. Renato Lima, não quero mais nem papo com o Sr. , sabes quem está adorando está sua rixa com o Papa João Paulo II, os protestantes, e também os ateus, isto, continue, vai fundo, difame bastante o Papa João Paulo II, e assim estarás difamando também a Igreja e todos nós, estás fazendo um ótimo trabalho, nem o diabo faria tão bem, vindo de um protestante ou algum ateu, ataques ao Papa João Paulo II, Bento XVI, Pio XII, ou qualquer outro Papa, até entenderia, mas de uma católico?, não, não tem conversa, para mim esta discussão acaba aqui, passar bem.

  18. Renato Lima

    Senhor Sidnei faço minhas as palavras do Ferdinand no fratres in unum.

    “A indicação não tem a garantia ex cathedra. Quem acha que toda decisão e pronunciamento do Santo Padre são infalíveis peca pela papolatria. É o típico comportamento dos neocatólicos. Para eles o Papa é impecável. Se isso é verdade então me expliquem João XIII. Não é preciso deixar de pensar, perder o espírito crítico para continuar sendo católico. Eles idolatram a obediência, o que é uma atitude perfeitamente cômoda, para não dizer covarde. Calam-se quando a hierarquia peca em público, pois ao laicatozinho não caberia criticar. Pois lhes digo, graças ao bom Deus que o laicatozinho resistiu às heresias de seus superiores durante a crise ariana e resiste hoje às loucuras que lhe querem enfiar goela abaixo como doutrina católica.”

    Ferdinand

  19. Sidnei

    Estou escutando uma mosca zunindo, me dêem licença, vou pegar um mata mosca.

  20. Renato Lima

    “Não é preciso deixar de pensar, perder o espírito crítico para continuar sendo católico. Eles idolatram a obediência, o que é uma atitude perfeitamente cômoda, para não dizer covarde. Calam-se quando a hierarquia peca em público, pois ao laicatozinho não caberia criticar. “

  21. Sidnei

    Ainda escuto moscas a zunir, já que mata moscas não resolvem, vou ignorá-las.

  22. Michele Madalena Silva de Oliveira

    Sobre a canonização, tenho uma dúvida. Os santos são pessoas exemplares, mas isso não significa também que eles cresceram na fé?Quer dizer, por exemplo, Santa Maria Madalena ou Santo Agostinho, que tiveram vidas extremamente pecaminosas, e depois se arrependeram. Isso não quer dizer que os atos deles são sempre infalíveis desde o nascimento, certo?Se o justo peca sete vezes ao dia, e ninguém consegue pecar tão pouco, afinal somos todos salvos pela Misericórdia Divina e não por merecimento…então, mesmo o santo comete mais pecados do que isso.O fato do Papa João Paulo II ter algumas condutas duvidosas não poderia ser enquadrado nisso? Obrigada e Salve Maria!!