Podcast II – Por que ser católico?

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 2 meses 24 dias atrás.

Trago a segunda edição do (ainda sem nome – aberto a sugestões!) podcast do Deus lo Vult!, onde falo um pouco sobre o porquê de, hoje em dia, algumas pessoas insistirem em serem católicas apostólicas romanas, seguido de algumas considerações sobre o dogma “Fora da Igreja não há Salvação”.

Ainda está profundamente amador. Desta vez, ponho também um link para baixar o arquivo .mp3, conforme foi pedido da outra vez.

 

| Open Player in New Window

Clique aqui para baixar.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

16 thoughts on “Podcast II – Por que ser católico?

  1. Jener

    Muito bom! Obrigado pela partilha. Só sugiro que abaixe o fundo musical, ficou um pouco alto. :)

  2. Pingback: Tweets that mention Deus lo Vult! » Podcast II – Por que ser católico? -- Topsy.com

  3. Alex A. B.

    Muito bom! E, com a devida vênia, discordo do Jener que o fundo musical ficou alto. Ficou em bom volume. Achei muito boa a idéia de um fundo musical!

  4. Alexandre Magno

    Por que disponibilizar em ZIP, se o MP3 já é um formato compactado? Caso se ganhe alguma coisa no espaço, talvez não valha a pena o ZIP em detrimento do MP3, por causa da menor praticidade que se tem para descompactar o ZIP. Minha sugestão é disponibilizar o link para o MP3, que inclusive, quem acompanha o blog por feed RSS, através do Google Reader, já recebe.

    Quanto às sugestões para o nome do podcast, acredito que só poderão vir – ou serem melhores – caso se escreva um post, ou se grave um podcast apresentando ou discutindo a proposta do podcast como um todo.

  5. Alexandre Magno

    Quanto às sugestões para o nome do podcast, acredito que só poderão vir – ou serem melhores – caso se escreva um post, ou se grave um podcast apresentando ou discutindo a proposta do podcast como um todo.

    É… eu devia ter ouvido o podcast antes de comentar esse post.

    Logo no início desse podcast o Jorge Ferraz faz comentários que podem responder à necessidade sobre a qual eu falei acima.

  6. Alex A. B.

    Talvez o nome poderia ser Pequenas Preleções Católicas ou simplesmente Preleções Católicas.

  7. vanderley

    Jorge o som (da música) está alto.

    Ela tira a atenção/atrapalha o que está sendo dito.

    Talvez seria melhor mante-lo na introdução ou

    mudança de assunto.Evite o “fundo” musical.

    O assunto é ótimo.

    E ele acaba se desdobrando em diversos sub temas

    se você puder desenvolver, por exemplo:

    – Sobre a Lei Natural (você explicou um pouco) – O que seria , de onde provém,etc

  8. Jailson Oliveira

    O conteúdo está ótimo.

    Achei a música, apesar de muito bonita, um pouco alta. De fato, em alguns momentos, desviou minha atenção.

    Parabéns Jorge!

  9. Jorge Ferraz Post author

    A todos,

    Muito obrigado pelas considerações. Vou tentar melhorar no “fundo musical” na próxima vez.

    Alexandre, o .zip é somente para baixar. Acho mais simples, até porque alguns browsers estão já configurados para tocar automaticamente quando se clica em algum link .mp3; além disso, em alguns lugares, o proxy barra arquivos .mp3 (enquanto não faz o mesmo com .zip). O trabalho de rodar o winzip para recuperar o arquivo parece-me mínimo.

    E, vanderley, posso tentar falar um pouco sobre a Lei Natural da próxima vez.

    Em linhas gerais, o assunto está claro? Eu falo muito depressa? Deixo de falar coisas que são importantes? O assunto tem relevância? Ficaram mais dúvidas?

    Obrigado a todos,
    Jorge

  10. Alexandre Magno

    Jorge Ferraz:

    Em linhas gerais, o assunto está claro? Eu falo muito depressa? Deixo de falar coisas que são importantes? O assunto tem relevância? Ficaram mais dúvidas?

    Será que pessoas que ouvem mas “não conseguem” entender não estariam em ignorância invencível? Tenho a impressão de que existe muita gente nessas condições, que por isso acaba abraçando outra Fé. Nesse mundo é muito fácil ser vítima de algo ruim, e uma das formas de ser vítima é ter o entendimento prejudicado. Talvez muitas daquelas pessoas venham a ser salvas, mas por enquanto sejam apenas peças de um “jogo misterioso”. Por que não?

  11. Ricardo

    Prezado Jorge Ferraz,
    O Senhor falou falou falou e não fundamentou essa sua assertiva com base nas Sagradas Escrituras. Só cita Dogmas, tradições e enciclicas de Papas e “Santos”

    Talvez esse video te ajude:

    Uma Comparacao da Verdade Biblica com o Catolicismo

    http://www.youtube.com/watch?v=K5cTa8rScfE&feature=related

    Assista o video. é muito esclarecedor. Um EX-PADRE da Irlanda resolveu estudar profundamente às Sagradas Escrituras e compara-lá ao Catecismo da Igreja Católica.
    O Resultado é surpreendente.
    Só permanece no erro quem quiser.

  12. Pingback: Deus lo Vult! » Podcast III – Lei Natural, Ignorância Invencível, Nulla Salus y otras cositas más

  13. Sidney Rodrigues

    Querido Jorge.
    Não estou aquí para criar polêmica. Sou um estudioso da história do Cristianismo no mundo. E não venho confrontar a sua verdade religiosa. Acho muito conveniente seu site. Mas que tal ler a história da igreja primitiva e as igrejas do novo testamento.
    O livro Rastro de sangue, entre tantos conta parte desta história.

  14. Jorge Ferraz Post author

    Querido Sidney,

    Conheço relativamente a literatura patrística. E, já que és um estudioso do Cristianismo, gostaria de sugerir uma obra fundamental para se entender a história da Igreja Católica: a “História Eclesiástica” de Eusébio de Cesaréia.

    Abraços,
    Jorge

  15. Alexandre Magno

    Sobre esse assunto do podcast, Dom Aloísio R Oppermann – scj, Arcebispo de Uberaba, escreveu o artigo “Igreja, instrumento de salvação“. Pode ajudar aos que aqui chegam.

    O bispo disponibiliza e-mail para contato:
    [email protected]