Lex orandi, lex credendi

closeAtenção, este artigo foi publicado 7 anos 1 mês 4 dias atrás.

[O vídeo é via Exsurge, Domine!, com os meus agradecimentos também ao Fabiano Rollim que mo havia encaminhado por email. Suscita perguntas curiosas sobre o que está acontecendo em Pernambuco, no Brasil, no mundo.

Amanhã pela manhã cedo, audiência na cúria com o senhor Arcebispo. Recife pede orações.]

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

7 thoughts on “Lex orandi, lex credendi

  1. Pedro Lidio

    No finalzinho ele pede um dinheirinho que ninguém é de ferro… direitinho como deve agir um bom “ministro do altíssimo”

    Fala sério…!

  2. Pingback: Tweets that mention Deus lo Vult! » Lex orandi, lex credendi -- Topsy.com

  3. Maria

    O Michael Voris é excelente. Vael à pena fazer uma assinatura gratuita e receber diariamente por e-mail esses vídeos curtos, mas muito bem feitos como esse. Penso que ele vai direto no ponto e não tem papas na língua.

    Quanto a pedir dinheiro para produzir os vídeos não vejo problema algum, afinal quem vai pagar as contas dele enquanto ele estiver trabalhando para fazer um excelente trabalho.O problema é pedir dinheiro para oferecer porcaria. E os vídeos curtos são oferecidos gratuita e diariamente aos assinantes.

  4. tomas de jesus

    Todo protestantismo começa do mesmo jeito: críticas às decisões recentes dos papas, insinuações de ilegitimidade da fé do grosso do povo e da maioria dos Bispos católicos e pedido de dinheiro. Esse Voris parece um mestre em insinuar absurdos sem dizê-lo, isso não é cristão. Coisas como “não quero dizer que é uma conspiração maçônica…” significam, da forma colocada, simplesmente “deve ser uma conspiração maçônica, e eu sou o único inteligente o suficiente para percebê-lo”. Abram os olhos, amigos: a Igreja é o corpo místico de Cristo, e o discípulo não deve almejar ser maior que o Mestre.

  5. Miguel Frasson

    Prezado tomas de jesus

    Todo protestantismo começa do mesmo jeito: críticas às decisões recentes dos papas…

    Não entendi sua alfinetada. No video, qual é a crítica a decisões recente dos papas? Seria o fato dos bispos ignorarem João Paulo II e coibirem a Missa tridentina? E a pífia implementação da Summorum Pontificum? E ignorarem os santos padres que ordenam o uso da batina a todos os padres? E o uso do confessionário, sempre foi obrigatório no pós-concílio (Paulo VI já o dizia), e que João Paulo II mandou que retornassem no motu proprio Misericordia Dei? Assumindo como verdadeiras suas idéias, concluimos delas que estes “fiéis” bispos e padres católicos seriam protestantes.

    O supérfluo termo “recentes” também mostra seu amor ao “aggiornamento”. Vale o “recente”, não importa o valor. O magistério “antigo” dos papas seria ultrapassado. Só que tem decisões recentes que os bispos e padres preferem que não existissem (por exemplo, Summorum Pontificum).

    Você parece não ver que existe uma grave crise na Igreja.

  6. Eleutério Gasspodin

    Religiões, papas, pastores, padres, leigos metidos a pregadores e demais safados que andam pelo mundo mentindo, prometendo milagres e vida eterna achacando os humildes e incautos, (sim porque os ricos e espertos usam as igrejas para beneficio propio e não porque crêem em suas baboseiras),em vez de terem um trabalho digno, vivem como pricipes enquanto a maioria do povo enfrenta dificuldades, e depois se o povo cansa e se revolta, e acontece o que aconteceu na Russia e em outros paises com o comunismo ai eles se fazem de vitimas, de perseguidos por pregar a palavra de Deus etc… sendo que o menos que faziam era dar exemplo e divulgar a mensagem de Cristo, digo isto por conhecimento do que se passou na Ucrania em 1917+ou- pois meu avô materno veio de lá e contava as causas do surgimento do comunismo, e sempre afirmava: o comunismo não é bom mas só apareceu por conta dos abusos dos padres e dos ricos, (nobreza altas hierarquias religiosas etc…) e o povo vivia oprimido em quase escravidão e só tinha um direito: Rezar e trabalhar,(Ora et labora como aida hoje pregam alguns bispos brasileiros) Por isso pensem bem quem abusa da paciencia do povo , uma hora eles abrem os olhos e dai salven-se quem puder!!!

  7. Pedro A

    No entanto, o avô do Eleutério preferiu deixar a Ucrânia soviética para vir para o Brasil onde há religiosos e ricos opressores.