“Hoje, no Brasil, (…) é um absurdo que não haja a descriminalização [do aborto]” – Dilma Rousseff

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 10 meses 20 dias atrás.

Eis, novamente, em um vídeo curto, claro e direto, a sra. Rousseff afirmando com todas as letras que é um absurdo não haver no Brasil a descriminalização do aborto. Mais uma vez, está exposta claramente, nas palavras dela própria, a posição da candidata petista à presidência do Brasil.

Diante disso, de que valem os elogios criminosos de Gabriel Chalita et caterva? Que os católicos não se deixem enganar por lobos em pele de cordeiro. Saibam, todos, o quê exatamente estão apoiando quando conferem o seu voto à senhora Dilma Rousseff. A despeito do que digam os políticos da Canção Nova.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

4 thoughts on ““Hoje, no Brasil, (…) é um absurdo que não haja a descriminalização [do aborto]” – Dilma Rousseff

  1. juliete

    Católicos não vota em candidatos abortista, que a Dilma o é, NINGUÉM pode dizer o contrário, isto está claro. Que os homens são corruptos, isso tambem é evidente, e o sr. Gabriel Chalita é um verdadeiro exemplo disso. A Canção Nova tem apresentado ele como candidato a ser votado, isso temo muito, só espero que quando vierem os escândalo não envolvam o nome da Igreja Católico nesse negócio sujo.

  2. Karina

    Só não enxerga que Dilmalinha e o PT são favoráveis ao aborto quem não tem o dedo mindinho…

  3. Leandro

    Hoje é notícia em todos os jornais que a Dilma e o PT devem retirar a questão do aborto do plano de governo e do partido.
    Seria uma grande vitória se eu acreditasse em palavra de política, que para mim hoje vale uma colher de sopa cheia de titica de galinha.
    Proponho uma campanha para ajudar a cara Dilma a demonstrar seriamente os seus intentos. Que ela assine o documento do Brasil sem Aborto. Na frente das câmeras, dentro da CNBB, com muita publicidade.

  4. Pingback: Refutação de carta contra o pe. Paulo Ricardo | Deus lo Vult!