Eis o futuro do Brasil

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 9 meses 19 dias atrás.

Eis o que nos espera ao final do mês. Eis os dois monstros, lado-a-lado: a face de ambos em desarmoniosa sintonia, em uma horrorosa complementaridade que, olhando o todo, faz lembrar o próprio Satanás [agradecimentos ao Carlos Ramalhete, na lista tradicao-catolica, pela foto e sua descrição].

Eis quem está disputando o cargo máximo da nossa Pátria! Como já era esperado, Alien vs. Predador, Satanás vs. Belzebu. Não sei se o responsável por esta foto – publicação original n’O Dia – tinha a intenção de pôr às claras o monstro parido do conluio entre o PT e o PSDB, mas ele o conseguiu perfeitamente. No Dia das Bruxas, será blasfemamente sacramentada a grande farsa de impôr ao povo brasileiro a opção por um dos dois lados da mesma face. Por um dos dois lados do rosto de Satanás.

Eis, portanto, evidente e com redobrada clareza, a premente necessidade de rezarmos e rezarmos e rezarmos mais pela salvação do Brasil. Na completa e absoluta ausência de perspectivas no horizonte, na total incapacidade de ações meramente humanas, precisamos confiar na Divina Providência e, de olhos elevados ao Céu, esperar que do Altíssimo nos venha a Salvação – contra todos os prognósticos e para além de qualquer coisa que podemos até mesmo imaginar. Das mãos da Virgem Santíssima, Senhora terrível ut castrorum acies ordinata, é que nos poderá vir o socorro neste momento terrível, no qual Satanás – com metade do rosto da Dilma e, a outra metade, do Serra – já se ri e zomba do povo brasileiro.

Rezemos! Esta aqui é a Terra de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. E o Dia das Bruxas é também a véspera da solenidade de Todos os Santos. Que todos os justos no Céu, diante do Trono do Altíssimo, possam interceder pelo Brasil. Que seja em nosso favor a Virgem Soberana; que Ela, com o Seu valor, possa nos livrar do inimigo que arremete furiosamente contra nós.

http://odia.terra.com.br/portal/brasil/fotos/10/10/04_dilma_serra_2turno450x302.jpg
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

30 thoughts on “Eis o futuro do Brasil

  1. Giovana

    Meu Deeeeeeeeeeeeeeeeeeus!
    Isto para mim é algo torturante demais!
    Tento tirar meus olhos, mas não consigo é mais forte que eu! Volto para olhar…
    Tento não pensar, mas toda hora vem à minha mente a Classe II da Dilma e aquele resíduo alimentar entre os Incisivos (Central e Lateral)esquerdos do Serra!!!!

    Realmente a visão do inferno!

    kakakakakakakakakakkakakakakakakakaka.

  2. Lampedusa

    Ainda que concorde totalmente que os dois candidatos tenham sérios problemas em relação à moral natural, não me parece razoável colocá-los em pé de igualdade quanto a esse mesmo aspecto.

    Isso sem contar com a posição dos partidos de cada um em relaçao ao aborto.

  3. Blog Mallmal

    Jorge, meu caro.

    Faz tempo que não comento por essas paragens.
    Já percebeu que a Marina detém os votos do Cristianismo radical e tenciona passá-los para o Serra?
    Percebeu, também, que a campanha deste último será completamente demagoga nesse sentido?
    Pergunto, ainda, por que motivo a CNBB não forçou a candidatura de Alckmin para a presidência, tendo em vista seu claro alinhamento com a OD?

    (acho que este é o primeiro comentário que faço para acrescentar e não para antagonizar por aqui! heehehehe – sinal dos tempos)

    Grande abraço!

  4. Marcos

    Concordo plenamente com Lampedusa.
    Colocar Dilma Roussef e José Serra no mesmo nível de perversidade é um erro. O progressismo de Serra, ainda que detestável, é, evidentemente, muitíssimo menos letal que o de Dilma.

  5. Rogério

    Jesus Cristo onde iremos parar não sei uma abortista falsa e mentirosa sem expressão,que vive na sombra de outro como a lua que só brilha porque o sol a ilumina. Uma prepotente que chega a dizer que nem “Deus tira essa eleição dela” eu vi na internet a ficha suja dela feita no regime militar é espantosa.O Serra dizem que é maçom, Deus nos livre do mal neste final de mundo.

  6. vanderley

    Bola fora Jorge !! Mesmo eu não sendo defensor
    incondicional do Serra.

    Igualar os 2 candidatos e os 2 partidos é prá lá de
    exagero e irresponsabilidade.

    O Brasil, como sempre, vai depender dos votos do Sul,
    Sudeste e Centro-Oeste.

    O resto do pais já se vendeu para a bolsa-esmola petista.

    É claro , tem os idealistas do mundinho , com
    candidatos moldados de acordo o figurino católico.

    Como não existe tal candidato, posar de Pilatos é
    o mais conveniente e o mais confortável.
    Não tem como errar.

    Mas para os mortais normais, precisamos escolher um
    nem que seja “o menos ruim”. Pelo menos não vamos
    nos omitir.

    É claro, existe a possibilidade de errar.
    Mas muito pior é fazer anti-campanha pró Dilma.

    Mas pensando bem , se a Dilma se eleger vai ser muito
    “divertido” acompanhar seu blog.

  7. Jorge Ferraz Post author

    Prezados,

    Obviamente, isto aqui não é uma campanha “pró-Dilma”. E, se alguém fizer semelhante ilação, estará – para além de quaisquer dúvidas – extrapolando absurdamente as intenções do autor.

    Outrossim, não é a primeira vez que eu faço a comparação do “Alien vs. Predador”; basta ver o texto cá do Deus lo Vult!, de mais de dois meses atrás, que eu linkei no corpo desta postagem.

    Não é necessário um candidato “aos moldes católicos”. Basta que ele tenha um mínimo de respeito à Lei Natural – coisa que nem a sra. Rousseff e nem o sr. Serra possuem.

    É sempre possível alguém defender a licitude de se votar em um abortista, comunista e gayzista como tentativa desesperada de se evitar um terceiro mandato petista. Não vou entrar neste mérito. Contanto que não se vote no PT, não me sinto em condições de emitir juízos morais sobre os votos de ninguém. No entanto, é ponto pacífico – até mesmo entre os que defendem o voto no PSDBista – que o José Serra não é a solução para absolutamente nada. E é isto que este post diz.

    Alguém pode dizer que a face esquerda de Satanás é pior do que a sua face direita. Tal possibilidade não está afirmada nem negada por este post. O ponto, aqui, é a trágica situação à qual chegamos, e a necessidade de se rezar por um milagre dos Céus – porque, cá na terra, estamos entre as duas faces de Lúcifer, que se ri de nós.

    A comparação com Pilatos raia à blasfêmia, porque Pilatos não quis tomar posição entre um Justo e um criminoso. E o José Serra não é comparável a Nosso Senhor – portanto, a analogia é totalmente descabida. Aqui, estamos tratando de dois criminosos.

    E a maior parte dos motivos – ou, pelo menos, os motivos mais graves – levantados para se defender a imoralidade de votar na Dilma Rousseff podem ser também aventados para se atacar o voto no José Serra. Isto, considerando isoladamente os dois candidatos, imagino que esteja para além de qualquer discussão. O problema surge quando estão Satanás e Belzebu disputando um contra o outro. Não imagino que esteja já pacificada a solução para semelhante problema.

    Por fim, eu acredito em milagres. A face PSDBista de Satanás tem o mês inteiro para agir como oposição de verdade e, caso o Serra se apresente como um candidato minimamente aceitável, eu serei o primeiro a apoiá-lo com entusiasmo. No entanto, enquanto o sr. Serra estiver agindo como um verdadeiro [CENSURADO] e fazendo de palhaços os eleitores brasileiros na sua troca de afabilidades com os criminosos que, hoje, estão no poder, não receberá flores de mim. Não é do meu feitio incensar quem não merece, mesmo que seja “a única opção” possível. Reservo-me o direito de mandar tanto Satanás quanto Belzebu para o inferno.

    Abraços,
    Jorge

  8. Carlos

    Concordo que os dois, pessoalmente, são péssimos.
    Mas a Dilma, além de ser pessoalmente péssima, tem o maldito PT nas costas.
    Depois de tanto tempo e de tantas orações, e depois de conseguirmos levar a coisa para o segundo turno, vem este post dizer que não adiantou nada… Que é tudo a mesma coisa… É um balde de água fria. Pensava que a luta do momento era tirar o PT da Presidência do país. Por que não avisaram antes? E por que, então, a campanha de Terços? Sinto-me enganado. Mandou mal, Jorge.

  9. Carlos Renê

    Serra, um “incêndio limitado”

    (palavras de Dom Pestana sobre este crítico momento eleitoral)

    Neste momento, muitos perguntam em quem votar para Presidente da República. Dilma Roussef (PT) e Marina Silva (PV) pertencem a partidos explicitamente comprometidos com o aborto. O partido de José Serra (PSDB) não é abortista, mas o candidato assinou, em novembro de 1998, quando era Ministro da Saúde, uma Norma Técnica que instituiu a prática do aborto no Sistema Único de Saúde em nível federal, para crianças de até cinco meses supostamente concebidas em um estupro. A introdução oficial do financiamento do aborto pelo SUS é uma mancha no histórico de Serra que escandaliza muitos eleitores.

    Sem negar a gravidade do ato praticado pelo então Ministro, o Bispo Emérito de Anápolis Dom Manoel Pestana Filho afirma que votar em Serra seria escolher um “incêndio limitado” em vez de uma “catástrofe incontrolável”. O Bispo acredita que as raízes cristãs de Serra – que já foi simpatizante da Juventude Universitária Católica (JUC) – não o deixarão “ir tão longe e tão fundo”. Crê ainda que haja esperança de conversão para esse candidato, esperança essa que absolutamente não existe para Dilma e Lula.

    De fato, Serra nunca foi um “militante” abortista. A Norma por ele assinada, por abominável que seja, não foi de sua autoria. Já estava elaborada por militantes pró-aborto quando ele assumiu o Ministério da Saúde. Como Ministro, ele deixou-se enganar pela falácia de que no Brasil o aborto é “legal” quando a gravidez resulta de estupro, confundindo assim a não aplicação da pena (“não se pune…”) com a licitude da conduta (art. 128,II, CP). Nada disso justifica o que ele fez, mas serve como atenuante. Ao contrário, não encontramos nada de atenuante na política “furiosamente abortista” dos dois governos Lula.

    Leiamos a mensagem de 25/08/2010 enviada por Dom Pestana a José Serra com o título sugestivo “Carta de apoio eleitoral”:

    SERRA UM “INCÊNDIO LIMITADO”

    Conheci o Sr. jovem ainda, simpatizante da JUC, num encontro em SP. Parecia-me inclinado à esquerda, um pouco deslumbrado, mas confiável. Acima de tudo com raízes cristãs. Lá estava também, se bem me lembro, o Plínio de Arruda Sampaio.

    Eu era uma figura discreta, de batina preta, sonhando no inicio do sacerdócio com dedicar-me ao trabalho de formação de líderes cristãos, capazes de pesar positivamente no futuro da Igreja e da Pátria. Tempo de belos sonhos, ainda muito ingênuos mas decididos.

    Mais tarde, encontrei-o poucas vezes, antes de vê-lo em Brasília, no Ministério da Saúde, quando protestava contra a sua Portaria que abria a porta ao aborto “legal” (!)[1].

    Pudemos nos ver em Anápolis, na inauguração da Universidade de Goiás, quando ameaçou, em alta voz, prender o Pe. Lodi na sua campanha heróica.

    Agora estamos diante de uma encruzilhada trágica, entre o PT, furiosamente abortista e desabridamente amoral, e a sua posição também sanguinária, mas por enquanto mais comedida, porque creio que a sua história e as suas raízes não o deixarão ir tão longe e tão fundo.

    Agora não se trata de escolher o menor mal, mas entre uma catástrofe incontrolável e um incêndio limitado.

    Penso que os responsáveis entre nós por essa avalanche continental da esquerda revanchista, pelo menos rezem (Oxalá ainda se lembrem de rezar!), para que o Serra se converta porque com Dilma e Lula não creio haver a mínima esperança de conversão.

    Assim, ao menos a maldição do aborto não se perpetue com o desmantelamento da moral e possamos voltar a tempos melhores, que não me parece que mereçamos, devido ao nosso arrefecimento religioso e à busca desenfreada e imoral de vantagens, com toda espécie de capitulações traidoras.

    Resolvi escrever estas linhas devido à minha preocupação pelo futuro desta Pátria tão cheia de maravilhas, talvez um gigante ainda adormecido em berço esplêndido, mas que poderá conhecer dias melhores se tiver filhos dignos, que saibam defender a vida em todos os momentos.

    Dom Manoel Pestana Filho

    Bispo Emérito de Anápolis – Goiás

    FONTE: http://www.providaanapolis.org.br/index1.htm

  10. Sergio Luis

    Jorge,

    Com todo o respeito e admiração que tenho por vc e pelo seu blog (que é inspiração para o meu), acho que este post foi uma tremenda bola fora.

    Não acho justa a comparação, do modo como foi feita, de Dilma com Serra. José Serra não faz parte de um plano para implantar o comunismo no continente, não faz parte do Foro de São Paulo, não é amiguinho de Chavez e de Mahmoud Ahmadinejad, não tem um PNDH, não quer calar a boca da imprensa e proibir os cristãos de se manifestarem publicamente, não quer agredir a liberdade de consciência e de expressão, não tem ligação com as FARC… enfim, são muitas as diferenças…

    Se Serra é um inimigo, é um inimigo mais fácil de se combater…

    Aprendi com o Padre Paulo Ricardo e com o Olavo de Carvalho que é preciso fazer análise de conjuntura e trabalhar com a realidade, do jeito que ela é… Afinal rezamos os terços para quê? Só com muita ingenuidade se podia achar que não era o Serra quem chegaria ao segundo turno. E mesmo se fosse a Marina, acho ela mais parecida com a Dilma do que o Serra…

    Se Serra é inimigo a ser combatido, pelo menos deixemos para combate-lo no momento certo, depois de 31 de outubro… Agora, vivemos outro momento.

    Um abraço.

  11. Jorge Ferraz Post author

    Caríssimos,

    Por gentileza. O Serra não é a salvação do Brasil, e não é por isso que estamos rezando. Aliás, é contra esta mentalidade que tenho insistido em me levantar, não sendo – repito-me – este post a primeira vez que faço isso. Foi avisado, sim, por mim próprio, há pelo menos dois meses, que as eleições presidenciais deste ano estavam se encaminhando para serem o embate entre o Alien e o Predador. Nenhum dos dois monstros fez absolutamente nada desde então que pudesse modificar esta minha posição. Portanto, não há surpresa em que eu venha… repetir-me!

    De novo, a única coisa que isto significa é o que está dito: os dois candidatos são duas faces do mesmo mal, de modo que é necessário redobrar as orações. Se alguém acha que deve apoiar a face “mais branda” de Lúcifer, sinta-se à vontade para fazê-lo [o único voto moralmente injustificável é o voto no PT]. No entanto, é grande a tentação de identificar o sr. José Serra com as respostas às nossas orações. Tomemos cuidado para não cair nesta blasfêmia. Estamos pedindo ao Altíssimo muito mais do que um comunista vendido.

    Abraços,
    Jorge

  12. Pingback: Eis o futuro do Brasil « Vida, dom de Deus

  13. Pe.MateusMaria

    Caro Jorge, a paz!!!

    Padre José Augusto da Canção Nova na homilia de hoje do dia 05/10/2010, toma uma posição clara contra o PT, e diz “No PT eu não voto, e não voto em ninguém coligado ao PT”,e dá a suas motivações religiosas!!

    Que homilia profética irmãos, pois ela diz a verdade sobre a situação do nosso pais, e insentiva o povo católico, cristão a se unir e se pronunciar em massa, pelas leis de Deus, pela liberdade religiosa e pela vida!!

    Assista os vídeos, clique no link abaixo:

    http://nossasenhorademedjugorje.blogspot.com/2010/10/pe-jose-augusto-da-cancao-nova-nao-fica.html

    Parabens Pe. José Augusto, por dizer a verdade, por não se calar na Igreja de Deus, e tomar uma posição concreta, por não ficar em cima do muro como muitos sacerdotes e pastores!!! Louvado seja Deus pelo teu sacerdócio!!!

    Como seria bom que os Bispos da Igreja e os padres, tivessem a ‘Coragem’ de dizer a verdade como este sacerdote, mas graças a Deus, embora se conta nos dedos das mãos os Bispos que se pronunciaram, a favor da vida e de Deus, a eles nós queremos dizer: “Obrigado por não calar a palavra de Deus! Estamos convosco, que estais com o Papa, com a Doutrina da Igreja, lutando pela causa de Deus e não por interesses próprios e partidários” Obrigado aqueles que estão provando que são de Deus!!!

    Parabens padre Jose Augusto, estamos contigo e com Pedro!!!!

    Faça a tua parte, encaminhe este e-mails a todos os teus contatos, baixe os vídeos, publique em vossos blogs, orkut’s, sites, facebook, twitter, enfim use da internet e de todos os recursos nela luta pela vida!!! Não se omita, faça a tua parte.

    “Que o Senhor que é rico em Misericórdia vos abençoe: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!”

    Permaneçamos Unidos em Oração com Maria!

    Vos quero bem!

    Pe. Mateus Maria, FMDJ

    Panie Jezu Ufam Tobie

  14. Leandro Lopes

    Pe Mateus Maria

    Precisamos é do e-mail do Padre Jose Augusto para mandar todas as mensagens de apoio possíveis.
    Já fui no site da Canção Nova e não encontrei. Se alguém tiver espalhe para ele saber que não está só e que seu apelo foi ouvido.

  15. Renato

    Mallmal, a CNBB apoiar conservador!?

    Em que mundo você vive rapaz?

    A CNBB é claramente de esquerda e anti-católica! E mesmo se ela viesse a apoiar uma candidatura do Alckmin, não seria grande coisa visto que esse senhor é ligado a maçonaria.

    Mallmal continua burrinho!

  16. Alvaro

    Não gosto do Serra, mas ele é um mal menor. Como alguns disseram acima, por trás da Dilma vem um caminhão de diabinhos. O Serra é uma incerteza quanto a questões como o aborto e homossexualismo, a Dilma é a certeza da promoção do aborto, da promiscuidade, do homossexualismo, da “revolução agrária”, do fim da imprensa livre…. enfim, da venezualização do brasil.
    Particularmente me resta, infelizmente, fazer campanha para o candidato do PSDB.
    Abraço.

  17. Karina

    Bem, Serra Simpson também não é lá do meu maior agrado. Mas acho que o “diálogo” com ele será muito mais fácil.

    Acredito que, com o PT, a história de “estado Laico” vai ser entendida ao pé da letra. E danem-se os valores morais. Sem diálogo. Qualquer um que ousar se opor às verdades feministas, gayzistas e outros istas mais, será considerado xiita. Já estamos vivendo isso, amigos, não é ilusão.

    Fora que eu olho muito o cenário internacional, com “los hermanitos del PT”. Nada agradável. Zapatero, Chavez, Sarkozy… tutti buona genti!

    O PSDB é menos radical, acredito eu.

    Mas, que esse ano está difícil, está.

  18. Magna

    Leandro Lopes,
    vai no “fale conosco”; enviei o meu apoio por lá. Justiça seja feita, até que fim alguém desta emissora quebrou o bom mocismo, o politicamente correto…

  19. Leandro Lopes

    Por favor,

    Segura o post pois o e-mail do padre Jose Augusto acabou de retornar como Undelivered.

    Obrigado

  20. Olegário

    Quem disse que a poderosa e onipotente rede católica de televisão Canção Nova não haveria de se manifestar sobre as eleições, errou.

    Eis aqui:

    “A Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação vem a público para reafirmar que não apóia, não subsidia e não possui vínculos com partidos e candidatos.

    É necessário ressaltar que não autorizamos, bem como não aprovamos manifestações isoladas de apresentadores, colaboradores e engajados.

    E, em especial, sobre o episódio desta manhã, 05 de outubro, não autorizamos o pronunciamento público do sacerdote Padre José Augusto Souza Moreira sobre o Partido dos Trabalhadores, bem como a opinião do mesmo representa tão somente seu pensamento, não sendo em hipótese alguma o pensamento da instituição.

    Lamentamos o ocorrido e manifestamos mais uma vez nossa obediência aos princípios democráticos, na legislação eleitoral em vigor e na crença de que o povo brasileiro saberá, com critério e sabedoria determinar o seu futuro nas urnas.

    Wellington Silva Jardim
    Presidente da Fundação João Paulo II”

    ***

    Pronto. Ela deu o recado.
    Está isenta de qualquer manifestação contra quem quer que seja o partido ou seu candidato.
    No caso aqui, a Dilma e o Pt, é claro…

    Abraços.

    Olegário.

  21. Ivo Alves

    No primeiro turno, votei no melhor: Eymael.

    No segundo, devemos, necessitamos escolher o mal menor: Serra. Infelizmente é o mal menor. Dom Pestana recomendou que votássemos nele, por enxergar nele uma perspectiva de conversão, que francamente, em Dilma é infinitamente mais remota.

    Se formos analisar a questão abortista, ambos não estão empatados, pois Serra defende o aborto circunstancial do CPB (tudo bem que ele deu uma bela viajada na maionese ao fazê-lo. Uma senhora viagem) e Dilma defende o aborto livre e gratuito.

    “Ah, mas o Serra é maçom”, vocês podem dizer. Prefiro um maçom que tem claro posicionamento acerca do aborto – contra o aborto livre e a favor do aborto circunstancial – a uma mulher relativista (que diz que Nossa Senhora é uma deusa-mulher e se diz católica) e abortista. Claramente Serra é o mal menor.

    No segundo turno, não sou eleitor de Serra. Sou antidilma. Lembrem-se: anular o voto é deixar o resultado do pleito nas mãos dos petistas.

    Pax Domini.

  22. Karina

    “Lembrem-se: anular o voto é deixar o resultado do pleito nas mãos dos petistas”

    Faço minhas as suas palavras.

    E viva a democracia brasileira, que iguala a indignação do eleitor a um simples erro de digitação.

  23. Carlos Renê

    Como remissão, sugiro ao caro Jorge que coloque no site o seguinte artigo.

    Reinaldo Azevedo

    O ABORTO, OS PETISTAS, A LÓGICA DO “VOCÊ TAMBÉM” E AS MENTIRAS

    Os petistas, quando flagrados numa ilegalidade ou numa posição considerada incômoda, têm uma primeira e imediata resposta: “Você também!”

    Dilma, como se sabe, era favorável à descriminação e/ou legalização do aborto — defendeu as duas coisas, que, no caso, resultam em uma só — até abril de 2009. Já era a pré-candidata de Lula à Presidência, sem nenhuma dúvida. Aí resolveu descrever um arco para não atracar no cais. Ao perceber que a tese não é muito popular entre os brasileiros, embora seja uma resolução aprovada pelo congresso do PT, que todo militante (ela é uma) tem a obrigação de defender, começou a se dedicar à arte da “engrolação”, um neologismo a que recorro, a partir de um quase arcaísmo: o verbo ENGROLAR.

    Pois bem. Os petistas, na rede, agora decidiram acusar Serra de suas coisas: a) de ter aprovado a pílula do dia seguinte; b) de ter aprovado o aborto em caso de estupro.

    Duas mentiras:
    1) A pílula do dia seguinte é anterior à gestão de Serra no Ministério da Saúde;
    b) o Código Penal não pune o aborto em caso de estupro e risco de morte da mãe desde 1940. Serra não era nem um feto ainda. Nasceu em 1942! A norma técnica para o aborto em caso de estupro buscou apenas ordenar, no ambiente da Saúde, o que a lei não punia, protegendo a mulher. Mas atenção! Dois dos procedimentos necessários eram estes:
    1) “Informação à mulher – ou a seu representante legal -, de que ela poderá ser responsabilizada criminalmente caso as declarações constantes no Boletim de Ocorrência Policial (BOP) forem falsas.
    2) Cópia do Boletim de Ocorrência Policial.

    Em 2004, Humberto Costa, primeiro ministro da Saúde do governo Lula, baixou nova norma dispensando o boletim de ocorrência:
    “O Código Penal não exige qualquer documento para a prática do abortamento nesses casos e a mulher violentada sexualmente não tem o dever legal de noticiar o fato à polícia. Deve-se orientá-la a tomar as providências policiais e judiciais cabíveis, mas, caso ela não o faça, não lhe pode ser negado o abortamento”.

    Estes são os fatos no detalhe:
    a) Serra não autorizou a chamada pílula do dia seguinte;
    b) a legislação não pune o aborto em caso de risco de morte da mãe e de estupro desde 1940. O PT gosta de culpar Serra de muita coisa. Mas parece difícil responsabilizá-lo por uma lei cuja vigência antecede o seu próprio nascimento em dois anos, não é mesmo?

    Por Reinaldo Azevedo

  24. Pingback: Deus lo Vult! » Mais 1000 ave-maria’s pela salvação do Brasil!

  25. Karina

    Tá vendo, e olha que eu achava que a própria Norma Técnica Original já dispensava o Boletim de Ocorrência.

    Obrigada, Carlos, por trazer este texto do Reinaldo. Eu não tenho acesso aos textos dele.

  26. Lia

    De fato, é muito diferente apresentar ou não um BO. De fato, conseguir um BO é muito difícil! O Serra realment regularizou, permitiu que o aborto fosse feito até na gestação de 20 semanas (cinco meses). Não foi outro, foi ele. A legislação penal já não punia o crime (não descriminaliza, apenas não pune em razão da violência anterior), é verdade, mas o Serra assinou a norma que autorizou, facilitou e ainda utilizou dinheiro público para o comentimentos de abortos. Não defendam o indefensável. Melhor continuar atacando a Dilma a defender o Serra. Segue artigo de um sacerdote publicado em site juíridico: http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=6972

  27. Wilson Ramiro

    Parabéns.

    Esta tua postagem atinge o centro do alvo, muitas pessoas bem intencionada acabam eu seus comentários sendo parciais e tendenciosas.

    O PSDB é um partido de esquerda tanto quanto o PT.
    São companheiros de armas na busca da eliminação da moral judaico-cristã de nossa sociedade para num segundo momento implantar o socialismo.

    Votar contra o PT no segundo turno tem apenas como objetivo evitar que além de conseguir maioria no legislativo o PT também assuma a presidência, isto faria com que o “partido” tivesse poder de decisão sem precisar negociar nada, isto seria a implantação do inferno no Brasil.