O desespero dos petralhas

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 10 meses 7 dias atrás.

O petralhismo desesperado em época eleitoral chega a ser cômico. Num instante, surgidos “do nada” em verdadeiras hordas atropelando tudo o que estiver pela frente, aparecem raivosos os defensores da moral impoluta da sra. Dilma “abortista ex-terrorista” Rousseff e do Partido dos Trabalhadores.

Os “argumentos” são os mais estapafúrdios possíveis. Uma certa senhora está repetindo ad nauseam que “o presidente não é quem faz as leis” e, portanto, [único corolário que dá sentido ao arrazoado dela] não faz nenhuma diferença se a sra. Rousseff é abortista ou se não é. Oras, se então as posições políticas do presidente e de seu partido não fazem nenhuma diferença, por que então a militância aguerrida em favor da ex-terrorista e contra o seu oponente? Se os posicionamentos do presidente e de seu partido não têm relevância, afinal de contas por que votar na Dilma? De onde se vê, com clareza, a má fé de semelhante “argumentação”.

Outros dizem que o governo do PT não foi abortista porque “nada foi modificado” na legislação atual. Chega a ser cômico. Em primeiro lugar, houve modificação sim. Citando o pró-vida de Anápolis com os contadores de hoje [quinta-feira, 14 de outubro de 2010]:

Hoje faz 2129 dias que o ex-Ministro Humberto Costa divulgou mais uma Norma Técnica do Aborto em 15 de dezembro de 2004.

Hoje faz 2030 dias dias que o presidente Lula sancionou a Lei de Biossegurança, que permite a destruição de embriões humanos, em 24 de março de 2005.

Hoje faz 1869 dias dias que o Ministro Saraiva Felipe editou a portaria 1508, que oficializou a prática do aborto no SUS, em 1º de setembro de 2005.

Em segundo lugar, as políticas abortistas do PT são públicas e notórias, e é preciso ser muito cego ou muito mal-intencionado para não as ver. Remeto, de novo, a este vídeo chamado “Mãe do Brasil” que já publiquei aqui e que contém ampla e farta documentação provando, sem nenhuma possibilidade de engano, o escancarado abortismo petista.

Há, ainda, uns engraçadinhos dizendo que a Igreja não aprova nem desaprova candidato nenhum. Mentira, de novo: a Igreja proíbe o voto em candidatos e partidos abortistas e exige que os cristãos votem apenas naqueles que têm compromisso com o respeito incondicional à vida humana. Para não me alongar, deixo um link para o excelente apanhado que um comentarista do Deus lo Vult! teve a gentileza de preparar. Esta desculpa, portanto, também não cola. Se alguém quer imolar a própria consciência no altar do Partido Abortista, que o faça. Mas não invoque a cumplicidade da Igreja para esta imoralidade.

Há também os que fazem terrorismo comparando os indicadores econômicos atuais com os de 2002. Quanto a isso cabe dizer quanto segue:

1) cumpre deixar bem claro que o mérito do governo Lula foi o de dar continuidade à gestão anterior;

2) os profetas do Apocalipse deveriam, para dar sustentação às suas acusações, demonstrar com clareza como é possível projetar uma queda dos índices de desenvolvimento atuais a partir do plano de governo do adversário da candidata petista – porque, enquanto não o fizerem, estão apenas esbravejando histericamente sem nenhum fundamento racional e objetivo, uma vez que não há o mais remoto indício de que o desenvolvimento do país vá-se esfacelar caso o PT perca esta eleição; e

3) tal expediente é uma cortina de fumaça e uma escandalosa mudança de assunto, porque os que vêm com semelhante argumentação nem de longe entram no mérito do abortismo do PT. As questões que interessam aqui são: o PT é um partido abortista, sim ou não? É lícito apoiar com o próprio voto um partido abortista, sim ou não? O resto, é lenga-lenga de petralha desesperado.

Há, por fim, os que nos acusam de sermos “cabos eleitorais” do candidato PSDBista, acusação que é francamente risível e raia à insanidade – uma vez que os católicos fomos os que passaram os últimos doze anos denunciando o abortismo do sr. José Serra. Como eu já disse e repeti, entendo perfeitamente os que têm problemas de consciência para votar no candidato tucano por conta do seu passado recente – mas a estes resta somente anular o próprio voto, porque votar na sra. Rousseff é, como já explicado à exaustação, injustificado. No entanto, entendo também os que votam no Serra simplesmente como um voto “contra o PT”, por estarem convencidos de que esta é a única coisa possível a ser feita. O que não se pode achar justificável é votar na candidata do Partido dos Trabalhadores, depois de tudo o que o PT fez contra esta Pátria Amada na qual vivemos – isto, pelos motivos já amplamente expostos, não dá para justificar.

Não importam os uivos histéricos e o rasgar de vestes hipócrita dos petralhas et caterva. Contra eles, está a realidade dos fatos. O abortismo do PT, finalmente, veio à tona e está provocando – graças a Deus! – uma grande ruptura no cenário político nacional: de um lado, os ímpios “companheiros” do Partido com toda a caterva da petralhada vendida e, do outro, o bom povo brasileiro que é temente a Deus e abertamente contrário ao assassinato de crianças inocentes. E esta ruptura os guerrilheiros do PT não serão capazes de ignorar. Porque a Verdade liberta. E bendito seja Deus, pois não há nada escondido que não venha um dia a ser revelado. Caiu a máscara do PT, deixando à mostra toda a fealdade do seu imoral abortismo. E o povo vê. E, assim, não poderá mais ser enganado.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

27 thoughts on “O desespero dos petralhas

  1. anônima

    TENHO FÉ QUE ESTA ELEIÇÃO VAI VIRAR E QUE ESTA TAL DE DILMA VAI DESPENCAR DO SEU PRETENSO TRONO DE PODER.

  2. Carlos

    Essa Dilma Sapatão já perdeu. Já era.
    E os petralhas – que são TODOS boiolas – estão desesperados porque o casamento gay não vai ser aprovado. E eles queriam casar com o lula. E elas queriam casar com a dilma… já tinham até comprado o vestido de noivo(a). E não vão pagar, porque todo petista também é caloteiro.

  3. Mariana

    Jorge, não seja tão bobinho. O fato de o presidente não fazer as leis, nesse caso, é de suma importância. Primeiro, porque estamos falando de código penal, o que não pode, JAMAIS, ser legislado através de medida provisória, ou seja, depende sim do Congresso. O veto presidencial é muito pouco ou quase nada. E isso (puxa vida, vc é inteligente ou não?) não implica que as posições políticas de um presidente não importam. Como vocês têm mania de reduzir tudo radicalmente! Para mudar artigos do código penal, de fato, a posição do presidente pouco importa, mas para realizar e executar as leis já existentes em favor da população importa e muito!
    Pensa um pouco antes de escrever bobagens, ok?
    Para quem quiser, segue um interessante link subscrito por vários religiosos: http://www.advivo.com.br/blog/andre-luiz/se-nos-calarmos-ate-as-pedras-gritarao

  4. Jorge Ferraz Post author

    Dona Mariana,

    Em primeiro lugar, que o Congresso seja importante não há quem negue. O que afirmamos – e os petralhas nervosos estão tentando absurdamente negar – é que o presidente é também importante.

    Em segundo lugar, houve mudança na questão do aborto durante o Governo Lula, como já foi exaustivamente demonstrado. É preciso ser muito estúpido ou muito mal-intencionado para imaginar que a única maneira de favorecer o aborto no Brasil é por meio de medidas provisórias! Políticas de governo não contam? Normas Técnicas emitidas por ministérios? Nomeação de ministros? Direcionamento de recursos? Não sei em que mundo a senhora vive.

    Em terceiro lugar, o veto presidencial é uma barreira à legalização do aborto sim. Se fosse inútil como a petralhada está tentando fazer acreditar, não teria razão de ser.

    Abraços,
    Jorge

  5. Carlos

    Essa Mariana não sabe a besteira que está falando.
    Vá ler a Constituição para aprender que o Presidente da República, assim como qualquer Deputado ou Senador, tem iniciativa de apresentar Projeto de Lei. Aliás, é possível que a maioria das leis aprovadas no Brasil tenha começado com iniciativa da Presidência da República, que apresenta o projeto para ser votado pelas Casas do Congresso. Aí é só pagar o mensalão que está tudo resolvido.
    O problema desses petistas é que, além de maus, são muito burros.

  6. José Lima

    E ainda por cima, para dar credibilidade ao comentário, Mariana cita o manifesto subscrito por diversos “religiosos”. Vejamos alguns dos “religiosos” que firmaram tal manifesto: Dom Tomas Balduíno, Dom Pedro Casaldáglia, Leonardo Boff, Frei Beto e Cia. Ltda.
    ha-ha-ha
    Seria cômico se não fosse trágico…

  7. Carlos

    Se juntarem esses “religiosos” todos e fizerem uma reciclagem muito competente, o máximo que dá para tirar daí é um centro de macumba.

    É muito mais produtivo reciclar lixo mesmo.

  8. wilson Ramiro

    Estou passando para o email do meu pároco, todo o material sobre os objetivos do PT, se ele desejar até pode compactuar com o erro mas não vai alegar ignorância.

    ps já disse isto a ele pessoalmente.

  9. Mariana

    Jorge,

    você acaba de repetir a mesma bobagem. É claro que o presidente é importante, só que eu estou falando especificamente da mudança em uma lei federal!!!

    a única mudança que existiu em relação ao aborto (falo mudança concreta e não idéias ou pensamentos soltos, que qualquer pessoa pode ter e defender) foi a desnecessidade de se apresentar um Boletim de Ocorrência. Qualquer pessoa saber que qualquer um, apenas inventando uma hitória, consegue um BO sem qualquer dificuldade. Ou seja, a mudança foi praticamente NULA. E não venha ser hipócrita a ponto de dizer que isso faz TODA A DIFERENÇA. Se não eu que vou pensar que vc não é daqui desse país.

    Por último, voltando à mudança na legislação federal, ainda que haja veto, basta que exista maioria nas Casas Legislativas sobre o assunto que o veto é deixado de lado. Infelizmente, é quase que decorativo em algumas matérias, apenas retarda-se o que irá ocorrer.

    O que poderia ser feito em relação à regulamentação dos casos em que se permite o aborto já foi feito desde que o Serra assinou a norma técnica. Mais que isso só com mudança de lei e, meu Deus, é tão cansativo repetir, não é a vontade do presidente que prevalece e sim a da maioria do CN.

    Sintam-se à vontade, continuem a Guerra Santa, a Cruzada, vamos voltar ao tempo da Santa Inquisição.

    E viva o retrocesso político no Brasil!!!!

  10. Olegario

    Com relação aos bispos acima mencionados que assinaram a carta manifesto em prol do PT, ajuízo que isso tem tanto valor quanto citar as escrituras valendo – se de satanás.
    Mariana, minha filha, faça isso não…
    Saia do lado negro da força.

    Olegário.

  11. Lia

    Carlos, vá estudar a constituição você! Iniciativa é uma coisa, até o povo tem iniciativa e a maioria das leis não são de iniciativa do presidente não.

    Típico comentário preconceituoso de quem não vota no PT pq tem “nojinho” é dizer que os petistas são burros.

    Mariana, aoconselho você a nada responder, pois esse pessoal aqui é cego em relação à política brasileira!!!!

  12. Alexandre

    É patético. Vocês pensam que o que está em jogo é o aborto quando, na realidade, são as riquezas do PRÉ-SAL. Vocês (religiosos) não passam de joguetes na mão de um interesse bem maior da direita desse país em retomar o poder e vender o pré-sal. Até imagino o Serra super preocupado com a não descriminização do aborto. Deve estar pedindo ajuda ao FHC, que super acredita em Deus, inclusive.
    Em que mundo vocês vivem???

  13. Leonardo

    PT QUER IR ALÉM DO ABORTO. QUER APLICAR O CHAVISMO NO BRASIL. AINDA MAIS COM A MAIORIA ESMAGADORA QUE CONSEGUIU NO CONGRESSO. PROPAGANDA DE DILMA INDICA COMO VANTAGEM A DESGRAÇA PARA O BRASIL, POIS SE DILMA FOR ELEITA O CONGRESSO NEM PODERÁ CONTRARIAR A PRESIDENTE. VEJAM VÍDEOS DO JURISTA IVES GRANDA NO YOUTUBE QUE PROVAM QUE AS MAIS DE 500 MEDIDAS INDICADAS NO PNDH3 DO PT IMPORÃO A MESMA DITADURA DE CHÁVEZ AO BRASIL, COM UMA ALTERNATIVA À JUSTIÇA COMUM, CENSURA PRÉVIA A TODOS ARTIGOS DA IMPRENSA, ABORTO, MORDAÇA GAY, ENTRE OUTRAS COISAS COMO UMA NOVA CONSTITUIÇÃO FACÍLIMA DE CONSEGUIR COM ESTE NOVO CONGRESSO ESMAGADORAMENTE DE ESQUERDA! ACORDA POVO!

  14. anônima

    Eu sabia que os russomanos iam aprontar.JÁ ESTAVA ESPERANDO.
    ~PREVISÍVEL ATITUDES ASSIM PARA QUEM É ASSOCIADO Á MENTIRA.

  15. Francisco

    Nenhum dos dois candidatos é católico fiel. Todos os dois no fundo defendem o a aborto e tudo o que é contra a ética cristã. Neste caso o melhor é seguir o conselho dado no Apocalipse” Saia dela povo meu, para não ter parte em seu castigos.” e rezar para Jesus voltar logo e por ordem na Casa.

  16. Lampedusa

    É muita ingenuidade ou má fé da Mariana achar que a atuação e pressão do poder executivo não exerce nenhuma influência sobre o Congresso Nacional.

    Além disso, mesmo que aprovada uma lei a favor do aborto, a atuação do poder executivo é fundamental para a prática desses homicídios, pois dele dependerá a extensão da oferta desse “serviço médico” na rede pública, por exemplo.

  17. Carlos

    Lia, você ainda consegue ser mais burra que a Mariana. Parabéns! Não é pouca coisa.
    E o Serra vai virar. E o casamento gay não vai ser aprovado. E você vai continuar solterona. E não vai casar com a Mariana. E vai continuar frustrada e burra.
    Estrebuche, petista!

  18. Jorge Ferraz Post author

    Mariana,

    A única pessoa que está repetindo bobagens aqui é a senhora. Todo mundo sabe que a vontade que prevalece, no tocante à mudança da legislação, é – obviedade! – a do Legislativo.

    No entanto, entre “a vontade que prevalece é a do Legislativo” e “não faz nenhuma diferença a posição do Executivo” vai um abismo enorme que – repito! – só sendo muito cego ou mal-intencionado para não ver.

    Aliás, e aproveitando o assunto, também não é o Judiciário que faz as leis, mas há tentativas de se implantar o aborto no país por via Judiciária. Isso também não existe? É também “boataria” dos católicos?

    Alexandre,

    Não faço a menor idéia de onde você tirou (a) que sejam “as riquezas do PRÉ-SAL” que estão em jogo, ou (b) que dinheiro seja mais importante do que vidas humanas em risco. Repito a tua pergunta: em que mundo tu vives?

    Abraços,
    Jorge

  19. Olegario

    Dona Mariana,

    Leia isto minha filha:

    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,ex-petista-cobra-punicao-a-dilma-por-polemica-do-aborto,624778,0.htm

    Comento: O deputado federal Luiz Bassuma ( PV – BA )cobra do PT a mesma postura que tiveram com relação a ele quando este se manifestou CONTRA O ABORTO.
    Ou seja, a EXPULSÃO.

    Ora, se agora no decorrer das eleições a Dilma é CONTRA a descriminalização do aborto, nada mais justo que o PT aplique a ela a mesma sentença que desferiu contra ele.

    Nada mais justo a Sra não acha?

    Ainda, na questão do aborto, pergunto a Sra:

    1 – A Dilma mentiu anteriormente?

    2 – Mudou de ideia?

    3 – Ou continua mentindo agora em favor do beneficio próprio, do partido e das eleições?

    Esse PT mais parece o seriado do Chaves: Gentalha, gentalha, gentalha / Petralha, petralha, petralha!!

    Olegário.

    Em tempo: Disseram-me ( um empresário bem entrosado na politica ) que se a Dilma ganhar, quem governa é o Zé Dirceu.
    Que desgraça…

  20. Carlos

    Se eu fosse o Serra, no próximo debate pegava o Dilmão na marra, mandava o povo tampar o nariz e abaixava o cuecão dela ali mesmo, na frente das câmaras, para todo mundo ver a montanha de dinheiro que tem ali.
    Se o Serra fizer isso a encardida vai direto para a cadeia. E a bicharada do PT se muda toda para a holanda, onde poderão se casar à vontade e ficarem por lá até que a AIDS os separe.

  21. kleber

    Caro SEU JORGE nenhum tipo de extremismo e benefico a humanidade ! Principalmente o seu !

  22. Pingback: O desespero dos petralhas