Declaração de voto

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 9 meses 25 dias atrás.
Isto significa também que em determinadas ocasiões, os pastores devem mesmo lembrar a todos os cidadãos o direito, que é também um dever, de usar livremente o próprio voto para a promoção do bem comum (cf. GS, 75).
– Bento XVI

Como eu já tive a oportunidade de dizer outras vezes aqui, estas eleições estão sendo um momento histórico para o Brasil. Pela primeira vez, os temas morais inegociáveis – como o aborto – foram trazido à luz do dia e discutidos publicamente. Pela primeira vez, a máscara de bom-mocismo do Partido dos Trabalhadores foi arrancada publicamente, pondo a descoberto a face assassina e totalitária do partido que, infelizmente, hoje se encontra no governo desta Terra de Santa Cruz. Pela primeira vez, corajosos membros do clero levantaram a sua voz claramente contra o projeto imoral e anti-cristão do PT, cumprindo com o seu “grave dever” de orientar os fiéis católicos sobre as questões políticas prementes com relação às quais estes, por tanto tempo, foram mantidos em ignorância. Pela primeira vez, os maus católicos colocaram as garras de fora e mostraram que cerram fileiras com os inimigos da Igreja, ao invés de cerrá-las com Cristo.

E, pela primeira vez, Bento XVI falou. As palavras do Vigário de Cristo foram claras, e dirigidas especificamente para o Brasil. É importante defender as raízes cristãs desta Terra de Santa Cruz. É importante oferecer resistência pública – sem temer qualquer impopularidade! – às ameaças à vida humana, mormente a mais indefesa. É dever dos bispos católicos orientarem os seus fiéis neste sentido, também em questões políticas concretas, sempre que temas como a defesa do aborto estiverem contemplados entre as propostas dos candidatos e partidos. E é importante exercer o próprio voto para a promoção do bem comum.

Nós já ganhamos muita coisa nestas eleições. A oposição ao PT – a verdadeira, não estou falando dos bananas do PSDB – saiu fortalecida, e o Partido percebeu que existem pessoas dispostas a resistirem às suas iniqüidades. Os temas morais vieram à luz do dia, e a sanha abortista do PT foi posta a descoberto; a tal ponto que a sra. Rousseff precisou mentir descarada e repetidamente em público para tentar estancar a sangria das suas intenções de voto. E a Igreja no Brasil – graças a Deus! – dividiu-se, deixando manifesto que há bispos servindo a Deus e, outros, servindo a interesses partidários. E o Papa tomou claro partido em favor dos primeiros.

Já ganhamos muita coisa, repito. Mas o momento é histórico, e há ainda um outro feito histórico a ser realizado, para coroar estas eleições presidenciais. Há a necessidade de derrotar nas urnas a candidata petista. Há necessidade de consolidar a “Operação Dilma, não!”, de modo público, de forma material, da maneira como eles entendem. Para fechar com chave de ouro o momento que estamos vivendo.

Não é, absolutamente, pelo governo do PSDB. Todos sabemos que o José Serra é um candidato que não merece o voto católico – isto, não está em discussão. Mas importa ir às urnas no próximo dia 31, não porque o Serra o mereça, mas porque o momento assim o exige.

Para mostrar aos criminosos que se apossaram do Brasil que, nesta Terra de Santa Cruz, ainda há filhos seus que não fogem à luta. E isto precisa ser feito também da única maneira que eles entendem: nas urnas. Para calar a boca de toda a petralhada que, ao longo dos últimos anos (e de modo violentíssimo nos últimos meses), debochou e escarneceu dos homens de bem deste nosso Brasil. Para atender ao pedido do Papa Bento XVI, que chamou os católicos brasileiros a exercerem o seu voto visando à promoção do bem comum.

Para vencermos esta batalha da Contra-Revolução, que sem dúvidas não se resume à derrota da candidata petista mas tem, nela, um marco de inegável importância. O processo foi iniciado, e importa ganharmos terreno tanto quanto for possível e tão rápido quanto pudermos, porque temos muita coisa ainda por fazer.

Para vir em defesa de Dom Luiz Bergonzini e os bispos da CNBB Sul 1 – e de tantos outros prelados! – que tiveram a coragem de se expôr para pedir aos católicos e a todos os homens de bem que não apóiem com o seu voto a corja que hoje se encontra no Governo. Eles foram perseguidos e debochados, foram escarnecidos e inclusive acionados judicialmente, sofreram pressão da sociedade, dos católicos e dos próprios irmãos no episcopado. Importa mostrar que estamos ao lado deles também contribuindo para que se materializem, nas urnas, os frutos dos seus pedidos.

Não me arrependo de não ter escrito esta declaração de voto antes. Lamento, sim, não ter podido fazê-la antes. Mas as circunstâncias mudaram… Próximo domingo, eu vou votar no Serra. Faço-o constrangido, inclusive contra a minha vontade particular, mais para atender a uma necessidade imperiosa do atual momento político brasileiro do que para qualquer outra coisa. Sinceramente, eu – e imagino que todos os brasileiros insatisfeitos com o PT e com a sra. Rousseff – esperávamos, do embate entre Satanás e Belzebu, que a ex-terrorista do PT saísse derrotada. Torcíamos por isso interiormente, mas sem querer tomar partido, para não termos envolvimento com a canalhice. Hoje posso dizer que, se é assim, importa votarmos positivamente naquele que, para além de qualquer discussão, apresenta-se como a única alternativa à perpetuação do PT no poder – coisa que nenhum de nós queremos. Neste momento, importam os votos individuais. Importa comparecer às urnas e oferecer algumas lágrimas ao Altíssimo pressionando duas teclas na Urna Eletrônica – eu bem sei como este sacrifício é doloroso! Mas importa fazê-lo.

O momento é tão propício que é impossível não o enxergar. Próximo domingo, dia das eleições, comemoramos o Dia de Cristo Rei no calendário tradicional. Quando Pio XI instituiu esta festa, em 1925, quis lembrar aos católicos o reinado de Cristo também nas sociedades: quis recordar, e testemunhar publicamente, que Nosso Senhor é Rei também das realidades temporais. No dia de Cristo Rei, hoje, no Brasil, somos chamados a ir às urnas não em defesa de um (inexistente, nas atuais situações) projeto político cristão, mas para atacar e destruir um projeto político que é clarissimamente anti-cristão. No dia de Cristo Rei, finquemos esta importante bandeira demarcando o avanço dos novos cruzados, dos que amam verdadeiramente a sua Pátria e não suportam mais vê-La escarnecida pela quadrilha que hoje se encontra no Governo. Façamos a nossa parte para termos uma data histórica ad perpetuam rei memoriam: façamos com que o dia de Cristo Rei em 2010 entre na história como o dia em que o PT foi expulso do governo desta Terra de Santa Cruz.

Não sei qual vai ser o resultado do pleito. Mas sei que, aconteça o que acontecer, que Deus nos ajude – vamos precisar. Do socorro d’Ele precisamos, e a Ele elevamos as nossas súplicas e preces. E a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, recomendamo-nos com tudo o que temos, com toda a nossa indigência e a nossa radical incapacidade de fazermos mais o que quer que seja. Que Ela possa ajudar o povo brasileiro de quem é Rainha e Padroeira. Nossa Senhora Aparecida, salvai o Brasil!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

50 thoughts on “Declaração de voto

  1. Pingback: Deus lo Vult! » Os votos que fazem a diferença

  2. Valdir A. C.

    Olha só um dos lobos rosnando e babando:

    http://blogs.estadao.com.br/radar-politico/2010/10/29/bispo-de-cacador-divulga-carta-em-apoio-a-dilma/

    ORA, ORA! DONA LIA E DONA SANDRA… as senhouras ainda têm a cara de pau de frequentar este espaço….
    Petralha é assim mesmo, levam chute e voltam pra levar outro!
    Caiam na real! A ladainha de vcs já era… aconteça o que acontecer amanhã o pt perdeu a máscara e está desnudado! Agora terão que enfrentar os que lhes opõem e os que lhes expõem as mentiras petralhas com sua verdadeira face!
    O rei está nú… ri da estultice do rei!!

    Todos de joelhos e terço na mão… que Nossa Senhora, Auxílio dos Cristão, seja por nós contra o inimigo!
    Mãe Santíssima, intercedei pela Terra de Santa Cruz!
    Três Vezes Admirável, rogái por nós!

  3. Valdir A. C.

    Dona Lia…
    A senhora mente como Dilma mente, Lulla mente, PT mente:

    “Para o bispo de Guarulhos, d. Luiz Gonzaga Bergonzini, que tomou posição contra Dilma Rousseff, recomendando aos católicos que não votassem nela – “porque a candidata e o PT são favoráveis ao aborto” -, é possível que Bento XVI tenha sido alertado para a situação eleitoral no Brasil.

    “Dei conhecimento ao papa do que está acontecendo aqui, relatando minha atuação nesse caso, mas é preciso lembrar que ele é sempre bem informado e deve ter recebido relatos também de outras fontes“, revelou d. Luiz Gonzaga.”

    Fratres in unum

  4. Renato

    Jorge, é verdade que Dom Luiz Gonzaga disse essa aberração para a Folha de São Paulo quando perguntado sobre o aborto da esposa de José Serra?

    “Eu ouvi dizer. Eu soube. Agora, veja bem, às vezes, mesmo o aborto provocado, às vezes, tem um atenuante. Não estou aprovando, hein, não estou aprovando o aborto em absoluto”.

  5. Sandra

    Vesti minha camisa vermelha, coloquei minha estrelinha na lapela, e saí pra votar!

    Viva a democracia!

    Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, Rogai por nós!

  6. Sandra

    Valdir A. C.

    Pelo visto você també é frequentador da Capela da Mãe Rainha Tres Vezez Admirável de Schoenstatt da Vila Mariana.

    Como sou coordenadora ( familias ) de uma das Imagens Peregrinas e hoje, com a Graça de Deus, Ela está me visitando.

    Ela veio ao meu encontro, quando meu marido estava doente e uma amiga me troxe uma estampa Dela.

    Depois do seu falecimento essa amiga me convidou para conhecer a Capela na Vila Mariana, fui mais para agradar essa amiga.

    Mal sabia eu, que ali seria o lugar que me daria sustentação para conseguir superar a dor da perda e acabar de criar meus dois filhos.

    Quem diria que um Santuário tão pequenino, sem qualquer ostentação, é tão repleto de sua Graça!

    Fiz esse testemunho na Capela “virtual” há mais de 7 anos

    Sempre que posso dou meu testemunho para Louva-la e agradecer, por estar sempre ao meu lado, desde o dia que eu nasci e espero que até meu derradeiro dia.

    SALVE NOSSA SENHORA

    SALVE A MÃE RAINHA E VENCEDORA TRES VEZES ADMIRÁVEL!

  7. Lampedusa

    Espero que o post do Diogo acima seja, de fato, o canto do Cysne…

    Eu não troco a vida de um único ser humano ainda feto por todo o pré-sal do mundo! (mesmo sabendo que isso é uma baboseira inventada pelo PT para dar discurso a seus seguidores… Hummm, pensando bem, talvez haja algum sentido nisso… os petistas estão de olho nas propinas que rolarão no processo de extração do petróleo do pré-sal, já que o governo Lula foi o governo mais corrupto da história recente do Brasil – incluo o período Collor).

  8. Eduardo Araújo

    Caros,

    Acabei de chegar da votação e mal acredito com o que soube que está acontecendo aqui em Fortaleza (não sei se o mesmo ocorreu em outras cidades nordestinas. O Jorge pode falar-nos alguma coisa de Recife).

    Seria difícil de acreditar, mas de esquerdistas doentios do PT (perdoem-me a redundância) pode-se esperar algo do tipo, sim.

    Pois bem: espalharam entre os desinformados daqui de Fortaleza que uma das metas do Serra, se eleito, é separar o Nordeste do resto do Brasil, algo como alijar a região do pacto federativo e deixá-la às moscas. (!)

    Assim, é fácil tecer loas à democracia, com estrelinha na lapela.

  9. Sandra

    Lampedusa

    Pelo q entnedi vc não chegou a uma conclusão.

    Ou o pre-sal não existe é apenas um factóide do PT

    Ou ele existe mesmo e servirá para propina…

    Se decide e depois me caonta.

  10. Sandra

    Eduardo Araújo

    E existe alguém que acreditou nessa estória?

    Vc está chamando os cearences de ignorantes e pior ainda de burros.

    Sabe que dizem que os “atentados”, com bolinha de papel, que o Serra sofreu foi da propria militancia dele?

    Cada um fala o que quer, vai da pessoa avaliar a informação e joga-la fora.

    Como a Dilma está na frente das pesquisas e o “boato” é no NE onde ela tem mais eleitores, não acredito que seja algo do PT ou do PSDB, algum maluco deve ter dito isso e alguns desavisados acreditaram…

  11. Ipicilone Ferreira

    O Brasil parece que acordou definitivamente do atraso há 8 anos. Não voltará a dormir, Deus seja louvado.

  12. Lia

    MInha gente, quando eu falo do pré-sal, não é que para mim seja mais ou menos importante que qualquer coisa. Falo porque, para os dirigentes dos dois partidos, isso é o que está em jogo. Já disse e, agora, repito: os religiosos estão sendo (foram) joguetes do PSDB para mascarar interesses escusos.
    E olhe, seu Jorge, se você disse que o Senhor Serra já tinha falado que não ia privatizar, posso também dizer que a Sra. Dilma fez ainda mais: assinou um compromisso por escrito se comprometendo a não alterar a legislação sobre o aborto. E, entre os dois, até agora (pelo menos) a palavra dela vale mais, pois ele já assinou carta em cartório dizendo que iria cumprir o mandato da prefeitura de São Paulo até o fim e rasgou-o dois anos depois.
    Resumindo, o que eu disse não foi que a questão do aborto não teve peso, eu sei que teve, mas é fato (não tão notório) que o interesse em privatizar o pré-sal (FHC chegou a fazer reuniões com estrangeiros quando foi anunciado o empate técnico nas pesquisas) era o grande lance dos tucanos e o grande temor de políticos e eleitores que eram contra o retorno dessa política mal feita (privatização pode até ser boa se for bem feita, mas não é o caso). A campanha, Seu Jorge, girou em torno disso sob falsos pretextos religiosos. Usaram a boa fé de vocês (talvez não a sua, mas a de muito católico de boa fé)para voltar ao poder a qualquer custo. Enfim, tem muita coisa pra ser dita sobre isso, mas sei que você não se interessa.
    Agora, se você quer acreditar em Papai Noel, sinta-se à vontade.
    Acho que agora, com a eleição definida, não é mais momento de apontar “traidores” da Igreja e sim momento de união pelo bem do nosso país e do nosso povo. Também acho que foi bom o assunto aborto ter ganhado repercussão nacional. É hora de aproveitar isso, apronfundarmos campanhas em prol da defesa da vida, de acolhermos mulheres que se vêm desesperadas com aquilo que sabemos que é uma bênção. Enfim, muita coisa há de ser feita, não só por governantes e parlamentares, mas também por cada um de nós.
    Tá na hora de acabar com esse ódio e essa repulsa porque alguém é de um determinado partido político. Isso não nos levará a nada.
    Abraços.
    PS. Sandra, um abraço especial para você.

  13. Evaldo Tartas

    Quanta tristeza se abateu sobre as pessoas de “bem” após a vitória de Dilma nas urnas. Muito se rezou para que o povo brasileiro tivesse o discernimento para escolher o bem ao invês do mal. Será que faltou fé nas orações? Será que se rezou pouco? Será que Deus se ausentou? Infelizmente o “mal”, como quase sempre acontece, prevaleceu. Hitler era católico e na época o papa não fez nenhuma crítica a ele e ao seu modo de governar. Porque então tanto medo de uma pobre Dilma que em relação ao Hitler está mais para anjo do que para demômnio?

  14. Eduardo Araújo

    Sra. Sandra,

    A senhora tem algum déficit de raciocínio ou é só patifaria intelectual de esquerdista?

    O boato que ouvi – inclusive de pessoas que nele depositaram crença absoluta – afetou cearenses DESINFORMADOS (a massa de manobra mui usada pelos militantes esquerdistas).

    Daí inferir que eu estivesse falando de TODOS os cearenses, denegrindo todos os meus conterrâneos (portanto, até eu mesmo) é um exemplo da extrema vigarice intelectual praticada a rodo por esquerdistas: omitir partes de uma fala ou de um texto de modo a urdir uma interpretação canhestra e cretina, muito cretina, de modo a dar a impressão de que o oponente foi de uma conduta vil e canalha.

    Sim, sou cearense, sra. Sandra, e há muito e muitos cearenses pessoas de grande valor, inestimável inteligência e capacidade intelectual.

    Mas, como certamente os há em qualquer outro lugar, existem também nas bandas de cá os burros e ignorantes de que fala a senhora. Estes são os que aceitam sem questionamento toda e qualquer mentira propagada pela militância de esquerda, como a de que a agressão sofrida pelo candidato Serra foi a da bolinha de papel e não de uma bobina atirada por um “democrático” petista.

    E como não poderia haver gente que acredita nessas mentiras? Não tem toda uma legião que acredita que o PT não é um partido ferrenhamente abortista? Se acreditam numa mentira cabeludíssima dessas – mesmo com fatos como a expulsão “democrática” de Luiz Bassuma do partido exatamente por ir contra a linha programática petista em relação ao aborto – como não acreditariam em tolices como a de um item da agenda de governo pessedebista seria a separação regional? Sr. Sandra, conheço gente que acredita até que a Dilma era “namorada” do Lula, porque disseram a ela.

    Mas, enfim, sra. Sandra … Escrevo depois do resultado que confirmou a eleição de sua candidata, a candidata representada pelo presidente da república que deveria – se tivesse um norte ético a lhe pautar a ação pública – representar TODOS os brasileiros indistintamente. Imagino que a senhora deve estar ainda dando pulos extasiantes de alegria, mas não pense que eu – e creio que outros aqui – estamos tristes e abatidos, não, sra. Sandra. Enquanto a legião esquerdista ainda tiver – a contragosto – que tolerar a liberdade de expressão manifestaremos nosso repúdio por tudo que essa corja anticristã já fez, vem fazendo e pretende ainda fazer, certamente.

  15. VIGIAI E ORAI

    Chamelly disse…
    Eu não concordo com o comentário acima do Anônimo.

    Desde quando os EUA respeitam os direitos humanos? Liberdade? Aquela estátua é falsa! Falsa liberdade, irmão! Aborto legalizado? Isso é respeito ao ser humano? O ser humano tem direitos, inclusive de nascer.

    Isso é o fim dos tempos, e a perseguição paira sobre o BRASIL. Acordem para ver o que o PT fará nesses próximos anos, com pndh3 (falsos direitos humanos, é tudo, menos plano nacional dos direitos humanos).

    Aliás, esse PNDH3 deveria ser: PLANO ONU DOS DIREITOS NÃO HUMANOS.

    Acorda Igreja, é tempo de buscar a Deus. Os EUA é uma nação das tantas outras já contaminada pelo inimigo de nossas almas. E será julgada por Deus por isso.

    O Brasil está caminhando desesperadamente pra isso, ou vocês não percebem que os dias tem se abreviado?????????????????????

    Está na hora de buscar mais a Deus e menos homens, ONU, PT e todos esses vermes deste século.

    É orar somente, para Jesus nos envolver com sua proteção e amor, para que não caiamos nas armadilhas de satanás.

    Está na hora de acordarmos pra vida, pra Jesus.

    Vigiai e orai.

    A perseguição que virá sobre nossa nação deverá ser combatida com oração. Porque os poderiam ser oposição contra esse governo se venderam por dinheiro. E o amor de muitos esfriará.

    Acordem.

    http://juliosevero.blogspot.com/2010/10/corte-de-apelacao-ouvira-caso-de.html?showComment=1288621753859#c138702818485309781

  16. Sandra

    Eduardo Araújo

    Primeiro, quem falou foi você!

    “Pois bem: espalharam entre os desinformados daqui de Fortaleza que uma das metas do Serra, se eleito, é separar o Nordeste do resto do Brasil, algo como alijar a região do pacto federativo e deixá-la às moscas. (!)”

    Eu o tempo todo DUVIDEI que os cearences ( credulos ou incrédulos, informados ou desinformados ) acreditariam num absurdo desse!

    O povo não é BURRO, apesar dos “informados” acreditarem o contrário.

    Quem o tempo todo “ficou abalado” com a credulidade dos cearences “desinformados”, não acreditando que eles teriam discernimento para entender que isso era uma falacia foi você.

    Não venha me culpar por seus temores com seus conterraneos. Eu que não sou daí acreio muito mais neles que voce!

  17. anônimo

    Seria bom mesmo se o Nordeste se separasse do Brasil!!!

    Se gostam tanto assim do Lula e da Dilma, que se separem do resto do Brasil e fiquem com o Lula e a Dilma que tanto amam!

  18. Eduardo Araújo

    Sra. Sandra,

    Em momento algum deixei entrever no meu primeiro comentário que estava chamando meus conterrâneos de burros, muito menos generalizando.

    Isto posto, soa ridículo a senhora me citar em um trecho onde se lê claramente:

    “os desinformados daqui de Fortaleza”

    Que a senhora traduziu para:

    “Vc está chamando os cearences de ignorantes e pior ainda de burros.” (apud Sandra)

    Aproveito para deixar bem claro que não estou aqui de pirracinha com a senhora, mas não poderia deixar passar uma interpretação tão grosseira do que escrevi.

    A senhora, como toda boa esquerdista, e ainda adepta dessa praga chamada socialismo, escreve sempre fazendo generalizações:

    “O povo não é BURRO, apesar dos “informados” acreditarem o contrário.” (êngase em “O povo”)

    Claro que não se pode generalizar a burrice para um povo inteiro, até porque, sra, Sandra, ao contrário do que você esquerdistas defendem, não é preciso viver na linha da miséria para também ser povo. Nessa linna, jamais insinuaria que “o povo” é burro, mas, por outro lado, não tenho dúvida que o meio desse povo há muita gente ignorante e, sim, desinformada, sem aspas, a respeito de política (e novamente acentuo que para tanto não é preciso estar na linha da miséria).

    Quanto à incredulidade da senhora, pense como quiser, mas eu vi pessoas na fila para votar falando com ampla convicção que o Serra tinha propósitos separatistas. Se para a senhora pessoas tais, eleitoras da candidata petista, tinha discernimento para saber tratar-se de uma falácia, o mínimo que delas pode-se inferir é que estavam agindo com bastante má fé, mentindo descaradamente para uma causa eleitoreira. Prefiro pensar que eram desinformadas, sem aspas, sra. Sandra, embora tratando-se de esquerdismo, a segundo opção seria plenamente possível.

    Por fim: antes de qualquer suposto temor em relação a meus conterrâneos tenho, sim, muita esperança de que um dia, e APESAR dos governos, eles conseguirão um mínimo de capacidade de discernir entre ser politicamente independente e ser RÊS do curral eleitoral mantido à base de um populismo demagógico da pior espécie. Eu, que sou daqui, vejo os efeitos dessa politica diante dos meus olhos, mas acredito nessa transformação.