World AIDS Day 2010

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 8 meses 18 dias atrás.

Amanhã, quarta-feira (01/12), é o World AIDS Day. Já que – sob uma rápida inspeção – não encontrei no site oficial da data comemorativa nem uma palavra sobre as reais causas do problema ou sobre as suas reais soluções, reproduzo abaixo um trecho da mensagem de dezembro de 2005 do Pontifício Conselho para a Pastoral no Campo da Saúde sobre a AIDS. Os destaques são meus.

A terceira via de contágio, a transmissão sexual, permanece a mais difundida. É grandemente favorecida por uma espécie de cultura panssexual que desvaloriza a sexualidade, reduzindo-a a um mero prazer, sem ulterior significado. A prevenção radical neste campo deve originar-se de uma recta concepção e prática sexual, na qual a actividade sexual seja entendida no seu profundo significado como expressão total e absoluta de fecunda doação de amor. Esta totalidade guia-nos para a exclusividade do seu exercício no matrimónio, único e indissolúvel. Por conseguinte, a prevenção segura neste campo é intensificar a solidez da família.

É este o conteúdo profundo do sexto Mandamento da lei de Deus, que constitui o fulcro da autêntica prevenção da Sida no campo da actividade sexual.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

8 thoughts on “World AIDS Day 2010

  1. Evaldo Tartas

    O próprio papa já falou quem em alguns casos a Igreja vê a possibilidade de uso do preservativo como meio de diminuir a difusão desta terrivel praga. Não sejamos intolerantes a ponto de querer impor a toda humanidade as nossas concepções.
    A Igreja deve sempre pregar a castidade, mas infelizmente somos todos humanos e sujeitos ao pecado, mesmo contra nosssa vontade.
    O apóstolo Paulo afirma que há momentos em que deixa de fazer o bem que quer para praticar o mal que não deseja. Então porque nós vamos impor à humanidade nossas idéias se a maioria das pessoas não tem uma formação moral e ética de acordo com a doutrina da Igreja Católica.
    Sejamos mais aberto à luz do Espírito Santo.

  2. Karina

    Evaldo, sobre o uso do preservativo, acho que já ficou bem claro que o Papa se referiu aos garotOs de programa que, sabendo-se portadores do vírus, não cometam dois pecados graves.

    Quanto à moral católica, o papel da Igreja é justamente resgatar as pessoas desse abismo moral que estamos vivendo. E isso não se faz com relativismo do tipo “ah, todo mundo está sujeito a pecar, então vamos liberar a camisinha”.

  3. Karina

    P.S: esclarecer, clamar, difundir, orientar é muiiito diferente de impor. A Igreja estaria “impondo” suas ideias se invadisse a casa de todo mundo e jogasse no lixo todos os preservativos e tudo o mais que degrada a moral.

  4. Pingback: Deus lo Vult! » A Diocese de Goiás, a AIDS e os preservativos

  5. bluesmile

    São batante claros e explícitos uer sobre as REAIS causas da Sida e formas de contágio quer sobre as REAIS e eficazes formas de solução – tratamento e prevenção da transmmissão do Vírus.
    Talvez o caro amigo tenha alguma dificuldade em ler inglês, por isso eis a versão portuguesa:

    1 – REAIS CAUSAS DA SIDA:
    http://www.roche.pt/sida/o_que_e_a_sida/index.cfm

    2 – FORMAS DE CONTÀGIO
    http://www.roche.pt/sida/o_que_e_a_sida/hivsida4.cfm

    3 – SOLUÇÔES:

    3.1 – PREVENÇÂO EFICAZ e TRATAMENTO COM RETROVIRAIS
    http://www.roche.pt/sida/o_que_e_a_sida/hivsida5.cfm

    e sobretudo este documento:

    http://bayloraids.org/curriculum/portuguese/files/7.pdf

    ESpero que esta informação científica lhe possa ser útil.

    Saudações