“Eu não tenho orgulho nenhum de ser gay”

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 6 meses 27 dias atrás.

O vídeo é antigo, mas relembrar é importante. Quando um homossexual público vem colocar-se contra o gayzismo com tal clareza – dizendo que eles estão confundindo liberdade com libertinagem – a ponto de ser vaiado pelo Movimento Gay, talvez nós consigamos por fim enxergar a qual abismo moral estão nos tentando conduzir. Se, entre os próprios gays, há aqueles que percebem a tentativa de se institucionalizar a imoralidade, pode ser que haja uma luz no fim do túnel e nós, enfim, possamos levantar a nossa voz em defesa dos verdadeiros direitos do ser humano.

Destaque para “eu sou a favor da família, eu acho que eu nasci de um homem normal e de uma mulher normal”, aos 7m38s. Seguido de manifestações raivosas da turba gayzista.

http://www.youtube.com/watch?v=YLnXn9LpwuU

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

87 thoughts on ““Eu não tenho orgulho nenhum de ser gay”

  1. anonimo

    Não. não sou o Lúcio. Sou mulher que “estou” homossexual com meus 23 anos.

    Deu a entender para mim, depois de seu discurso pessoal, que você poderia muito bem comungar sem problemas. Porém afirmou o seguinte : “Quem te disse que eu comungo? Eu? Cuidado COM QUE DIZES, eu não disse que recebo a Sagrada Eucaristia!”
    Portanto, eu, como homossexual, pensei que estaria a fazer algo de errado com relação ao sacramento, já que eu comungo, compreendido?
    Por isso que indaguei: “Não comungas por questão pessoal?” E não, para dizer o porquê.
    Se entendeu errado, como é de costume fazerem leitura apressada, paciência…

    Abs em Cristo,

  2. lucio

    André,

    respondo sua pergunta:

    Não, o pseudônimo do anõnimo não é lúcio,
    pelo menos o Lúcio que tem debatido contigo.

    eu não tenho o porquê postar como anõnimo! e isso é facilmente comprovado, pelo e-mail e IP que são diferentes e que o Jorge pode mesmo dizer.

    vamos lá, André…

    vc disse que preferiu abandonar o sacerdócio para não ter que se esconder embaixo de uma casula… bom, ao menos fizeste o correto, visto que tua vocação então não é o sacerdócio, pois se realmente fosse, não terias recusado o chamado que Deus o fez…

    bom, vc sofre com suas tendências homossexuias… ou será que não ? E não esconde isso, porém muitos homens tem suas tendências heterossexuias, sentem desejo por mulheres, e isso é sinônimo de ser um homem saudável, porém apesar disso, escolheram a vida celibatária e se tornaram sacerdotes…

    por acaso isso é se esconder embaixo de uma casula?

    acaso, isso não é um auto-sacríficio voluntário em prol de algo maior? uma violência contra si mesmo ?

    o que faz o homossexual, não é simplesmente o desejo contido, mas sim o desejo consentido e realizado, é o ato que faz o autor.

    posso eu ter desejos sexuais salutares por mulheres, afinal sou homem, e homem sexualmente saudável, posso sentir desejo por minha namorada ou mesmo minha noiva…

    isso é perfeitamente normal! é claro, que de forma controlada e devidamene combatida, posso controlar esse pensamentos, que podem ser voluntários (nesse caso um pecado) ou involuntário (nesse caso não). porém o que me fará um fornicador será meu consentimento no desejo e no ato, aí, eu a levo para meu quarto ou para um motel.

    é o ato antecedido pelo pensamento que me tornará em um fornicador.

    contudo, prefiro viver a castidade…

    Da mesma forma, o senhor que se diz homossexual, só o será de fato, a partir de seus atos homossexuais, e não pelos seus desejos combatidos e repelidos.

    puxa, é tão díficil entender?

    quanto a comungar ou não, é uma decisão pessoal sua, mas se vc vive plenamente a castidade, e não duvida da Fé, busca viver uma vida espiritual e sacramental…. o que irá te impedir de receber o Smo.Sacramento?

    se tens condição para comungar e não o fazes, é uma loucura, já diziam os santos…

    Eu não o condeno sr André, isso não cabe a mim, meu julgamento é apenas o do discernimento daquilo que é errado e daquilo que é correto, segundo a Sã doutrina da Salvação… e só daí é que podemos refletir se podemos ou não alertar / corrigir o irmão.

    e teus comentários me levaram, e não só a mim, a pensar que o sr. vivia ou ao menos defendia o “gay way of life”, aí sendo, eu não poderia concordar com o sr. em hipótese alguma.

    muitos confiam na Misericórdia de Deus, e eu também confio… afinal sou só um miserável pecador, mas pera um pouquinho, sabemos que a Misericórdia de Deus é infinita… porém nosso Deus também é justo, e Sua justiça é poderosa… e dessa parte os pecadores se esquecem.

    Santo Afonso de Ligório, Doutor da Igreja, nos diz que não existe misericórdia sem conversão, então o que dizer dos que vivem a falar na misericórida de Deus sem ao mínimo fazerem esforço para se converterem?

    nas Sagradas Escrituras diz que Deus não quer a morte do pecador, antes que ele se converta e viva…

    assim, Deus exerce sua Misericordia, esperando…e esperando… a nossa conversão, e vendo nossa luta contra o pecado, nosso luta e não nossa aceitação…

    bom, mas quem sou eu para lhe falar isso, o sr. deve entender, afinal foi seminarista… e abandonou o chamado que Deus o fez… talvez realmente não fosse a sua vocação, espero que Deus te mostre outro camnho, e que vc enxergue o que Deus te mostrar, quem sabe a vida religiosa celibatária, ou mesmo o casamento com filhos e tudo o mais, afinal para Deus nada é impossível, só não o vício da sodomia, só não isso, para isso Deus não o chamaria nem o chamará nunca!
    fica em Paz e que a Virgem mãe lhe cubra com seu manto.

    sra. Anõnimo(a), estou rezando por ti, assim como por todos desse debate, se por acaso se sentir a vontade para conversar, pode entrar em contato comigo : [email protected]

    Em Jesus e Maria,

    Lúcio Clayton

  3. Carlos

    Caro Lúcio,
    Gostei muito de suas colocações.
    É de se respeitar a decisão do André de não querer comungar, segundo a sua consciência.
    Mas é preciso esclarecer aos demais, que poderiam ficar com escrúpulos, que em princípio ninguém neste mundo é digno de receber a Sagrada Eucaristia. Se a recebemos, com as devidas disposições, é porque o próprio Cristo misericordioso nos convida a isso. Como me ensinou um velho e querido professor, a Eucaristia não é prêmio para bonzinhos, mas remédio para doentes.
    Um abraço.
    Carlos.

  4. André Luiz Araujo Magalhaes

    é o ato antecedido pelo pensamento que me tornará em um fornicador

    ——————————————

    Concordo, DESDE QUE HAJA ato antecediddo pelo pensamento.

    ——————————————

    vc disse que preferiu abandonar o sacerdócio para não ter que se esconder embaixo de uma casula… bom, ao menos fizeste o correto, visto que tua vocação então não é o sacerdócio, pois se realmente fosse, não terias recusado o chamado que Deus o fez…

    Não concordo, é possível alguém possuir verdadeiro chamado e desertar das fileiras sagradas. Deus não obriga. Convida. Agora, até mesmo um escolhido e ordenado por vezes deserta, ou falo uma mentira? Conheço sacerdotes que hoje estão casados, outros não, mas desertaram.
    —————————————————

    Da mesma forma, o senhor que se diz homossexual, só o será de fato, a partir de seus atos homossexuais, e não pelos seus desejos combatidos e repelidos.

    Caro senhor, não concordo outra vez, haja vista que o simples fato de admirar a beleza de alguém não faz deste fornicador. Outra coisa é pensar em relação com a pessoa admirada.
    ————————————————–

    espero que Deus te mostre outro camnho, e que vc enxergue o que Deus te mostrar

    Sou pós graduado, obrigado pelos santos desejos que nutre pela minha pessoa, mas já estpou bem colocado no mercado de trabalho.

    —————————————————–

    Santo Afonso de Ligório, Doutor da Igreja, nos diz que não existe misericórdia sem conversão, então o que dizer dos que vivem a falar na misericórida de Deus sem ao mínimo fazerem esforço para se converterem?

    Não sei, és um destes? Um protestante luterano, por exemplo, não está na verdadeira Igreja, será o protestante desprovido de misericórdia? Segue Santo Afonso, se és católico autênctico, é isso aí.

    ______________________________________________________

    só não o vício da sodomia, só não isso, para isso Deus não o chamaria nem o chamará nunca!

    Eu afirmei tal coisa, pelo contrário, concordo com a Igreja. Reze pelos sacerdotes que desertasram das fileiras sagradas e, pior, que “estão” na Igreja. Não poupe Ave-Marias…

    ————————————————-

    se tens condição para comungar e não o fazes, é uma loucura, já diziam os santos…

    Maior loucura é fazer como o Rei Lotário.

    ————————————————-

    Senhora, aí é mais grave…

    “ortanto, eu, como homossexual, pensei que estaria a fazer algo de errado com relação ao sacramento, já que eu comungo, compreendido?
    Por isso que indaguei: “Não comungas por questão pessoal?” E não, para dizer o porquê.
    Se entendeu errado, como é de costume fazerem leitura apressada, paciência…”

    Abs em Cristo,

    Resposta á cara senhorita:

    Se se acha homossexual, lésbica, e se diz como tal e recebe a comunhão, come e bebe a própria condenação. Deve renegar antes este título, como bem disseram, só é homossexual segundo a Igreja, aquele que pratica sodomia. Outra coisa seria tendência. Quem entendeu errado teria sido eu?

    ———————————————-

    Lucio, ainda bem que entendeste finalmente que cabe a cada pessoa saber decidir, ter direito de escolha:

    “quanto a comungar ou não, é uma decisão pessoal sua, mas se vc vive plenamente a castidade, e não duvida da Fé, busca viver uma vida espiritual e sacramental…. o que irá te impedir de receber o Smo.Sacramento?”

    ———————————————-

    Não. não sou o Lúcio. Sou mulher que “estou” homossexual com meus 23 anos.

    Está (homossexual), rs, e comunga, caso grave… Senhorita anônima.

  5. anonimo

    André, creio que me expressei mal. Novamente irei explicar.
    Quando digo “estou”, quero dizer que não SOU (caiu ficha agora sobre estes termos), não é minha essência. Não concordo quando diz: “Somente alguém que sofre na pele a questão do “ser”” ou “Eu, sou homossexual (ego sum)”. Para mim, eu não sou, eu estou. ESTOU num ESTADO de tendência homossexual. Este “estado” pode mudar, ora. Não comungo em pecado grave, pois não pratico.
    Vc depois vem afirmar: “Se se acha homossexual, lésbica, e se diz como tal e recebe a comunhão, come e bebe a própria condenação.”

    “só é homossexual segundo a Igreja, aquele que pratica sodomia”
    quer dizer então que os padres não são heterossexuais, pois eles não praticam.

    Então, que fique o uso do termo “estar” e não “ser”. Pq a homossexualidade não é da nossa natureza. E termos como gays e lésbicas tb carregam um certa cultura anti-cristã. Diferente do termo homossexual.

  6. lucio

    é o Papo aqui já deu… por hoje é só pessoal…

    Carlos, tá sumido da missa? nunca mais o vi.

    abraços.

  7. André Luiz Araujo Magalhaes

    André, creio que me expressei mal. Novamente irei explicar.
    Quando digo “estou”, quero dizer que não SOU (caiu ficha agora sobre estes termos), não é minha essência. Não concordo quando diz: “Somente alguém que sofre na pele a questão do “ser”” ou “Eu, sou homossexual (ego sum)”. Para mim, eu não sou, eu estou. ESTOU num ESTADO de tendência homossexual. Este “estado” pode mudar, ora. Não comungo em pecado grave, pois não pratico.
    Vc depois vem afirmar: “Se se acha homossexual, lésbica, e se diz como tal e recebe a comunhão, come e bebe a própria condenação.”

    “só é homossexual segundo a Igreja, aquele que pratica sodomia”
    quer dizer então que os padres não são heterossexuais, pois eles não praticam.

    Então, que fique o uso do termo “estar” e não “ser”. Pq a homossexualidade não é da nossa natureza. E termos como gays e lésbicas tb carregam um certa cultura anti-cristã. Diferente do termo homossexual.

    resposta:
    rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrssrsr!
    Desculpa, não estou querendo zombar de vc não, mas tudo aqui soa muito engraçado.

    Não sei porque me “tiram”. Não comungo, logo não incorro em pecado grave de profanação do sagrado, certo? Não faço sexo com ninguém, logo não incorro em pecado grave de sodomia, certo?
    Não sou efeminado, logo não sou uma aberração segundo o Evangelho, certo?
    Então, por que estou causando tanta polêmica, sendo que seuqer desejo ter relações com homens, nem fico alimentando a imaginação.
    Não sou contra à voz do Magistério, certo? Portanto não incorro em pecado no que diz respeito aos Mandamentos da Igreja, certo?

    Certo? Ok, espero que tenha compreendido.

    Agora considerar-se homossexual, estar ou ser seja como achar melhor é uma “conditio” para evitar a recepção da Eucaristia. É preciso livrar-se desta “peia”.

  8. André Luiz Araujo Magalhaes

    a Eucaristia não é prêmio para bonzinhos, mas remédio para doentes.
    Um abraço. Algum ilustre disse…
    ———————————————————–

    PARA OS BONZINHOS, NÃO, MAS PARA OS SANTOS COM CERTEZA.

    SEDE SANTOS.

  9. André Luiz Araujo Magalhaes

    Carlos says:

    3 February 2011 at 12:13 pm

    Caro Lúcio,
    Gostei muito de suas colocações.
    ————————————————–

    Concordo, são excelentes, exceto o fato de que ele afirmou coisas ao meu respeito sem que eu sequer as tenha dito. Pelo contrário, sempre afirmei que:

    1ª) Não pratico sodomia;
    2ª) Concordo com o Magistério;
    3ª) Não sigo o nefasto exemplo do Rei Lotário.
    4ª) Ver beleza em alguém seja homem ou mulher não necessariamente remete a pensamentos sujos, sórdidos.
    5ª) Ter consciência de uma falha, ainda que nunca tenha sofrido influências do meio, é um fato.
    6ª) Não estou obrigado a procurar mulheres, ainda que tenha feito uma vez.
    7ª) Nunca inseri-me entre as vítimas de skinheads, talvez até porque poderia facilmente ser confundido com um deles no que diz respeito ao físico, pois sou careca, musculoso, viril. Que fazer, sou assim! Pasmem… Tenho alopécia androgenética, malho desde os 16 anos, parei de malhar só durante os tempos no seminário,(4 anos),tenho 34. Não falo mole, nem preciso disfarçar. A natureza presenteou-me. O único dia em que sofri alguma forma de preconceito foi quando cometaram que nunca haviam me visto com uma namorada.
    Que fazer se sou assediado por mulheres? Muitos gostariam de o ser e não são.

    Mas, tudo isto é secundário. O que importa é que nunca traí meus princípios, evitei sempre comungar em estado de pecado mortal e se não comungo mais é em respeito a tão grande mistério. ” O sacrum convivium, in quo Christus sumitur”…

    Meditem o hino “Pange Lingua” de Santo Tomás de Aquino. é lindíssimo!

  10. André Luíz Araujo Magalhães

    “só é homossexual segundo a Igreja, aquele que pratica sodomia”
    quer dizer então que os padres não são heterossexuais, pois eles não praticam.
    ——————————————————

    Quanto a ser heterossexual, isto deve ser o natural, não acha, caro Lucio?
    O dilema é quanto a não ser heterossexual. Saiba que para Igreja, de fato, aquele que tem práticas sexuais com pessoas do mesmo sexo podem ser consideradfas homossexuais de fato, isto é uma verdade, pesquise. Claro, só pode ser homossexual aquele cujas práticas são homossexuais. Outra coisa é tendência.

    Obser ve bem Lucio, antes de apenas “vomitar” palavras. É natural ser heterossexual, quando um clérigo de ordens maiores inclusive, possui tendências homossexuais, não estou falando em afetações(…) Desde que este clérigo não pratique atos de homossexualidade ou (homoafetividade), como se usa atualmente, este não é impedido do exercícicio do ministério. Palavras de um abalizado príncipe da Igreja, que não vou citar nome porque você deve conhecer muito bem, não é mesmo?

    Até porque já relatei que existem casos, e não são tão raros como parecem, de homens que estão acima de qualquer suspeita, isto é muito mais do que ser meramente discreto. Aí só Deus pode ler corações, não é verdade?

    Não confunda também gays afetados com homens não afetados do ponto de vista comportamental em sociedade que possuam tendências ou ou que pratica o ato em si e que estão ocultas no seu intelecto e no seu coração. Ambos, me refiro aos que praticam são homossexuais, o que os distingue é apenas o fato de um ser másculo e o outro que “camufla”.

  11. Michele Madalena

    Achei ótimo o fato de um homossexual assumir publicamente que não há absolutamente nenhum orgulho para o seu tipo de conduta. Mesmo com tanta gente amoral e hedonista bradando aos 4 ventos que é uma opção como qualquer outra, quem ainda tem decoro e honestidade não cai neste jogo.
    Temos que ter cuidado com a agenda gay, que quer implantar a qualquer custo o favorecimento da sodomia. Querem agora implantar o “casamento” gay através da justiça, já que pelo legislativo eles estão vendo que não estão conseguindo. Fiz um artigo aqui: http://audifilia.wordpress.com/2011/01/21/casamento-gay-pode-ser-aprovado-em-fevereiro/
    Vamos nos mobilizar, pois eles dependem da apatia dos bons para conseguir a corrupção da sociedade.
    Salve Maria!

  12. Carlos

    Caro Lúcio, Salve Maria!

    É que andei viajando muito em dezembro e janeiro.

    Quanto à polêmica, não estou entendendo bem a do André Luiz. Primeiro ele confessa que é homossexual: “Eu, sou homossexual (ego sum)”.

    Depois diz que a homossexualidade nele é só uma tendência, pois não pratica sodomia e ainda procura levar uma vida de oração, e diz inclusive que: “não incorro em pecado no que diz respeito aos Mandamentos da Igreja”.

    Depois admite para o Anônimo que homossexual que não pratica atos homossexuais pode comungar: “Qualquer homossexual que procura viver na castidade pode comungar, correto? Sim, inclusive sacerdotes.”

    Ainda assim ele não comunga, “em respeito a tão grande mistério.”

    Quem comunga, então, falta com o respeito a tão grande mistério?

    Isso está me cheirando a jansenismo.

    Um abraço.

    Carlos.

  13. Sandra

    Michele Madalena

    Os Tribunais brasileiros estão todos os dias reconhecendo a união estável entre pessoas do mesmo sexo.
    Existe ainda o contrato civil que regula os bens e a forma de partilha em caso de separação ou morte.
    O MPAS e a RF já reconhecem as uniões homoafetivas.
    O reconhecimento da união civil, entre pessoas do mesmo sexo, é uma questão de tempo. Afinal o casamento no civil também é um contrato assinado entre as partes, que regula se é com comunhão ou separação universal de bens e a mais corriqueira que é a comunhão parcial de bens.
    Na prática a lei já existe, através da jurisprudencia pacífica, do reconhecimento pela receita federal e da previdencia social.
    O Executivo e o Judiciário já reconhecem só falta o Legislatico.
    Foi a mesma coisa com o Divórcio em 77 que só passou quando foi nomeado como Presidente do Brasil Ernesto Geisel que era luterano.
    Hoje em dia o que manda no legislativo não é ideologia pessoal nem Partidária, são o famosos “acordos de líderes” se fecharem um “pacotão” a lei passa.
    Como na prática, ela já existe, creio que é uma questão de tempo, a união civil entre pessoas do mesmo sexo ser aprovada pelos legisladores.

  14. anonimo

    André,
    O que eu aho “cômico” é vc afirmar:

    “Se se acha homossexual, lésbica, e se diz como tal e recebe a comunhão, come e bebe a própria condenação. Deve renegar antes este título, como bem disseram, só é homossexual segundo a Igreja, aquele que pratica sodomia.”

    E depois observar que vc próprio, com suas palavras, faz o uso do título: “Eu, sou homossexual (ego sum)” e “os Skinheads não me pegam, porque sou do tipo físico musculoso, viril e careca, apesar de (GAY)” e que às vezes recebia o santo sacramento “evitei sempre comungar em estado de pecado mortal”

    E outra: para qualquer um de boa vontade que lessem meus comentários anteriores saberia que quando me refiro “homossexual” era no sentido de tendência, de AMS (atração pelo mesmo sexo) JAMAIS como prática e/ou consentimento.

    Quem é que fica a “vomitar” palavras?

    Após este fato desonesto, me recuso a continuar.

    Abraços em Cristo a todos!

  15. André Luiz Araujo Magalhaes

    Achei ótimo o fato de um homossexual assumir publicamente que não há absolutamente nenhum orgulho para o seu tipo de conduta.

    ———————————————-
    Verdade, concordo, mas creio que não se refere á minha pessoa, porque eu não pratico atos desta natureza. Aliás, contra á natureza.

    De resto, concordo plenamente com seu comentário.

    Salve Maria Puríssima.

  16. Eleutério Gasspodin

    E os padres de Arapiraca que rezam missa e distribuem a comunhão são o que? E tantos outros que existem mundo a fora e continuam padres?

  17. LUCIO CLAYTON

    Carlos,

    Salve Maria.

    o caso do André é complexo, durante todo o debate ele se contradisse muito, ele afirmou que era homossexual… aí perguntou o que fazer no caso dele, dei alguns conselhos para ajudar pois eu pensava que que ele queria ajuda, depois recusou meus conselhos praticamente dizendo que estava bem como estava, depois continuou a afirmar a sua homossexualidade, e ainda mais deu todas as suas características físicas, como quem as dá para algun tipo de site a procura de relacionamentos. falou que foi cantado por mulheres mais não se interessa pelo assunto,então quando eu, pelos argumentos que ele mesmo deu a seu próprio respeito, penso que ele é um homossexual praticante o mesmo volta a rebater e diz que não?

    peraí… tá tudo muito desencontrado nesses argumentos contraditórios por ele posto, já não sei mais o que ele defende.

    atacou a anõnimo, por ela se dizer homossexual não praticante, por ela estar lutando contra suas tendências.., concordou até com a Dona Sandra (êta Dona Sandra, conquistando fãs, hein?)…

    o rapaz que foi seminarista… e declarou que preferiu sair do seminário para não ter que esconder sua homosexualidade embaixo de uma casula… aí me pede pra me desculpar, por ter dito coisas que ele mesmo me fez, acredito que não só a mim, pensar a respeito dele.

    só não vou ficar aqui copiando e colando todas as contradições dele, é que são muitas…

    e não querendo fazer nenhum julgamento dele,ó que faço é apenas uma suposição, suponho eu então, que o André possa fazer parte daquele site gay “católico” que o Benjamim lá do ínicio faz parte. E a julgar pora tantas contradições, só posso pensar que o andré está vindo aqui para “zoar” o ambiente.

    o que pude perceber também em todos os comentários dele, é uma raiva, raiva em suas palavras,desde seu 1º comentário podemos perceber uma certa raiva contida e durante outros comentários raiva bastante incontida mesmo.

    não sei o porquê dessa raiva, mas é algo André que vc precisa avaliar… talvez seja falta de uma namorada, o sorriso de uma mulher apaixonada faz muito bem a nossa vida masculina… experimente… ou então por favor, reze todos os dias uma jaculatória a Nsa. Sra Rainha da Paz, ela te dará essa paz.

    E mais, a falta da Eucarístia pode ser seu maior problema, afinal ser católico sem Eucarístia, deve doer e incomodar muito, eu sei disso, conheço alguns casais que não podem receber Nosso Senhor e eles sentem muita dor por causa disso. E quem de nós aqui, que devido ao pecado, ficando sem receber nosso Deus, não se sente mal?

    E respondendo ao Sr. Eleutério,
    ao que eu saiba (se alguém souber o contrário do que digo, favor nos informe)os ditos Padres homossexuais de Arapiraca, padres que não honraram seu sacerdócio, foram indignos ao Dom que receberam de Deus… estão todos suspensos de ordem… e foram punidos pela Igreja…e ainda estão sendo processados tanto pelo ministério público, quanto pelas vítimas… vc quer mais?

    queria que eles fossem o quê?
    linchados publicamente?

    lembre-se que todos,
    sem excessão, podem ser inclusive o pior dos criminosos e pecadores, podem receber o perdão de Deus!

    não entendi a sua pergunta…

    o que vc quer?
    a Igreja já tem tomado as medidas para deterem tais Sacerdotes, inclusive medidas restritivas no seminário! E se na grande mídia só saem os escandalos (pois são escandalos que alimentam a alma de pessoas ávidas pela queda da Igreja, coisa que nunca acontecerá)e não saem as punições e a atitude da Santa Igreja, o que podemos fazer?

    basta vc ter boa vontade e ir atrás da verdade que vc irá encontrar. Deixa de ser hipócrita, medidas estão sendo tomadas, baixa a guarda e ao menos pesquise o assunto antes de sair atirando pedras, veja todos os pronunciamentos do Papa sobre essa chaga, e veja as medidas que foram e estão sendo tomadas.

    a Paz de Cristo a todos !

  18. Gustavo

    Michele Madalena

    Se dois homossexuais compartilham suas vidas a justiça deve reconhecer essa união e garantir a eles os mesmos direitos que os concedidos a casais heterossexuais.
    Isso é um fato e querer negar os direitos dos homossexuais ao amparo legal é algo monstruoso e mostra um total despresso pelo proximo.

  19. Jorge Morais

    Se dois homossexuais compartilham suas vidas a justiça deve reconhecer essa união e garantir a eles os mesmos direitos que os concedidos a casais heterossexuais.
    Isso é um fato e querer negar os direitos dos homossexuais ao amparo legal é algo monstruoso e mostra um total despresso pelo proximo.

    E se três homossexuais quiserem compartilhar sua vida, isso deve também ser reconhecido como um casamento? Se não reconhecermos o “casamento” polígamo, somos nós “monstros” que “desprezamos” totalmente os pobres polígamos?

    Ou nós podemos reconhecer apenas aquela única configuração que funda uma família – a união vitalícia de um homem e uma mulher.

    Recomendo ao senhor que leia
    http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20030731_homosexual-unions_po.html

    E também

    http://manhattandeclaration.org

  20. André Luiz Araujo Magalhaes

    E outra: para qualquer um de boa vontade que lessem meus comentários anteriores saberia que quando me refiro “homossexual” era no sentido de tendência, de AMS (atração pelo mesmo sexo) JAMAIS como prática e/ou consentimento.

    Quem é que fica a “vomitar” palavras?

    Após este fato desonesto, me recuso a continuar.

    Abraços em Cristo a todos!
    ——————————————————

    Vc fica e sabe disto, sabe por que?, Porque ser homossexual é ter práticas homossexuais. Então não podeis usar o termo homossexual para pessoas que não praticam e para pessoas que não guardam no intelecto desejo por coisas desonestas. Outra, o fato de não comungar, remete a obrigação de renunciar paulatinamente toda crença da pessoa, seja eu ou quem for, em ser homossexual ou ter tendência. Só quem passa, meu caro, sabe, só quem passa. Lutar quotidinamente, 24 horas. Para preservar os olhos, os sentidos, e tudo mais, já que se torna inexequível estar com uma mulher, me refiro a namoro e matrimônio.

    Uma outra pessoa falou coisas ao meu respeito sem que eu as tivesse dito, porque o preconceito é tão forte que acham que toda pessoa que possua tendência, por via de regra quer praticar, é afeminado, etc.. O que não é verdade.

    Eu sou prova de que é possível não praticar, não fitar os olhos no ser do mesmo sexo com malícia, não ter pensamentos iníquos. É uma batalha. Daí alguns não comungam por falta de segurança. Antes isto que cometer a falta de Rei Lotário.

    Está com inveja pelo fato de que fui agraciado por Deus com uma presença masculina forte? Ser viril? Só por isto, meu caro, não sou bombardeado na rua, pois se me conhecesse pessoalmente pasmaria. Porque sou a figura de um heterossexual acima de qualquer suspeita. A tendência guardada no peito bem trabalhada e combatida quotidianamente.

    Por que credes que eu em algum momento fui desonesto? Não escondi meu nome, sobrenome, dei minha opinião, debatí com respeito sem ofender ninguém, contudo, não permiti que criassem uma pseudo personalidade a meu respeito. Syua atitude denota uma certa inveja pela minha luta quotidiana, minha virilidade, apesar de tudo e meu respeito pelo Sagrado Banquete Eucarístico.

    E, vc continua anônimo. Lucio, tirou conclusões errôneas, disse coisas que eu nunca afirmei, e eu sou desonesto?

    Que bom que para vc chega, é para lastimar sua atitude tão sem sentido.

  21. André Luiz Araujo Magalhaes

    Ego sum, também se referia a questão: Sim, há aa tendencia, porém, não leste meu relato piamente, ok, meu caro!

    Pax hominibus bonae voluntatis.

    AB OMNI MALA VOLUNTATE, LIBERA NOS DOMINE.

  22. André Luiz Araujo Magalhaes

    Michele Madalena

    Se dois homossexuais compartilham suas vidas a justiça deve reconhecer essa união e garantir a eles os mesmos direitos que os concedidos a casais heterossexuais.
    Isso é um fato e querer negar os direitos dos homossexuais ao amparo legal é algo monstruoso e mostra um total despresso pelo proximo.

    —————————————————-

    Em outro comentário seu militava com a TFP, COM SR pLÍNIO, E AGORA ENSINA O CONTRÁRIO DO QUE PADRE DAVID FRANCISQUINI PREGA NAS HOMILIAS PUBLICAMENTE?

    AO GAYZISMO: ANATHEMA SIT

    AO CONCÍLIO VATICANO II: ANATHEMA SIT.

    EM RELAÇÃO AO SEGUNDO ANÁTEMA, POR ISTO, QUE NÃO É POUCO, ESTE SACERDOTE ENCONTRA-SE ISOLADO, EM COMUNHÃO PARCIAL, NÃO PLENA.

  23. André Luiz Araujo Magalhaes

    E depois observar que vc próprio, com suas palavras, faz o uso do título: “Eu, sou homossexual (ego sum)” e “os Skinheads não me pegam, porque sou do tipo físico musculoso, viril e careca, apesar de (GAY)” e que às vezes recebia o santo sacramento “evitei sempre comungar em estado de pecado mortal”

    eU DISSE QUE RECEBIA O SACRAMENTO ÁS VEZES, ACORDA, RAPAZ, QUEM FEZ ESTAS CONSIDERAÇÕES É UMA LÉSBICA QUE DEBATE AQUI, NÃO EU. Eu inclusive debati com ela por tais afirmações.

    O viril careca, musculoso sou eu!

    Gay é designiação comum para homossexual ou pessoa com tendencia.

    Que recebe o Sacramento, é a moça de 23 anos que “está homossexual”.

    Vc misturou tudo.

    Eu não recebo o Sacramento, pelo contrário. Apesar de não praticar ato homossexual, nem ficar nutrindo pensamentos impuros. Como o Carlos disse, é um direito meu , embora segunso ele, eu poderia receber.

    Lê AS COISAS DIREITO, paar depois não vomitar como fizeste agora!

  24. André Luiz Araujo Magalhaes

    ndré,
    O que eu aho “cômico” é vc afirmar:

    “Se se acha homossexual, lésbica, e se diz como tal e recebe a comunhão, come e bebe a própria condenação. Deve renegar antes este título, como bem disseram, só é homossexual segundo a Igreja, aquele que pratica sodomia.” Disse anônimo

    1ª Objeção:

    Não vejo nada eerado nisto. Aliás cômico e dizer que eu recebo comunhão. Há 8 anos não comungo, meu caro, confundiu-me com a outra pessoa que comunga, apesar de estar homossexual, como ela disse.
    ——————————————————-
    E depois observar que vc próprio, com suas palavras, faz o uso do título: “Eu, sou homossexual (ego sum)” e “os Skinheads não me pegam, porque sou do tipo físico musculoso, viril e careca, apesar de (GAY)” e que às vezes recebia o santo sacramento “evitei sempre comungar em estado de pecado mortal”

    2ª objeção: Homossexual como designativo de portador de tendência. Só que homossexual e gay são termos também usados erroneamente quando há apenas tendência, principalmente em meu caso já que não pratico nem fico a nutrir pensamentos desonestos. Muitos usam erroneamente os termos. A primeira coisa que uma pessoa quando percebe suas tendências é considerar-se gay ou homossexual, ainda que não pratique. Tendência gay, tendência homossexual. De fato, não sou afeminado, por isto certamente não sofro represálias, ou pedradas. Isso não é bom????
    ——————————————————–
    3ª objeção: Faz 8 anos que não recebo Comunhão, e, até poderia, pois não pratico sodomia, nem nunca tive relação com homens. A tend|~encia é algo de “praélium”.

    E outra: para qualquer um de boa vontade que lessem meus comentários anteriores saberia que quando me refiro “homossexual” era no sentido de tendência, de AMS (atração pelo mesmo sexo) JAMAIS como prática e/ou consentimento.

    4ª objeção: Então, tambem usa erroneamente os termos.
    ——————————————————-
    Quem é que fica a “vomitar” palavras? disse anônimo

    5ª.objeção: Quem não lê os comentários corretamente e faz juizos temerários.
    ——————————————————
    Após este fato desonesto, me recuso a continuar. diz anônimo.

    6 ª objeção: Não entendi…Confundiu-me com outra pessoa.

  25. Jorge Ferraz Post author

    Caros, só comentando uma coisa que me passou batida: a Igreja obriga sim a comungar, “ao menos na Páscoa da Ressurreição”. Está nos mandamentos da Igreja, que obrigam gravemente a todo fiel católico.

    Abraços,
    Jorge