Avisos Técnicos

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 6 meses 21 dias atrás.

1. O uso do Google Friend Connect para os comentários foi (finalmente) liberado. A funcionalidade permite que os comentaristas sejam identificados por meio da sua conta Google (mostrando o nome que consta no Google, a foto da conta, etc.). Para utilizar, basta fazer o login na própria caixa de comentários (no botão “sign in” que fica abaixo dela) ou do lado direito do site, onde tem os “membros”. A funcionalidade, embora desejável, não é obrigatória: continua sendo possível comentar preenchendo o formulário normal, que pede nome e email.

2. A política de comentários do blog não mudou: continuam sendo aprovados todos os comentários, e censurados somente os palavrões, blasfêmias e trollismo. Há, no entanto, engraçadinhos – nomeadamente o sr. Hermes Pompeu – fazendo comentários absurdos (coisas do tipo “que coisa terrível é o fundamentalismo! Mimimimi!”) em posts antigos, sem nenhuma ligação com o assunto em pauta, e sem nenhuma intenção de defender a sua posição quando confrontado (já que nunca volta para o mesmo post, mas vai jogar o mesmo xororô em algum outro). Trata-se claramente de atitude troll que eu não tenho obrigação de aceitar por aqui. Doravante, serei mais rigoroso com a aprovação deste tipo de comentários claramente baderneiros.

3. A propósito, as diretrizes gerais para a boa convivência nos comentários também não mudaram:

  1. seja educado, evite argumentar ad hominem, exercite a paciência com os demais comentaristas;
  2. defenda as suas posições com objetividade, argumentando racionalmente;
  3. assuma a responsabilidade das coisas que você diz;
  4. evite iniciar outros debates quando há outros ainda inconclusos;
  5. procure, na medida do possível, ater-se ao assunto de cada post;
  6. procure condensar tudo o que tem para falar em um único comentário (evitando diversos comentários seguidos);
  7. utilize links para indicar textos maiores, evitando copiá-los e colá-los inteiros nos comentários.

4. Os últimos meses (e as últimas semanas, em particular) foram bastante conturbadas. Não estou com tanto tempo quanto eu gostaria para me dedicar ao apostolado virtual. No entanto, o pior já passou e as coisas agora tendem a melhorar. Mais novidades virão. 2011 está só començando. Agradeço a presença de todos; continuamos trabalhando para melhor servi-los.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

11 thoughts on “Avisos Técnicos

  1. Alexandre Magno

    Jorge, eu sugiro que esse post seja linkado (o quarto link) na barra de links que há no cabeçalho do blog. E que ele continue sendo um post, sem passar a ser página, a fim de continuar permitindo comentários (e discussões, quando convenientes).

    Sandra, acredito que acertou. Tem a imagem, agora.

  2. Sandra

    Alexandre Magno

    Estava indecisa entre a Bandeira de São Paulo ou o escudi do Timão.

    Irei revesar assim não fico mais em dúvida!

  3. manoel carlos do nascimento silva

    saiu hoje uma homenagem a dom fernando saburido em jornal da cidade o elogiando e o colocando como que defensor de opiniões estranhas ao catolicismo. sugiro que discutamos a nota.
    por enquanto posto uma posição de um amigo meu:

    O texto é mera opinião do redator, para um católico é de fazer vergonha o texto do jornal: coloca a Igreja como uma instituição meramente humana, sem regras e sem disciplina!
    O que o Arcebispo quis dizer com a afirmação de que o que vale é a defesa da vida? Nós sabemos que para o cristão a vida só vale apena se vivida em Cristo! No mais é balela! Ecumenismo? Ora se a verdadeira igreja è a Católica pra que ecumenismo?
    A Igreja aceita homossexuais e prostitutas desde que se convertam e não continuem mais sendo o que são, conversão é isso, mudança, ou o “jornalista redator” pensa que conversão é ficar do jeito que está?
    Dom Fernando é fraco com a disciplina moral dos padres, é adepto da Teologia da Libertação (comunista), participou do Grito dos Excluídos (movimento de esquerda e anti-católico), chegou a afirmar em uma entrevista que o aborto pode ser praticado em alguns casos (?) A Igreja nunca defendeu isso: sempre foi contra o aborto!!!
    O Bispo não tem que respeitar a opinião de ninguém , pois o católico só deve ter o ensinamento da Igreja como regra de vida! Quem tem opinião é herege, não é católico.
    O redator é tendencioso, desinformado e dada de católico.
    Artur Holanda Neves.

  4. Alexandre Magno

    Jorge,

    Desde que comecei a usar o Google Friend Connect, deixei de receber notificações de novos comentários por e-mail.

    Hoje eu notei o link “Manage your subscriptions” na parte inferior deste formulário que é usado para a redação do comentário.

    Acessei o link.

    Lá encontrei que meu e-mail atual no Google Friend Connect é [um número]@friendconnect.google.com.

    Não sei como acessar esse e-mail.

    Mesmo se eu fosse usar a opção “Change E-mail Address”, naquela página, eu precisaria saber acessar a caixa de entrada do endereço atual.

    Alexandre Magno

  5. Alexandre Magno

    Resolvido!

    Explico.

    Quando passamos a usar o Google Friend Connect, é criado um Profile para o usuário no WordPress. Esse usuário é representado por um número e, por padrão, o e-mail do usuário será [esse número]@friendconnect.google.com.

    Antes de eu usar Google Friend Connect eu sempre usei o e-mail alexandre.mbm@gmail.com. E por que eu usava o e-mail alexandre.mbm@gmail.com sem um Profile WordPress propriamente dito, eu apenas podia gerenciar as assinaturas para notificações de comentários. Minha identidade era verificável simplesmente através de e-mails de confirmação, que eu me lembre.

    Descobri que, agora, com o Google Friend Connect, para acessar o Profile basta clicar o link no meu apelido, na frase “Logged in as Alexandre Magno. Log out »“, localizada uma linha acima desta área de texto que estou usando para redigir o comentário. Aberto o Profile, eu posso mudar o e-mail do usuário, sem a necessidade de se fazer confirmações por e-mail – a dificuldade mencionada no comentário anterior. Então eu mudei o e-mail. Atualizei as configurações do Profile. Uepa!

    Resultado: as assinaturas antigas foram embutidas na nova conta Google Friend Connect. Como eu fiquei satisfeito com isso! Agora, clicando o link “Manage your subscriptions” na parte inferior deste formulário, tenho acesso a um lista de todos os posts que tenho acompanhado desde o início da minha presença no Deus lo Vult.

    Perdi apenas as cinco assinaturas mais novas, que estavam para o e-mail [aquele número]@friendconnect.google.com. Aliás, “ia perder”. Rapidamente eu alternei os e-mails (no Profile), uma segunda e uma terceira vez, somente para nesse interim visualizar os cinco títulos de posts em “Manage your subscriptions”, e copia-los, guarda-los.

    Quando eu voltar a comentar naqueles cinco posts eu estarei com o e-mail definitivo: esse de agora, alexandre.mbm@gmail.com. Os posts serão assinados e constarão na lista que já tem mais cinquenta.

    Em resumo, migrei o perfil virtual (baseado apenas no endereço de e-mail) antigo para o perfil real (baseado no Profile WordPress) atual, do Google Friend Connect

    Quem não entendeu pode perguntar.