Ameaça a líder pró-vida

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 4 meses 20 dias atrás.

Não deixem de ler a denúncia da Doris Hipólito que o Murat reproduziu no “Contra o Aborto”. Em resumo, a conhecida militante pró-vida do Rio de Janeiro está sendo ameaçada e, embora já tenho feito as denúncias cabíveis, aparentemente a única coisa que ela recebeu das autoridades públicas foram conselhos para que evitasse sair de casa à noite (!).

Faço coro ao pedido do Murat: “Roguemos muito ao Senhor Deus para que Ele continue dando Sua proteção a esta sua filha que tanto faz pelos mais humildes dentre os humildes, os não-nascidos. E peçamos também à Nossa Senhora para que continuamente interceda por nossa amiga Doris”. Que a Virgem Santíssima possa guardá-la e protegê-la. E, se alguém do Rio de Janeiro tiver mais informações ou puder fazer alguma coisa, por favor não se omita neste momento.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

3 thoughts on “Ameaça a líder pró-vida

  1. Jorge Ferraz Post author

    Quintas,

    Não entendi. Então dizer a verdade sobre o PT é calúnia?

    Ou, ainda concedendo – para argumentar – que a Dóris Hipólito tivesse cometido crime eleitoral em outubro passado: por causa disso ela pode ser ameaçada?

    – Jorge

  2. roberto quintas

    Não me leve a mal, Jorge, mas não é possivel dizer a verdade a partir de uma mentira. };)
    A panfletagem foi crime eleitoral.
    O aborto foi usada para atingir um resultado eleitoral.
    A questão do aborto continua sendo aborada pelo viés doutrinário e dogmático da Igreja, ainda imnpera argumentos emocionais.
    O evento lembra-me o fanfarrão do pastor americano que queimou o Alcorão: as consequências são inevitáveis.