“Grito Silencioso”

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 3 meses 6 dias atrás.

Da série “recordar é viver”. Nem me lembro quando foi a primeira vez que ouvi esta música; deve fazer perto de uma década. Nos meus tempos de redescoberta da Fé da minha infância. Quando voltava para a Igreja da Qual nunca tinha saído mas que indubitavelmente abandonara…

O vídeo tem imagens fortes, aviso logo. Mas ficou perfeito, uma vez que a letra também evoca imagens fortes. Porque o assunto é feio, e não tem como falar sobre ele de maneira “politicamente correta”, através de eufemismos e maquiagens. O assunto é doloroso, assim como a música, assim como o vídeo.

Mas é uma dor que traz uma pontada de esperança! Uma dor que provoca, ao menos, a vontade de não mais perpetuá-la. Que conduz ao arrependimento e à vontade de fazer algo para que tanta dor pare; que leva, ao menos, a rezar. “Maria, Mãe da Igreja, roga pelos filhos seus”. É um verso, e é uma prece. Que Ela nos ouça. E proteja os indefesos.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

2 thoughts on ““Grito Silencioso”

  1. lucas

    Não dá para assistir sem chorar…quanta crueldade.
    Caro Jorge,faço da sua prece a minha também.

    lucas.

  2. Olegario

    Não fui até o fim não…
    Tive o prazer de assistir ao parto de minha esposa no hospital quando esta me deu o meu caçula…
    Jorge, tem a imagem de um anjinho abortado que era igiualzinho meu filho quando este nasceu…
    Meu Deus…
    Até chorei.
    Nunca mais verei um video desses…
    Olegario.