Curtas

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 2 meses 13 dias atrás.

Battisti e os conceitos de “justiça”. “Tudo isso significa que consideramos a Itália um país medieval, incapaz de julgar seus cidadãos adequadamente por crimes cometidos em seu território. Já a Justiça brasileira, como sabemos, é exemplar”.

A recente decisão do STF sobre a não-extradição do criminoso italiano é mais um capítulo da triste história da vergonha brasileira, a cobrir de opróbrios esta nação. Que os nossos descendentes nos perdoem!

No mesmo sentido, ouvi ontem e hoje na CBN o Arnaldo Jabor lamentar que a Dilma esteja evitando encontrar-se com a iraniana Shirin Ebadi – segundo o comentarista, por causa da amizade entre Lula e o Ahmadinejad e dos “soviéticos de Brasília”. Aliás, é o terceiro dia seguido que eu ouço o comentário do Jabor, e o terceiro dia seguido em que ele se refere aos “soviéticos” e “bolcheviques” do Planalto…

* * *

Profanação Eucarística na Colômbia: “O Pe. Rodrigo Hurtado, pároco da igreja de San Isidro em Dosquebradas (Colômbia), denunciou que a capela Cristo Salvador foi vítima de um ato sacrílego, pois ladrões ingressaram no templo, furtaram dinheiro e bens valorados em mais de mil dólares, para logo retirar as hóstias do Sacrário, derramá-las no chão, jogar cerveja em cima e pisoteá-las”.

Caberia talvez pensar que foi um ato simples de assalto, onde os criminosos aproveitaram-se da oportunidade para vandalizar o ambiente. No entanto, o sacrilégio apresenta uns requintes de odium fidei tão ímpios que nos levam a pensar se, ao contrário, não foi o assalto uma tentativa de encobrir a profanação…

Rezemos ao Altíssimo em desagravo por este sacrilégio e por tantos outros que ocorrem mundo afora. Que Ele Se compadeça de nós.

* * *

Perito desmente mitos anti-católicos sobre as cruzadas. Leiam lá. Só destaco:

  • Primeiro mito: “as cruzadas representaram um ataque não provocado de cristãos ocidentais contra o mundo muçulmano”.
  • Segundo mito: “os cristãos ocidentais foram às cruzadas porque sua avareza os motivou a saquear os muçulmanos para ficarem ricos”.
  • Terceiro mito: “os cruzados foram um bloco cínico que em realidade não acreditava nem em sua própria propaganda religiosa, senão que tinham outros motivos mais materiais”.
  • Quarto mito: “os cruzados ensinaram aos muçulmanos a odiar e atacar a cristãos”.
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

One thought on “Curtas