“Nossa Senhora do Crack” (?!)

closeAtenção, este artigo foi publicado 6 anos 28 dias atrás.

A Virgem Santíssima é sem dúvidas a Mãe dos Desvalidos. Isto, contudo, não significa que se Lhe possa conferir arbitrariamente títulos desrespeitosos sob o pretexto de promover uma “aproximação” entre Nossa Senhora e as misérias da vida humana.

A proposta de se fazer uma imagem de “Nossa Senhora do Crack” é absurda e irracional, e só poderia encontrar defensores nestes tempos de miséria religiosa nos quais vivemos. Todos os títulos da Virgem Santíssima honram locais de aparições marianas (Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Lourdes), dogmas a Ela referentes (Nossa Senhora da [Imaculada] Conceição), virtudes d’Ela (a virtual totalidade da Ladainha Lauretana) ou súplicas para necessidades diversas (Nossa Senhora do Bom Parto, Nossa Senhora da Boa Viagem, Nossa Senhora da Vitória). Nunca existiu um título da Virgem que fizesse referência direta a pecados ou a objetos que praticamente só têm uso pecaminoso.

Não obstante, sempre foram feitas diante da Virgem Santíssima (e inclusive utilizando-Lhe o nome) referências a situações difíceis que os filhos d’Ela atravessam neste Vale de Lágrimas. Assim, p.ex., diante da escravidão imposta pelos infiéis muçulmanos aos católicos durante a Idade Média, nasceu Nossa Senhora das Mercês; e, como padroeira daqueles que eram forçados a viver longe de sua pátria natal, popularizou-se o título de Madonna degli Emigranti (aqui, Nossa Senhora do Desterro). Assim – e só assim – talvez fosse possível discutir a conveniência de se invocar a Santíssima Mãe de Deus sob um título de “Nossa Senhora dos Viciados” ou coisa parecida – e, mesmo assim, lembrando que nunca houve uma “Nossa Senhora dos Ladrões”, uma “Nossa Senhora dos Assassinos” ou uma “Nossa Senhora dos Adúlteros”…

Mas, simplesmente “do crack”, não. O título raia à blasfêmia (se é que não cai nela completamente!), uma vez que sugere que a Virgem Santíssima possa ter alguma relação com esta droga terrível. Qualquer pessoa consegue perceber isso; até mesmo, para surpresa nossa e vergonha dos nossos dirigentes religiosos, usuários de crack dos arredores do local onde a tal imagem foi colocada. Eles disseram:

“Achei ridículo. Na minha opinião é um pecado sem tamanho. Pusesse um outro nome, Nossa senhora da Apa, rogai por nós”.

“Quem fez isso aí errou, não devia ter feito porque, queira ou não, não pode envolver uma santa com o crack, que é uma santa da igreja, coisa de Deus, então nós tem que respeitar”.

“Nós quebramos porque é a santa do mal, é como se fosse a santa do mal. A santa do crack”.

“Porque o crack não é bom, o crack não é de Deus e a santa é uma santa divina, uma coisa boa”.

No entanto, o pe. Lancelotti disse “que a idéia do artista foi louvável por levar uma esperança para quem vive no mundo das drogas”. E o cardeal de São Paulo, dom Odilo Scherer, dedicou uma série de tweets para defender a estátua [veja-se, p.ex., aqui, aqui, aqui e aqui]. E arremata:

Estes desvalidos em questão – os dependentes químicos – já têm uma Mãe que rogue por eles, e não aceitam estas invencionices modernas que juntam, na mesma invocação à Virgem Santíssima, o nome da Mãe de Deus e o do crack. Os viciados entendem a absurda diferença existente entre o bem e o mal, entre Nossa Senhora e as drogas. Melhor fariam os nossos pastores se ignorassem “artistas” modernos de gosto bastante duvidoso e dessem mais atenção àqueles que pretendem defender.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

23 thoughts on ““Nossa Senhora do Crack” (?!)

  1. Valdir A. C.

    Meu caro, a imagem foi destruída… Graças a Deus!!
    Os usuários da droga quebraram por discordar da “Santa” ser relacionada a algo do Mal.

    Em Jesus e Maria!

  2. Francisco Silva de Castro

    NOSSA SENHORA DO CRACK?

    Nunca aceitei de bom grado estes títulos dados a Virgem Maria. Apenas as invocações da ladainha da Virgem são conformes a doutrina católica. Mas há títulos e imagens da santa Virgem que a ridicularizam e muito. Até há títulos como Nossa Senhora da Estrada, representada com um pneu aos pés e Nossa Senhora do Cadeado; Ridículo e desrespeitoso com a nossa Mãe cujo nome verdadeiro foi dado pelo próprio Deus: “Cheia de Graça” Em grego:Kecharitomene Exclusivo dela em toda a Bíblia e intradúzivel nas línguas modernas. As traduções se aproximam do sentido do nome. Mas NÃO me admiro da escolha do nome novo. Se há a Nossa Senhora dos Remédios, das Candeias, da cabeça, natural que inventassem mas um nome ridículo e sem nenhum significado ou ligação com a pessoa da mãe de Jesus. Abaixo os títulos à Virgem, que de certa forma justificam e com razão, as criticas que os evangélicos fazem a forma como os católicos honram a Bem aventurada mãe de Deus. Além de ainda induzirem o povo, a pensar que Nossa Senhora de Fátima é uma mulher e Nossa Senhora Aparecida é outra, e isto em relação a todos os ditos títulos de Maria. Milhares de santas distintas, já que as imagens são bem diferentes. Nossa Senhora sim! Porque é a mãe do Senhor. Nossa Senhora apenas, mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo. Basta!

  3. Karina

    “Nossa Senhora do Crack” (?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!)

    Coitada de Nossa Senhora…

  4. Rodrigo

    Isso é que da querer ficar colocando imagem em tudo que se ver !!!
    falta ensinamento biblico , onde estão os católicos praticante e qual o católico hoje conhece a doutrina da igreja ? coneço que nem eu conheço a doutrina da igreja , na verdade não tem quem me ensine .
    só jesus !!!

  5. James

    Pela lógica e por direito, o apologista da “devoção” de “N. sra. do Crack” pode ser eleito Papa no próximo Conclave. Como a Igreja é instituição divina, confiamos que isso não irá ocorrer.

  6. Cosme Bento

    Meu Deus, tende piedade de nós, tende piedade desse padre lancelotti e do cardel odilo(minusculo mesmo), quanta besteira disseram.

    Nossa Senhora, Mâe de Deus e nossa, perdão Mãe, por esses meus irmãos eu te peço

  7. Ygor

    Pelo depoimento do artista no vídeo, ele não entende o porquê dos títulos de Nossa Senhora e quer por outra imagem lá. Mas deveria ao menos ouvir as críticas dos usuários de crack, que são corretas. Aliás, achei muito interessante constatar a lucidez dos usuários de crack em relação ao sagrado.

    Dada a situação, seria bem mais oportuno por naquele lugar a imagem de Nossa Senhora das Mercês.

  8. Angélica

    Associar Nossa Senhora ao erro é uma blasfêmia,seria o mesmo que colocar o nome de Nsra do aborto (em vez de N Sra dos abortados),por exemplo.
    Porque não colocaram então nome de N .Sra dos dependentes químicos ou dos crackdependentes ?
    EU HEIN?isto é bizarro.

  9. olegario

    Jorge

    Esse padre Lancelotti é um sacerdote “liberteiro” ligado a TL e a uma pastoral ligada a Fundação Casa.
    Recentemente esteve envolvido num escandolo de extorsão com meliantes que lhe exigiram ( e levaram ) mais R$100.000,00.
    O drama todo durou cerca de uns dois anos ( os meliante acharcando e o padre cedendo) até que terminou com a prisão dos criminosos.
    Bem, eu achei isso tudo muito estranho.
    Tanto do ponto de vista policial quanto do ponto de vista da conduta do padre.
    tempos atrás o Chalita convidou o padre para uma entrevista na redde de televisão da CN.

  10. Maria das Mercedes

    Achei, por um momento, que era uma homenagem à Amy Winehouse.

    Isso porque os argentinos chegaram à prestar culto à falecida Evita como “Nossa Senhora da Esperança”. Claro que a Igreja Católica, ainda bem católica naquela época, achou isso tudo ridículo e nunca alimentou esse sentimento desvirtuado do povão.

    Mas Dom Odilo? Aquele que esbravejou contra os protestantes da parada gay pela blasfêmia protestante-gay deles à imagem dos santos?

    Não! Não pode ser! Esses bispos não andam nada católicos.

  11. Wilson Ramiro

    No entanto, o pe. Lancelotti disse “que a idéia do artista foi louvável por levar uma esperança para quem vive no mundo das drogas”. E o cardeal de São Paulo, dom Odilo Scherer, dedicou uma série de tweets para defender a estátua….

    Será que eles não perceberam o escárnio??
    Será que a devoção do cardeal é nossa senhora da bolinha de gude?????
    e a devoção deste padre é nossa senhora do oxum azul???

    Quem pretendia fumar esta santa o cardeal ou o padre??

  12. Jorge Ferraz Post author

    Poluição desnecessária, dona Sandra. O link já está aí para quem quiser ver esta “ladainha”.

    -Jorge

  13. sandra

    não deixa de ser uma tristeza!

    Um louvor à Nossa Senhora censurado…

    Nossa Senhora rogai também pelos intolerantes religiosos!

  14. Alexandre Magno

    Eu não concordo com o nome. Nisso minha opinião é parecida com a do blogueiro. Até aqui, pelo menos. Contudo, também não concordei com a destruição da imagem. O erro estava na nomeação, não em incentivar a busca da interecessão de Nossa Senhora para a mudança de estado dos dependentes químicos. Que se fizesse outra nomeação!

    Uma vez eu estava na Igreja. Havia um grupo orando, ou melhor, “adorando”. O Santíssimo estava exposto. Daí chegou um bêbado, abatido, manso, mas bêbado, e começou a se dirigir ao Santíssimo com sua tristeza, chorando suas dificuldades. Imediatamente dois ou três “piedosos” organizaram uma operação para colocar o bêbado-sofredor bem longe dali. Eu achei isso um grande farisaísmo!

    Jorge, fiquei sem entender por que você não tirou o link e deixou o texto da ladainha. Terá sido por que veio da Sandra, apenas? Eu hein!

  15. Jorge Ferraz Post author

    Alexandre,

    fiquei sem entender por que você não tirou o link e deixou o texto da ladainha

    Comment duplicado. Deixei somente um.

    – Jorge

  16. Samuel

    Sempre confie mais no senso comum do povo do que na sabedoria dos ‘intelectuais’ e ‘santos’.

  17. lucas

    Por acaso,em minhas férias, assisti a palestra do Pe. Demétrio na tv CN e achei simplesmente espetacular ! O que mais me chamou atenção entre vários tópicos foi quando o padre disse + ou – assim: “…se não somos capazes de falar bem de um sacerdote então tb não falemos mal…”. Sendo assim, só posso lamentar muito que D. Odilo tenha defendido a imagem de “N Sra. do crack”. Lamentável!!!
    Beato João Paulo II, rogai por nós !

  18. Joel

    Perdeu completamente qualquer credibilidade que tivesse e a autoridade sobre a diocese de São Paulo…

  19. Cristiane Pinto

    Fiquei pasma, os usuários de crack têm mais respeito e reverência para com a Virgem Santíssima do que certos padres. Os nossos piores inimigos são os que estão dentro da Igreja. Virgem Santíssima, rogai por nós!

  20. Pingback: Jesus, o "Mano dos Manos": inculturação e nova evangelização | Deus lo Vult!