A instrumentalização do sofrimento alheio

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 11 meses 10 dias atrás.

Esta notícia é uma verdadeira piada: Vítimas de pedofilia denunciam papa à corte internacional. «Uma associação americana de vítimas de padres pedófilos anunciou nesta terça-feira que apresentou uma queixa ao Tribunal Penal Internaiconal (TPI) contra o papa Bento XVII e outros dirigentes da Igreja católica por crimes contra a humanidade».

Solidarizo-me, de verdade, com as vítimas de abusos sexuais. Em tempos mais civilizados – durante as glórias do Medievo, p.ex. -, um sacerdote que traísse de maneira assim tão grave os seus votos seria trancado em um buraco (possivelmente pelo resto da vida) para meditar nos seus pecados sem ver mais a luz do sol e nem ninguém; ou então seria queimado em praça pública para a maior glória de Deus, e seria justo. As pessoas de hoje, no entanto, dizem que estas práticas são bárbaras e que é um absurdo vergonhoso elas terem um dia existido. E, simultaneamente, promovem um terrível linchamento moral sobre qualquer sacerdote – culpado ou inocente – sobre o qual pese a mais remota suspeita de se ter envolvido em escândalos sexuais (de pedofilia ou não), ao mesmo tempo em que pretendem acusar a Igreja por Ela não [mais!] punir os Seus ministros da forma como fazia anteriormente e que é, hoje, execrada pela totalidade do mundo dito “civilizado”.

Eu entendo que o “braço secular” muda ao longo dos séculos, e entendo que fogueiras ou forcas no Largo da Piedade seriam descabidas nos dias de hoje. Mas o mesmo não vale para os aljubes, que poderiam perfeitamente se ter transformado em prisões eclesiásticas (com o mesmo propósito original). Penso que, assim, as coisas seriam melhores.

No entanto, divago; pois não importa como as coisas poderiam ser (e muito menos se seriam melhores ou piores se fossem de uma maneira diferente do que são), e sim como elas são. E o fato é que, hoje, desconheço qualquer existência de foro eclesiástico para crimes civis. Como alguém colocou em alguma lista de emails da qual participo, a instância responsável por investigar uma denúncia de pedofilia (ou do que quer que seja) são as autoridades do lugar onde o fato supostamente se deu, e não a cúria romana [que fica no Vaticano] e nem muito menos o Papa. Qualquer tentativa de responsabilizar estes é pura calhordice, é instrumentalização do sofrimento alheio para fins ideológicos que deve ser denunciada.

A tal associação americana pretende que o Papa tenha “responsabilidade direta e superior por crimes contra a humanidade, por estupro e outras violências sexuais cometidas em todo o mundo”! Vejam que não estamos sequer falando de alguma coisa que (embora equivocada) tivesse um mínimo de lógica, como p.ex. uma suposta recusa em denunciar às autoridades um suposto caso que porventura tivesse acontecido n’alguma circunscrição geográfica (München, p.ex.) pela qual o então Bispo Ratzinger fosse à época responsável. Na verdade, acusam o Papa de ter “responsabilidade direta” pelos casos de abusos sexuais ocorridos em todo o mundo! Seria alguma coisa como (mutatis mutandis) acusa a sra. Presidente da República do Brasil pelos crimes cometidos por brasileiros em qualquer parte do globo terrestre, e levá-la a um Tribunal Internacional acusando-a de omissão e cumplicidade por eles. A idéia, claro, é estúpida; no entanto, algumas pessoas (movidas por um ódio cego e irracional) perdem completamente a noção do ridículo em sua tentativa de lançar lama na Igreja.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

17 thoughts on “A instrumentalização do sofrimento alheio

  1. Lúcio Clayton

    Não creio que esse processo infame surtirá o efeito que eles desejam,esses filhos do Inferno terão o troco dado por Deus!

    Essa denúncia pode até ter sido feita, mas será que esse tribunal irá aceitar um absurdo desse nível ?

    No entanto rezemos pelo nosso Santo Padre, ele ainda tem muito o que sofrer…

    Acho que vem chumbo grosso por aí!

  2. manoel carlos

    jorge fomos hoje para um a reunião com Dom Fernando Saburido sofre o “simpósio! gay qye ocorrerá na Católica.
    O mesmo nos mostrou uma carta enviada pelo Reitor se justificando (de forma incoerente, entendo).
    O senhor Bispo se disse impotente, apesar de não concordar com tal evento!!!
    No ato entregamos a ele uma carta que mostra a nossa indignação com tal afronta, vilipendio, profanação a um ambiente católico. Vamos todos ao simpósio fazer um desagravo contra essas profanações!
    Salve Maria!
    Viva São Pio X!

  3. Angelica

    O maior obstáculo para a implantação da NOM é a Igreja Católica.Esta corte internacional está ligada a interesses da NOM(ONU,GOVERNO ÚNICO MUNDIAL,ETC).
    Rezemos pelo papa,porque o terceiro segredo de Fátima fala do papa e de muitos sacerdotes sendo MORTOS POR SOLDADOS(o atentado á João Paulo II não teve mortos e não foi realizado por soldados(induz a pensar num fuzilamento )(e qdo vi esta reportagem lembrei de imediato das profecias de Dom Bosco e Nossa Senhora em Akita e La Salete (aprovadas pela Igreja ).Deus livre o papa desse povo.

    Antes do advento de cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalará a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra desvendará o ´mistério da iniqüidade´ sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente aos seus problemas, á custa da apostasia da verdade” (Catecismo da Igreja Católica 675)

    http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20000626_message-fatima_po.html

  4. Benjamin Bee

    Essa ação movida contra o Papa em tribunal internacional deve estar baseada no conceito de responsabilidade do dirigente de empresa sobre seus funcionários em serviço.

    Eu penso que a denúncia não será acatada. Contudo fica aí um forte alerta. Inclusive e principalmente nas posições vaticanas que em nome da doutrina ferem direitos humanos.

    Estamos vivendo tempos muito críticos mas daí a pensar em Apocalipse tão perto acho um pouco demais. O que diz o Magistério a respeito disso?

  5. Lúcio Clayton

    Benjamim,

    “Inclusive e principalmente nas posições vaticanas que em nome da doutrina ferem direitos humanos.”

    cara,

    Direitos humanos ou direitos Divinos?
    Deus ou os homens?
    Catolicismo ou Secularismo?

    Vc acha que o Vaticano está aí para defender os direitos humanos ou a Verdadeira Doutrina Católica?

    E quantos são os “direitos humanos” que ferem os direitos Divinos?

    Se vc quer uma igrejola que defenda os direitos humanos, funde a sua própria ou se chegue mais perto de umas das milhares de denominações protestantes que mais se coadune com teus gostos pessoais, tem até as que aceitam a tua homossexualidade como coisa normal e como “dom” dado por “deus”.

    Quanto as questões apocalípitcas, não é exagero não, as profecias citadas pela Angélica são reais, e qualquer ser humano bem formado pela boa doutrina católica e sendo pessoa de oração, consegue sentir e perceber que estamos vivendo em épocas proféticas e finais.

    Converta-se enquanto é tempo, abandone tua vida insana, relativista e sexualmente depravada, confesse-se e reze pelo Santo Padre, ele ainda tem muito o que sofrer…

    De resto, pare de sair por aí se dizendo católico e ao mesmo tempo ficar defendendo o que a Igreja condena, vc pode acabar enganando muitas almas e por tua culpa elas acabarem se condenando, aí rapaz, teu Juízo será terrível, bem mais que terrível em teu momento derradeiro.

    Vc, assim como todos nós vai morrer, e isso pode ser hoje ou amanhã, quem sabe?
    Vc, assim como todos nós, será julgado e poderá ser condenado eternamente ao fogo do Inferno, ou em hípotese,depende de ti, poderá ser salvo e gozar eternamente da visão Beatífica de Deus no Céu!

    Isso que digo é a mais pura verdade!

    Converta-se, enquanto é tempo!

    Em tempo:

    A conversão a que te chamo também vale para mim que também sou pecador.

    Que a Luz de Cristo abra teus olhos e teu coração.

    Passar bem.

  6. Angelica

    A Igreja não é empresa e o papa é um governante e não empresário.

    As questões de pedofilia são respondidas localmente pelas dioceses .
    Assim como os processos municipais dizem respeito aos municípios,e as dívidas estaduais aos Estados,etc,ESTES PROCESSOS DEVEM SER LOCAIS E JULGADOS PELA JUSTIÇA COMUM.
    EXISTEM PEDÓFILOS EM TODA SOCIEDADE NUMA PROPORÇÃO INFINITAMENTE MAIOR .

  7. Lucio

    [quote]EXISTEM PEDÓFILOS EM TODA SOCIEDADE NUMA PROPORÇÃO INFINITAMENTE MAIOR .[/quote]

    De fato, é insana a cobertura que os anti-clericais dão acerca dos abusos dos padres. Em meus estudos de Direito Penal, as estimativas que nós recebemos é de que 90% dos casos de pedofilia ocorre dentro das famílias (pais, padrastros, mães, irmãos, avôs, irmãs, tios e primos, etc etc)…. e os outros 9% são cometidos por amigos da família (aqui poderiam cair os casos de alguns padres, mas o mais comum é realmente de simples amigos da família, ou outros pessoas que a família confia, como médicos), com 1% cometido por estranhos.

    É insana a proporção que as pessoas querem incutir aos padres de que eles são um “antro de pedófilos”. Aconteceram casos? Aconteceram. Devem ser julgados? Até as últimas raias do Direito. Isso significa que ser padre é ser pedófilo? Não, e você teria de ser um idiota para afirmar isso (e isso é afirmado aos borbotões, mas a polícia do “politicamente correto” nem dá bola porque isso ajuda a agenda deles).

  8. Leniéverson Azeredo

    Como jornalista, me sinto envergonhado, pelo o que a minha classe, principalmente, a formada pela mídia secular, tem feito.Eu penso que instituições ou autoridades internacionais ou até mesmo as nacionais, como o Conselho Nacional de Psicologia, especialistas em direito penal (leia-se OAB, conselho nacional de justiça, stf, stj, etc), órgãos de direitos humanos, bancada católica nos parlamentos federal, estadual e municipais, deveriam assumir uma postura responsável e vir a público para dizer o óbvio, que a pedofilia acontece mais em toda sociedade, do que entre os padres.Vejamos alguns dados, com suas devidas fontes:

    O Brasil é líder no ranking de países com maior incidência de crimes de pedofilia na internet, e o terceiro colocado dentre os países com índice de abusos sexuais de crianças e adolescentes. Esta e outras afirmações do senador Magno Malta (PR-ES), no seminário Todos contra a pedofilia, surpreenderam e impressionaram representantes da todos os setores de Teresópolis, no Rio de Janeiro. Os estudos constatam que, de cada 10 casos de pedofilia, seis acontecem na própria família.http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI3739808-EI7896,00-Brasil+e+lider+em+crimes+de+pedofilia+na+na+internet.html

    Onze crianças violentadas por dia no Pará

    Todos os dias, 11 crianças de 0 a 5 anos são vítimas de violência sexual no estado do Pará. Esta foi uma das constatações feitas através dos números do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa do estado (Alepa), que apurou crimes de abuso sexual contra crianças e adolescentes. No documento, o deputado relator Arnoldo Jordy (PPS) afirma que, dos mais de 100 mil crimes dessa natureza cometidos entre 2005 e 2009, cerca de 20% vitimaram crianças com, no máximo, 5 anos de idade. Ou seja, são pelo menos 4 mil casos por ano envolvendo esta faixa etária, 330 casos por mês, 11 casos por dia. “A realidade superou tudo que imaginávamos, tanto pela gravidade do crime quanto pela sua altíssima incidência”, afirmou o deputado no relatório. Ainda segundo as apurações, 85% dos casos de pedofilia acontecem dentro do ambiente familiar.http://www.namaocerta.org.br/bol_6307.php

    O abuso às crianças pode ocorrer na família, através do pai, do padrasto, do irmão ou outro parente qualquer. Outras vezes ocorre fora de casa, como por exemplo, na casa de um amigo da família, na casa da pessoa que toma conta da criança, na casa do vizinho, de um professor ou mesmo por um desconhecido.http://pt.wikipedia.org/wiki/Pedofilia

    Segundo psicólogos especialistas em agressão infantil de Michigan, nos Estados Unidos, cerca de 80% dos casos de abuso sexual de crianças acontecem na intimidade do lar: pais, padrastos e tios são os principais agressores.http://www.brasilescola.com/sociologia/pedofilia.htm

    PEDOFILIA
    Trata-se de uma psicopatologia, ou seja, um desvio no desenvolvimento da sexualidade, caracterizado pela opção sexual por crianças e adolescentes de forma compulsiva e obsessiva. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a pedofilia é a ocorrência de práticas sexuais entre um indivíduo maior de 16 anos com pessoa na pré-puberdade (13 anos ou menos). O pedófilo é, na maioria das vezes, um indivíduo que aparenta normalidade no meio profissional e na sociedade. Ele se torna criminoso quando utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual, com ou sem o uso da violência física.http://www.childhood.org.br/entenda-a-questao/glossario

    A secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Iracema Barbosa Marques, afirma que os núcleos são mecanismos de prevenção, mas que o principal trabalho a ser desenvolvido é com a sociedade. “Os maiores abusos são oriundos do círculo familiar, de vizinhos e pessoas mais próximas”.http://www.uberlandiacontraapedofilia.com.br/

    Eu poderia citar mais dados estatisticos, mas insistem em colocar a igreja católica na berlinda, dizendo que é escandalo, que tenta tirar o corpo fora.Que coisa, hein?Se isso não é perseguição, é o que, então?Conto de fadas?

    Saudações.

  9. Karina

    Só pelo fato de terem basicamente chamado Roman Polanski de coitadinho, e colocarem a “culpa” do abuso na então menina de 13 anos, dá pra ver como a mídia é “imparcial”…

    Além disso, como ressaltou o Lúcio, só um intelijumento para afirmar que, se um padre errou, todos os padres erraram. Assim, teríamos que repreender todos os técnicos esportivos por causa do recente caso de assédio em times infantis.

  10. Benjamin Bee

    Lúcio Clayton

    Não espere que o tribunal dos homens seja dirigo por cardeais. Não será.

    Se o Vaticano não encontrar uma fórmula de bom convívio, não sei qual e não estou interessado em saber, o Vaticano sofrerá as consequências.

    O poder da Igreja sobre o Estado terminou. E não é de hoje. Fazer-se de mouco não vai adiantar nada.

  11. Leniéverson Azeredo

    “O poder da Igreja sobre o Estado terminou. E não é de hoje. Fazer-se de mouco não vai adiantar nada”.

    E o Kit-Gay?Não lhe lembra nada?Benjamim, tua “classe” só conseguiu “direitos” através do tapetão do STF, assim, é mole.Conseguiu as coisas empurrando goela abaixo atraves da mídia secular hedonista.A Igreja seja ela católica ou protestante tem muito poder sobre o Estado.Que tal você estudar a formação da maioria esmagadora das cidades, a minha Bee, Campos dos Goytacazes(RJ), só surgiu a partir da forte contribuição do catolicismo, imagine outras, como Aparecida, Guaratinguetá, Cachoeira Paulista e até a Capital São Paulo, varias cidades goianas como trindade, goias velho, Belem(PA), enfim, varias cidades brasileiras surgiram ou teve contribuição do catolicismo para se expandir.Muitas delas, até hoje, sobrevivem do turismo religioso.Portanto, como assim, a Igreja perdeu o poder sobre o Estado, quando muitas vezes se confunde?

  12. Michele Madalena

    Quer realmente proteger as crianças dos pedófilos? Exalte a moral!
    Cada pessoa que apóia o homossexualismo,a promiscuidade e demais comportamentos imorais também defende a pedofilia, direta ou indiretamente. Apenas um mundo que siga Jesus Cristo pode impedir estes fatos de acontecerem.
    Recentemente um ator famoso nos anos 80 definiu hollywood como um antro de pedófilos. Não vi ninguém se escandalizar com isto…Felizmente Deus triunfará e todas estas perversões amorais que hoje ganham aplausos e paradas serão extirpadas da face da terra. E nunca mais nenhuma criança terá que chorar por isto!
    Nossa Senhora vencerá!

  13. Olegario

    “Cada pessoa que apóia o homossexualismo,a promiscuidade e demais comportamentos imorais também defende a pedofilia, direta ou indiretamente”.

    Subscrevo. Excelente.

    “Recentemente um ator famoso nos anos 80 definiu hollywood como um antro de pedófilos. Não vi ninguém se escandalizar com isto…”

    O melhor exemplo disso é o MJ.
    Ok,ok,ok,…foi absolvido das acusações.
    No entanto diante de tantas evidências do crime, o cantor ainda assim é extremamente venerado e cultuado.
    Um padre com infinita vezes menor numero de provas já seria defenestrado pela mídia.

    Portanto, subscrevo duplamente o que disse a comentarista acima.

  14. Benjamin Bee

    Lenieverson

    É claro que há pequenas vitórias esporádicas, temporárias e provisórias da Igreja. Mas não reconhecer que o poder da Igreja sobre o Estado acabou é negar evidências.

    E como o Estado acompanha a sociedade e seu tempo, por mais que as igreja resistam, o Estado seguirá evoluindo.

    Não há como voltar à Idade Média e isso não tem interesse. O que a nós interessa é a evangelização, na velocidade da banda larga e eficiente. E evangelização para procriar no Espírito e não encher a sacolinha.

    A ameaça maior e mais grave é uma reforma das igrejas forçada pela economia e não pelo Amor.

  15. Cristiane Pinto

    “Não deixa de ser curioso que o abuso sexual contra crianças, que viola a integridade física, moral e espiritual das mesmas, seja considerado um crime contra a humanidade (e penso que o deva ser), e o aborto, que viola a mesma integridade em grau extremo, venha se tornando um direito humano universal.
    Será que algum dia veremos os aborteiros e abortistas – fautores, promotores e cúmplices – no banco dos réus? Bem que estes criminosos poderiam se juntar aos verdadeiros pedófilos e o mundo seria um lugar melhor de se viver!”
    Concordo com isto e subscrevo. É o que está escrito aqui neste blog, que tem mais informações sobre o assunto:
    http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/26353-afinal-quem-denunciou-o-papa-bento-xvi-a-corte-de-haia

  16. Miguel Carqueija

    Leniéverson, concordo com você, parabenizo-o por sua lucidez e quero trazer mais um dado á discussão: se realmente a mídia quer combater a pedofilia (que é uma verdadeira maldição do século, e com um alcance que a opinião pública não percebe) em vez de ficar implicando com a Igreja Católica (já que o número de abusos por parte de clérigos é ínfimo em comparação com outras categorias, inclusive e principalmente os parentes) por que não se opõe aos concursos de mini-misses que estão corendo aó livremente? Será que isso não é estímulo á pedofilia? Será normal ficar estimulando a sexualidade precoce nas crianças? Quanto ao tal processo, lembro que há mais de 30 anos Mozart Monteiro publicou um artigo no “Globo” do Rio contando oc aso de um homem que processou Deus (na pessoa dos ministros religiosos) por ter sofrido um acidente. O juiz indeferiu, pelo absurdo da pretensão.

  17. Leniéverson Azeredo

    kkkkkkkkkkk!Não me faça rir, Bee, essa foi muito hilário, mas vamos comentar o que tu escreveu.

    “Lenieverson”

    Sim, Bee, esta é a minha graça.Tente falar rápido.

    É claro que há pequenas vitórias esporádicas, temporárias e provisórias da Igreja. Mas não reconhecer que o poder da Igreja sobre o Estado acabou é negar evidências.

    Que pequenas vitórias esporádicas, provisórias e temporárias, Bee?A Igreja no Brasil continua muito forte.Possui uma legião de redes caritativas, um moente de universidades católicas (apesar de algumas heresias), muitos bispos são chamados para escrever artigos em revistas e jornais, toda a mídia (apesar dos pesares e a exceção das ligadas a grupos protestantes, querem saber a opinião do Papa, sobre os mais diversos assuntos. Ontem, no Bote Fé, reuniu mais de 100.000 pessoas em São Paulo.Até o prefeito Kassab teve que se dobrar ao evento”.Além do mais, o que você chama de vitória, não é vitória, foiu algo conseguido no sujo Supremo Tribunal Federal, sem ele vocês nunca teriam conseguido NADA, repito NADA.Senão recebesse verba pública (vide o que aconteceu em manaus)e autorizações para a marcha gay, vocês não teriam conseguido NADA.Com verba pública ou verba de membros de classe média alta e com influência no Supremo e donos de mídia, é fácil, não é?

    E como o Estado acompanha a sociedade e seu tempo, por mais que as igreja resistam, o Estado seguirá evoluindo.

    Muito engraçado, Bee, qual é o seu conceito de sociedade?Quais são as pessoas que formam a sociedade?Ou até qual é o perfil de sociedade?Porque o que me chama a atenção é de que para você, presumo eu, é formado por pessoas “pra frentex”, que destinam horas para ler livros como o Capital ou até Crítica a Filosofia de Hegel, são pessoas que se escondem em catacumbas para tramar estratégias contra a Igreja, enfim, uma legião de nazistas e fascistas que acham no direito de postular uma nova “raça ariana”, onde a Religião deve se eximir de participar da vida política do Pais.Afinal, religião emperra meus prazeres, minhas vontades, enfim, a religião me enche a paciência.Eu te garanto, Bee, que tu nunca leu qualquer documento da Doutrina Social da Igreja (como a Rerum Novarum) ou parece ter crescido num ambiente em que se ensinou que no Brasil as religiões devem ser tratadas como inimigas da sociedade, que as religiões fomentam guerras e discórdias.Bee, nenhum desses que ficam defendendo o aborto, as causas gays e a questão da maconha,pensam no coletivo, pensam em interesses individuais.Para eles, que são formadas por pessoas de classe média alta, pouco importa se há pessoas morrendo nas filas de hospitais, se a educação pública está frangalhos, ou se, de fato as pessoas tem onde morar.Só ficam defendendo políticas eleitoreiras, como Bolsa Familia, achando que o socialismo, o comunismo e um mundo sem fé, é importante para se ter uma democracia (leia-se, eu meu ver um governo feito para um povo suureal)plena. Eu penso que Marx, Voltaire,Rosseau,está queimando o seu e o neurônios dos outros, porque não sei em que planeta está.Talvez seja por isso que acham o mensalão, um mal menor.

    Não há como voltar à Idade Média e isso não tem interesse. O que a nós interessa é a evangelização, na velocidade da banda larga e eficiente. E evangelização para procriar no Espírito e não encher a sacolinha.

    “Idade Média”?Hummmmm, mais um clichê marxista “na área”, como dizemos aqui no estado do RJ.Bee,a verdadeira “Idade Média” ou das Trevas (termo cunhado pelo Iluminismo), como você diz, e que está presente nos dias de hoje, não é causada ou promovida pela Igreja Católica ou qualquer tipo de religião.Na “Boa”, é feita pelo próprio homem, que em plena sociedade capitalista está cada vez mais individualista, mais egoísta, mais obesa, mais depressiva.Aliás, Bee, toda vez que vocês falam em direitos das minorias, usam sempre os EUA e paises europeus como referência, mas, perai?Não são estes que estão passando uma forte crise econômica desde de 2008, por causa de excesso de consumo (leia-se crise iminente do capitalismo).Tu deve estar querendo me perguntar, o que uma coisa tem a ver com a outra?Tudo, Bee, os tais referentes, as ditas superpotências estão fazendo de tudo para não cair na recessão, na pobreza, não aumentar cada vez mais o vórtex do desemprego e da falta de moradia.Enquanto as minorias, as ditas minorias conseguiram certos “direitos”, a maioria ficou a míngua.No Brasil, a situação tende a se repetir apesar da Dil-má e do Guido “Manteiga” Derretida, dizer que não.Meu caro, Bee, a CNBB (apesar dos pesares) estava lá na Marcha contra a Corrupção e vocês estão de que lado?Estão contra a corrupção ou a favor da bichice?Me responda?

    A ameaça maior e mais grave é uma reforma das igrejas forçada pela economia e não pelo Amor.

    Bom, o que eu disse antes responde sua última consideração.