Sobe a lua

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 9 meses 4 dias atrás.

Sobe a lua… não ainda. Não é a noite de lua cheia vista ontem n’A Paixão de Mel Gibson. Quarto minguante. A lua sobe tarde… mas sobe sorrindo.

Subir tarde na noite, tarde na vida… mas subir! Iluminando a noite e tornando-a bonita. Subir sorrindo, para coroar a beleza do quadro noturno. Enaltecendo o artista.

Cai a noite, sobe a lua. Os grilos cantam. Ninguém vê. Cai a vida, sobe a alma: que suba! Ainda que ninguém veja. Aqui não são grilos cantando, e sim coros angélicos. A noite se ilumina, o Universo abrilhanta-se. Ainda que caia a noite.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

One thought on “Sobe a lua