Salve, ó Virgem Mãe de Deus!

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 7 meses 21 dias atrás.

Causa-me profunda admiração haver alguns que duvidam em dar à Virgem Santíssima o título de Mãe de Deus. Realmente, se nosso Senhor Jesus Cristo é Deus, por que motivo não pode ser chamada de Mãe de Deus a Virgem Santíssima que o gerou? Esta verdade nos foi transmitida pelos discípulos do Senhor, embora não usassem esta expressão. Assim fomos também instruídos pelos Santos Padres. Em particular, Santo Atanásio, nosso pai na fé, de ilustre memória, na terceira parte do livro que escreveu sobre a santa e consubstancial Trindade, dá frequentemente à virgem Santíssima o título de Mãe de Deus. 

Vejo-me obrigado a citar aqui suas palavras, que têm o seguinte teor: “a Sagrada Escritura, como tantas vezes fizemos notar, tem por finalidade e característica afirmar de Cristo Salvador estas duas coisas: que ele é Deus e nunca deixou de o ser, visto que é o Verbo do Pai, seu esplendor e sabedoria; e também que nestes últimos tempos, por causa de nós, se fez homem, assumindo um corpo da virgem Maria, Mãe de Deus”. 

São Cirilo, “Tu és Mãe de Deus”

Hoje a Igreja celebra a Maternidade Divina da Santíssima Virgem Mãe de Deus. A solenidade ocorre no primeiro dia do ano, abrindo o ano civil com esta (justíssima) homenagem à Virgem Maria, Àquela que foi escolhida para ser a Mãe do Verbo Encarnado.

Salve ó Virgem Mãe de Deus, Vós que fostes escolhida para trazer a Divindade à terra! Vós que fostes Aquela pela Qual nos veio Nosso Senhor, nosso Deus e nossa salvação!

Salve ó Virgem Mãe de Deus, Vós que destes ao Verbo Divino a natureza humana que possibilitou a nossa salvação! Vós que revestistes a Divindade de carne e de sangue e, gerando no próprio seio o Filho de Deus, entregastes ao mundo a Salvação de que ele precisava mas que não poderia merecer!

Salve ó Virgem Mãe de Deus, Vós que sois verdadeiramente a Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, a “Mãe do meu Senhor” (Lc I, 43)! Vós que brilhastes nas trevas do mundo enquanto o mundo jazia no Maligno e, gerando o Autor da Vida, gerastes-nos e entregastes-nos a nossa salvação!

Salve, ó Virgem Mãe de Deus! É a homenagem dos que são Vossos filhos. É a gratidão dos que Vos são infinitamente gratos. É o louvor dos que não podem deixar de Vos louvar.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

2 thoughts on “Salve, ó Virgem Mãe de Deus!

  1. Durval

    Só hereges, ateus e todos os não cristãos se espantam com o título de Mãe de Deus.