Vandalismo e ofensas gratuitas são “piadas” para alguns

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 4 meses 19 dias atrás.

Parece que um apresentador de TV teve a fantástica idéia de conclamar os seus telespectadores a picharem igrejas (!) e enviarem as fotos para o programa. O sujeito faz referência a este fato ocorrido no interior do Paraná, quando alguém resolveu fazer uma “homenagem” de gosto estupidamente discutível ao Kurt Cobain e pichar “Deus é Gay” – entre outras delicadezas – nas paredes da Igreja [Católica] Matriz de Santa Helena (PR). Após a repercussão negativa do fato, o fulano responsável pelo programa meio que pediu desculpas por sua “piada” (aqui e aqui), a despeito de poluir em seguida o Twitter com provavelmente a maior sequência encadeada de orações adversativas que o microblog já armazenou.

O pior não é a “letra” de música do Nirvana e nem mesmo (por incrível que pareça) o próprio ato do vandalismo. O mais deprimente é encontrar alguém que pareça achar graça nisso e, fazendo piada em um programa de televisão, sinta-se depois ofendido quando acusado da apologia ao crime que estava fazendo. É como se nessa pichação não existisse um imenso desrespeito e uma agressão gratuita ao sentimento religioso dos católicos (aliás, dos cristãos como um todo). É como se não tivesse redundado em dano material à paróquia este vandalismo que danificou os muros de uma propriedade sua. É como se nada disso importasse, porque “é engraçado” debochar de religiosos e ninguém pode violar o sacrossanto direito de se divertir às custas das desgraças alheias.

Os seres humanos possuem uma característica que lhes é própria e sem a qual se bestializam facilmente; trata-se da empatia, i.e., da capacidade de perceber (ou ao menos de entrever) a realidade sob o ponto de vista de outras pessoas: é o velho “colocar-se no lugar dos outros”. Basicamente, é esta habilidade humana que nos permite, p.ex., oferecer os nossos sentimentos a alguém que perdeu um ente querido que nos seja desconhecido: nós conseguimos entender que, embora fulano seja desconhecido para nós, a sua importância para a viúva ou para o órfão é grande ao ponto de provocar-lhes um profundo sofrimento, e somos capazes de compreender em certa medida o estado de espírito de alguém que esteja passando por um situação dessas a ponto de podermos dizer “meus pêsames” [= “pesa em mim”] ou “minhas condolências” [“co” = junto, “dolência” = dor, “dividir a dor”] sem que isto seja mentira ou hipocrisia.

Esta habilidade humana parece estar profundamente danificada – ou, pior ainda, ter sido irremediavelmente destruída… – em pessoas como este apresentador que acha divertido picharem as casas dos outros. Mais ainda: a apreciação prolongada deste tipo de comportamento pode destruir paulatinamente as habilidades empáticas do sujeito que se submete a isso, a ponto de torná-lo insensível ao sofrimento alheio: se hoje riem quando vandalizam um templo católico, quem garante que ainda serão capazes de se solidarizar quando explodirem uma igreja com gente dentro? É preocupante. Muito pior do que o agressor é o sujeito que acha “não haver problema” na agressão. E ainda pior do que este último é o fulano que está convencido de que a agressão é na verdade uma piada.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

15 thoughts on “Vandalismo e ofensas gratuitas são “piadas” para alguns

  1. Messias

    “Depois de assistir o vídeo deste apresentador, tive a impressão de
    que o Ministério Público e demais instituições públicas com o dever de ofício
    de agir, se lembrariam que PICHAR É CRIME previsto no ARTIGO 65 DA LEI DE
    CRIMES AMBIENTAIS, VILIPENDIAR OBJETO DE CULTO RELIGIOSO também é CRIME,
    previsto no artigo 208 DO CÓDIGO PENAL. E, por fim, INCITAÇÃO E APOLOGIA AO
    CRIME são crimes previstos no ARTIGO 286 E 287 DO CÓDIGO PENAL”. (pastor Rubens Teixeira) (maiúsculos meus).

  2. Pingback: Programa da MTV que incentiva o vandalismo é retirado do ar « Ecclesia Una

  3. Gustavo Jobim

    Ele foi sarcastico quando elogiou a frase deus é “gay” pixada. Além disso ele não mandou ninguem pixar igreja, só falou de brincadeira que as pessoas deveriam tirar fotos de Igrejas pixadas e mandar para o canal.

  4. Alien

    Sim… com isso incentivando muitos “bobos” e ales mesmos pixarem e assim fotografar para terem seus “15 minutos de fama”…

  5. Benjamin Bee

    Eu achei extremamente homofóbica essa frase “Deus é gay” pichada na parede de uma igreja. Eles usaram gay no sentido pejorativo para agredir os católicos. Horrível.

  6. Gustavo Jobim

    Quem faz este tipo de coisa não é um “bobo”, mas sim um marginal que não tem respeito pelo resto da população.
    O apresentador errou ao ironizar esta situação, já que muitas pessoas não entenderiam a ironia. Mas a culpa não é dele que alguns não tenham esta percepição.
    Acusar o apresentador de apologia ao crime já é uma acusação cretina, pois tirar fotos de igrejas pixadas não é crime. O crime é pixar as igrejas.

  7. Alvaro

    Se um pseudocristão pichasse alguma “brincadeira” desse nível na sede da ABLGBT;a mídia faria um estardalhaço!!!! Uma minoria intolerante que não respeita o credo alheio e que não sabe conviver em sociedade!

    O Problema é que a maioria dos líderes católicos,infelizmente,são apáticos e inoperantes! Por que a CNBB não se manifestou no caso de Maringá? E no caso dos calendários aqui de Fortaleza?(Fotos de Trasvestis na obra da Santa Ceia em posições homoeróticas)…Por que a CNBB,a exceção de alguns bispos e de rabinos e de pastores evangélicos, não se manifestou na Justiça contra o desrespeito da parada gay ano passado?

    “Se não fizerem nada…não poderão reclamar!!!! Hoje,entram no seu jardim e roubam a sua flor e você não diz nada…amanhã entram …”

    Hoje é a Igreja católica…amanhã..pode ser qualquer credo que eles inventem de desrespeitar…(só porque não concordamos com práticas abomináveis e pecaminosas)hoje é só uma simples pichação…amanhã…podem incendiar e destruir…!!!!

    Peço a todas entidades religiosas do Brasil que se manifestem enquanto é tempo!!!!!

  8. Gustavo Jobim

    Alvaro

    Tu já está de preconceito achando que a pessoa que pixou a igreja é homossexual, como se todos eles fossem pessoas más e criminosas. Pode ter sido um ateu, pode ser sido um wicca e …
    Agreções contra a religião católica não são só praticada por homossexuais, teve uma caso de jovens evangelicos que destruiram imagens de santos católicos em um centro espirita. Usaram o argumento que os santos catolicos são demonios e que eles estavam representando Deus.

  9. Leniéverson A. Gomes

    Errado, Gustavo, isso não é uma ironia, foi de fato uma apologia ao Crime sim.Não é a primeira vez que a MTV comete essa, digamos, burrada.Em 22 de março do ano passado, a emissora fez uma paródia ou sátira a Casa dos Artistas, um reality show que era exibido no SBT.Casa dos Autistas como foi batizada  mostrava cinco comediantes gritando, dando socos em um piano e olhando para as paredes, como se fossem autistas. Considerado inapropriado pela própria emissora, a cena foi retirada do ar na reprise do programa.Mas a emissora não retirou a cena por si só, houve muita indignação de parentes e entidades ligadas ao autismo, políticos, entre outroscomo se pode ver aqui.
    http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/907988-comedia-mtv-causa-revolta-ao-satirizar-autismo.shtml e aqui 
    http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2011/04/mtv-se-desculpa-por-programa-que-satirizou-autismo.html

    A emissora pediu desculpas e reconheceu que há um limite pra tudo, tendo inclusive a iniciativa de fazer um programa conscientizando as pessoas sobre a verdade sobre o autismo.

    Quanto a questão da apologia, é curioso, lembra da CPI da pedofilia,cujo relator era o senador Magno Malta.Uma das provas de que X ou Y era pedofilo ou não, era a quantidade de fotos armazenada no computador, como se pode ver aqui neste site.
    http://revistamarieclaire.globo.com/EditoraGlobo/componentes/article/edg_article_print/1,3916,1690776-1740-1,00.html   
    E a marcha da maconha, certamente não deve ser apologia para vc, não é?

  10. Alvaro

    Olá,Gustavo!

    Não sei se foi um homossexual que pichou a Igreja,mas sei que alguns deles não respeitam a religião de ninguém!!!!Me expressei mal!!!

    Qualquer pessoa que desrespeite o credo alheio,inclusive evangélicos,(eu sou evangélico) merece punição!

    Eu me refiro ao deboche feito ao credo cristão de um modo geral na parada gay do ano passado e dentre outras noticias na mídia!!!Em momento algum eu disse que homossexuais são pessoas más! Eu combato o desrespeito dos ativistas gays e não de todos os homossexuais!

  11. Leniéverson A. Gomes

    Álvaro,  tudo bem?Faz tempo que não falo contigo.Pois bem, essa semana o rapper Emicida fez um show em BH.Ele foi preso após desacatar a polícia militar no final do show, com aquele dedinho no meio .
    Veja a matéria completa aqui:
    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2012/05/organizacao-de-show-de-emicida-diz-que-e-favor-da-livre-expressao.html 

    Agora veja o que a produção do show dele disse:
    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2012/05/organizacao-de-show-de-emicida-diz-que-e-favor-da-livre-expressao.html 

    Agora, vamos ao CQC, eu não sei, Álvaro, se vc como protestante está acompanhando atentamente o caso da Psicóloga cristã Marisa Lobo (aquela da ação do Conselho Federal de Psicologia contra ela, mais uma vez, pois bem, ela participou desse programa na semana passada, onde ela participou de um quadro sobre homossexualismo e religião com a Lanna Holder (não precisa nem dizer quem é essa pessoa).O programa fez uma edição, pois o quadro não foi exibido ao vivo, que fez com que a vilã tivesse sido a psicóloga.

    Pergunta, nos dois casos, dá para dizer que não há um relativismo, interesse ideológico, entre outras questões?Deixo essa pergunta no ar para vc e os demais comentaristas responderem.
    Abraços!

  12. Alvaro

    Olá,Leniéverson!!!

    Estou postando menos aqui,mas não deixei de postar!

    Eu não culpo o CQC pelo “programa”,mas culpo a prórpia Marisa que por ingênuidade ou inexperiência foi ao programa,pois ela já sabia que ia debater sozinha contra 4 pessoas que apóiam o lobby gay e ainda acreditou na “imparcialidade prometida pelos apresentadores”!(Sema falar que ela ingressou na Justiça para pedir o programa sem cortes…e pedir indenização por danos morais…)

    Ela está sendo perseguida e isto é culpa da imprensa!!!Por exemplo,parte da imprensa divulgou o “projeto da cura gay” do deputado evangélico João Campos que está em tramitação de forma errada,mas NENHUM(repito) NENHUM orgão da imprensa divulgou a nota oficial do deputado sobre as deturpações da imprensa!!!A imprensa,com rarísssimas exceções,apóia o lobby gay!

    O projeto do deputado era para qualquer pessoa que quisesse se tratar de qualquer distúrbio sexual!

    Quanto a psicóloga é lamentável a perseguição que ela está sofrendo por não poder expressar a sua fé nem no facebook,mas ela está firme e não tem medo do “Conselho de Psicologia”!!!Quem assistiu o “fala malafaia” ao meio dia no domingo retrasado na band viu ela firme e forte falando sobre aborto de anencéfalos e expressando a sua fé!!!

    Quanto ao relativismo moral,eu tenho que contar algo…infelizmente eu fui para o Congresso Internacional de Direito Constitucional em Natal em homenagem ao Ministro Gilmar Mendes… e o que mais me impressionou foi a fala dele(justificando todas as palhaçadas do STF…) e a do advogado Luís Roberto Barroso(o mesmo da CTNS do caso dos anencéfalos…) que além dos ad homines soltou essa pérola no meio da palestra…

    “Certo médico viu que um doido afirmava com tanta convicção que estava vendo outra pessoa……(resumindo a “moral da história”…) que no final o médico entendeu que nada é absoluto e que tudo depende do ângulo de visão e que as coisas absolutas são loucuras da nossa cabeça e  o pior(!)mais de 3000 estudantes de Direito aplaudiram essa idiotice!!!!!!

    Enfim,o hedonismo,o relativismo moral são os “deuses” que os guiam…

    Se nos calarmos, a perseguição só irá aumentar!!!

    Peço desculpas pelos erros de português,pois digitei tudo na pressa!

  13. Leniéverson Azeredo

    Em primeiro lugar, Jorge, gostei da modificação do tipo de fonte, ficou bem melhor em Arial.Mas, Alvaro, eu não concordo com a expressão ingenuidade, pois ela foi lá para defender o peixe dela.Experiência?Pode ser que ela não tenha em mídia secular, mas se formos parar para pensar até se o pastor silas, padre paulo ricardo, Fernando Altemeyer estivessem lá, a tendenciosidade também iria ocorrer do mesmo jeito.Programas como o CQC, Pânico, Legendários, Superpop, entre outros são formatados para ridicularizar os cristãos.Já é mais que comprovado isso.Se a Marisa Lobo deseja entrar com um processo, que tente.Ela tem direito de fazer isso.Aliás, eu disse ao Marcelo Tás pelo twitter que eu era fã do professor Tibúrcio, personagem que ele interpretava no Castelo Rá-Tim-Bum, na minha adolescência, mas eu cresci, evolui e percebi que ele é alguem que vive o seu mundinho onde tem uma platéia de bobos que o adulam.Não conversa com quem não concorda com o pensamento dele.E essa, é a mesma forma de agir do sujeito da MTV referido pelo Post.Enfim, não lidam ou não sabem lidar com os contrários.
    Quanto ao Gilmar Mendes, bicho, esse cara não tem noção.