Louvado seja o Santíssimo Sacramento

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 2 meses 15 dias atrás.

A foto abaixo correu o Facebook hoje; conforme me informaram, trata-se de um dos estandartes usados na Rebelião de Shimabara (que eu não conhecia, e que é outro belo capítulo da gloriosa história dos mártires da Igreja). Aqui pode ser encontrada uma galeria com mais fotos sobre ela.

É uma imagem bastante propícia para o dia de hoje, festa do Corpo e do Sangue de Deus. Aliás, bastante propícia também a coluna do Carlos Ramalhete desta quinta-feira (leiam lá!), que termina assim:

Silenciosamente, conduzido em procissão solene pelas ruas por sobre tapetes efêmeros, vai o Eterno. Seu silêncio ressalta a vacuidade e as inanidades do discurso do século, e as orações do povo apontam onde está sua verdadeira lealdade. Ouçamos.

É dia de Corpus Christi. Voltemo-nos para Deus. Rendamo-Lhe, publicamente, nossas homenagens e ofereçamo-Lhe aos pés a nossa vida. Bendito seja Deus, diante do Qual todos os anjos dobram os joelhos. Louvado seja o Santíssimo Sacramento.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

6 thoughts on “Louvado seja o Santíssimo Sacramento

  1. Carlos Eduardo Lima

    Jorge, falando em eucaristia, lembrei-me de uma musiquinha infeliz, que diz: “Comungar é u perigo…”. Cantam muito isto na minha paróquia. O que achar de um troço destes?

  2. Carlos Eduardo Lima

    Jorge, é uma música cuja origem, parece, é da militância da TL. Segundo ela, comungar é um perigo para “a classe dominante”, ou alguma outra coisa assim.

  3. Karina

    Carlos Eduardo, acho que você menciona esse hino aqui: “49. SE CALAREM A
    VOZ DOS PROFETAS (Do)

    1. Se calarem a voz dos profetas,/ as pedras falarão./ Se fecharem uns
    poucos caminhos,/ mil trilhas nascerão./ Muito tempo não dura
    a verdade/ nestas margens estreitas demais;/ Deus criou o infinito pra vida
    ser sempre mais!

    É Jesus este pão de igualdade!/ Viemos pra comungar/ com a luta
    sofrida do povo/ que quer ter voz, ter vez, lugar./ Comungar é tornar-se
    um perigo;/ Viemos pra incomodar./ Com a fé e união nossos passos
    um dia vão chegar…” (eu não vi o vídeo, Jorge, por favor, se não for apropriado, pode retirar do comentário)

    ► 4:54► 4:54 http://www.youtube.com/watch?v=cd_4dPHB0zc