“O cristão na casa de Deus” – como se comportar na Santa Missa

closeAtenção, este artigo foi publicado 2 anos 5 meses 8 dias atrás.

[Utilidade pública. Vi no Facebook; serve, naturalmente, não apenas para os fiéis que assistem à Santa Missa na Forma Extraordinária do Rito Romano como também para todos os que entram em um Templo Católico, na Casa de Deus, independente da celebração específica que estejam assistindo. Afinal, a Missa é a Cruz. Há um só Calvário, há uma só Missa, e toda Missa deve ser tratada com o respeito que é devido ao Sacrifício Propiciatório de Cristo-Deus em favor de nós.]

O CRISTÃO NA “CASA DE DEUS”

1 – Bem sabe o cristão que nossos templos são lugares sagrados. Igualmente sabe que nas Igrejas católicas mora o Deus eterno e omnipotente, real e verdadeiro, embora se oculte aos nossos olhos materiais sob os véus eucarísticos.

Na Igreja, portanto, deve haver todo respeito, o maior silêncio e devoção.

[…]

3 – Quando o cristão entra na Igreja, vai logo fazer uma devota genuflexão diante do altar do Santíssimo, que é fácil reconhecer, pois diante dele arde continuamente uma lâmpada, e aí adora o seu Deus na Eucaristia. Para Jesus Sacramentado deve estar polarizada a atenção, a fé, o amor dos fiéis.

[…]

6 – As senhoras devem estar na Igreja com a cabeça coberta, principalmente na recepção dos sacramentos. Os vestidos devem ser discretos e modesto. Nada de decotes exagerados e vestidos sem mangas.

[…]

8 – Ninguém deve sair da Igreja durante o sermão. Isto incomoda o auditório e o pregador e constitui grande falta de educação.

9 – Não se pode ficar sentado nem sair da Igreja durante a bênção do Santíssimo, que aliás dura poucos minutos.

[…]

11 – Eis algumas faltas de educação que ainda devemos evitar na Igreja: Conversar, cochicar, rir – olhar para os que entram ou saem – fixar curiosamente as pessoas – perturbar, como quer que seja, as pessoas que rezam – cuspir no chão – assoar-se com estrondo – fazer ruído com os bancos ou cadeiras – ajoelhar ou assentar-se desajeitadamente – cruzar as pernas – estar de mãos nos bolso – cumprimentar ostensivamente os amigos (basta um aceno de cabeça) – não tomar parte nas práticas e orações em comum – gritar ou arrastar a voz nas orações ou cânticos – não guardar silêncio e respeito durante os casamentos, baptizados e exéquias – fazer algazarra na porta ou nas proximidades – enfim tomar atitudes que revelem falta de fé ou de educação.

Extraído de Compêndio de Civilidade:
para uso das famílias e dos colégios.
11ª edição.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

7 comentários em ““O cristão na casa de Deus” – como se comportar na Santa Missa

  1. Janete

    “vestidos sem mangas”
    Os modernistas pira!
    E lá se vai uma pequena discussão sobre a modéstia nos tempos das trevas…
    Gostaria muito que o Felipe Coelho pudesse dar seu parecer sobre o assunto. Não por ele ser sedevacantista (eu não o sou), mas porque ele simplesmente é uma das pessoas que mais conhecem de história da Igreja quanto a essa polêmica modernismo/tradição e que mais possui um incrível senso de conclusão.
    Ele até ensaiou pelo facebook uma vez… o Jorge também deu seu ar (fantástico, diga-se de passagem!) no mesmo post. Talvez nem se lembre, Jorge, mas tá faltando um post seu desses de bater o martelo!
    Saudades de antigos debates…

  2. Henrique

    “As senhoras devem estar na Igreja com a cabeça coberta, principalmente na recepção dos sacramentos”

    Hoje não se usa mais isso. O problema é que vocês confundem o que é acidental com o que é essencial na doutrina.

  3. Francisco Castro

    “Quando o cristão entra na Igreja, vai logo fazer uma devota genuflexão
    diante do altar do Santíssimo, que é fácil reconhecer, pois diante dele
    arde continuamente uma lâmpada, e aí adora o seu Deus na Eucaristia.’
    Infelizmente não é mais tão fácil assim de se encontrar mais o santíssimo. Eu procurei, rodei, perguntei, em Aparecida SP, vi a placa da capela do Santísismo, mas não a encontrei a mesma na Basílica Nova. Em Juazeiro do Norte a Capela do Santíssimo fica atrás do altar principal depois de uma sala e mais outra sala Mas pelo menos lá a Igreja é menor e há muitas placas orientando só que sabem ler. Na minha cidade o Santíssimo em algumas igrejas fica no centro do altar e o padre quando celebra fica de frente para o POVO e DE COSTAS para ele. Em uma capela num bairro o Santíssimo está do lado, pequeno, suspenso na parede em cima do presbitério parecendo um armário de guardar objetos ou uma caixa na parede. Alias, há um parede como fundo de um palco de Teatro no centro a cruz num lado o Sacrário e no outro uma imagem de São José. Não suportei e falei em publico no o microfene. era uma coroação. Expliquei que o Santíssimo deveria ficar numa capela lateral e com bancos e genuflexórios; um local digno. Passei por intrometido, falando mal dos padres e nada mudou. Na Igreja Matriz de minha cidade depois de quase um ano (após uma das reformas) sem o Santíssimo na matriz ( Era levado pelos ministros da comunhão da casa paroquial à Matriz na hora da comunhão dos fieis) Aproveitaram um pequeno espaço e fez uma espécie de capela lateral e colocaram o sacrário ENTRE DUAS JANELAS que ficam abertas porque tem grades; tendo na frente um gradeado que quando aberto na hora da missa o povo fica lá dentro da capela escorado junto as janelas para ouvir a missa. Não é tão fácil, adorar Nosso Senhor em muitas Igrejas. Estou escrevendo isto para que se algum padre o ler tenha o cuidado de corrigir estas graves falhas e os bispos orientem bem como deve ser colocado o sacrário. Alem disso numa ultima viagem que fiz, visitei um santuário que tinha no centro o Sacrário com grande destaque por sinal mas a lampâda ao lado estava apagada. Aí ficamos na duvida, adoramos ou não ? Não ninguém para nos informar. Mas devemos sempre adorar-lo procuras-lo encontrar o mesmo e pedir para que ele no mistério de seu corpo e sangue oferecido por Nossa Redenção seja Adorado e seja amado nesta Terra de Santa cruz.

  4. Jorge Ferraz

    onde foi jamais dito, neste texto ou nesse blog ou em qualquer outro lugar do mundo, que usar o véu é “essencial na doutrina”??

    O seu problema é não saber nem o que fala e nem o que lê.

  5. Henrique2

    Isso de usar véu é a coisa mais anacrônica e machista do mundo. Porque as mulheres devem cobrir a cabeça e os homens não? Modéstia??? Isso é coisa de outro tempo, no qual se ditava à mulher como ela devia se comportar. Como bem disse o Henrique, coisa totalmente acidental e que por isso nem deveria vir à tona em discussões sobre como se comportar na Santa Missa. Chega a ser patético ver gente com essa mentalidade bocó em pleno ano de 2012.

  6. Fábio Alvarenga

    Salve Maria.
    Por que dizemos que a Bíblia (em especial, o Novo Testamento) é atual aos nossos dias, se quando esbarramos em 1 Coríntios 11,5, dizemos que “isso é coisa de outro tempo”?
    A Paz do Senhor esteja com todos (Colossenses III,15)!

  7. SUELI

    O QUE TEM DEMAIS CRUZAR AS PERNAS NA CASA D DEUS SE ESTAMOS DE CALÇA COMPRIDA E BLUSA DE MANGA DIREITINHO, COMO SE MANDA A SANTA IGREJA? POIS A DOIS DOMINGOS NÃO VOU A IGREJA POR ESSE MOTIVO, NÃO CONSIGO FICAR COM AS PERNAS QUIETAS, POR ISSO NÃO POSSO FREQUENTAR UMA IGREJA?

Deixe um comentário: