Elba Ramalho: “Foi pelo amor de Nossa Senhora que eu fui resgatada do peso de ter feito um aborto”

closeAtenção, este artigo foi publicado 5 anos 23 dias atrás.

Vale a pena conhecer esta entrevista da Elba Ramalho à ACI Digital, onde ela fala da sua Fé Católica e do seu trabalho na defesa da vida – por conta do qual a cantora tem inclusive recebido ameaças de grupos feministas radicais.

É possível obter mais informações na matéria da ACI Digital. «Eu conheci a palavra Deus, esperar, confiar, acreditar, desde a infância naquele lugar árido, seco, de natureza cruel, mas de uma beleza também muito grande. Minha cidade se chama Conceição, a minha padroeira se chamava Nossa Senhora da Conceição, e Ela era nosso farol e nosso guia. Eu cresci seguindo a procissão de Nossa Senhora da Conceição, eu cresci coroando a santa, virava anjinho e coroava a santa naquelas festas de dezembro, de 8 de dezembro».

A agência católica de notícias promete a divulgação da íntegra da entrevista ainda hoje, dia 30 de julho, à tarde. Vamos aguardar.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

10 thoughts on “Elba Ramalho: “Foi pelo amor de Nossa Senhora que eu fui resgatada do peso de ter feito um aborto”

  1. Renato

    Faz muito tempo que eu não coloco comentários nesse site. Mas devido a ingenuidade do dono do site o conservadorzinho Jorge Ferraz, eu devo alertar os católicos do perigo que é, quando conservadorezinhos como o Ferraz trás para os católicos ao colocarem pessoas estranhas como Elba Ramalho como católicas.

    Elba Ramalho é ESOTÉRICA, a mesma cantora cansa de dar entrevistas para a televisão e programas de rádio que acredita no poder dos cristais; acredita em reencarnação;…acredita em todas as idiotices satanistas da Nova Era.

    Não fiquem surpresos e espantados católicos conservadorezinhos, quando essa senhora, e muitas das tais celebridades que muitos católicos conservadorezinhos colocam como “exemplos de católicos”, começarem a mostrar a tal “fé católica” que muitos vaidosos orgulhosos lhes impõem.

  2. Jorge Ferraz

    Bom Renato, se a Elba está dizendo que é católica, e se ela não está provocando nenhum escândalo com as suas alegadas crenças em cristais ou em reencarnação (ela não está, p.ex., alegando que a Doutrina Católica admite a reencarnação nem nenhuma bobagem do tipo), quem sou eu para dizer que ela não o é? Por qual razão eu viria a público chamá-la de mentirosa?

    Outrossim, não tem ninguém colocando a Elba como “exemplo de católico”. O que ela está de fato e indiscutivelmente fazendo (muito mais do que certos neo-cátaros virtuais) é dando exemplo, sim, de como se engajar na luta pró-vida e, para tanto, ninguém precisa ser um católico exemplar, basta ter um pouco de boa vontade. Na minha opinião, alguns de nós faríamos melhor se nos preocupássemos mais em fazer aquilo que está ao nosso alcance do que em tentar desmoralizar os combates que outros estão travando em nosso favor.

    Mutatis mutandis, isto me lembra a história de D. João de Áustria, príncipe bastardo de vida moral escandalosa, mas que foi o único a tomar sobre seus ombros o encargo de capitanear algumas naus católicas quando a Cristandade estava ameaçada pelos turcos. Sabe o que ele conseguiu? A vitória de Lepanto!

    Isto porventura transforma D. João de Áustria em um “exemplo de católico”? Não, mas isto nos ensina que nem sempre a Providência se utiliza de católicos exemplares para conseguir vitórias gloriosas. Se a Liga Católica ficasse esperando que um São Nuno de Santa Maria surgisse para os liderar, talvez fossem os muçulmanos que tivessem chegado cá nas Américas – e não a outra Santa Maria que, graças a Deus, trouxe os nossos colonizadores.

    Pense nisso, seu Renato. Pense nisso.

  3. Rosana

    Elba Ramalho já deu entrevistas dizendo que ERA esotérica, que ACREDITAVA no poder dos cristais e que ACREDITAVA em reencarnação. E que está se dedicando a se aprofundar na fé católica para defender a vida.
    Talvez ela seja mais católica que o Renato que se acha mais…

  4. Renato

    Veremos Rosana, se Elba Ramalho ACREDITAVA ou AINDA ACREDITA nessas sandices.

  5. Leniéverson

    Atire a primeira pedra, aquele que não tiver pecado.Vc fala Renato, como se fosse um supercatólico.

  6. Marina Salgueiro

    Nossa, Renato, pára com isso, meu! Você não se lembra das merdas que já fez na vida e pediu perdão a Deus na confissão? Hipócrita!!! Veja a trave do teu olho e depois o cisco no olho da sua irmã. Saia das trevas da arrogância e vista-se com a luz da HUMILDADE espiritual. Você, no mínimo, deveria abster-se de falar mal da Elba. Lembre-se que é um pecado a maledicência. Reze por ela para que ela seja firme na fé. Não queira quebrar uma cana rachada nem um pavio que fumega. Nem Jesus Cristo o Altíssimo agiu assim. O teu perfil é de quem estaria louco para dar umas pedradas na adúltera (sim! ADÚLTERA). Ainda bem que Jesus estaria lá para te impedir.

  7. Roberto

    Renato, você não parece e talvez não nem seja um católico verdadeiro. Elba, a despeito do passado que tenha tido, dos erros que tenha cometido, está aí, dando declaração, depoimento, contribuindo contra essa cultura da morte que querem (movimento que vem de fora), implantar no Brasil. Ela está ai, mostrando a cara, alertando as pssoas pra isso, um depoimento lindo! Você como católico, cristão, buscardefeito numa pessoa que que esá apoiando uma causa meritória e super importante, dando sua contribuição, alertando as pessoas, não faz o menor sentido. Elba merece aplauso, louvor, mesmo que fosse só por essa entrevista, depoimento, que pode ajudar muitas pessoas!

  8. Maria do Carmo

    É verdade, Elba Ramalho é católica sim!! Tenho provas disso. Ela foi visitar uma congregação Mariana em Vitória de Santo Antão ainda neste mês. Lá passou o dia com as Irmãs, almoçou e ainda partilhou sua história de vida juntamente com as mesmas. Por situações em sua vida, ela acabou se convertendo para a religião católica. Graças à Deus e Nossa Senhora. Amém.