Turba de ativistas homossexuais agride católicos com obscenidades, cusparadas, pedradas: veja o vídeo!

closeAtenção, este artigo foi publicado 4 anos 9 meses 29 dias atrás.

Se a coisa já estava feia para os militantes homossexuais somente com base no vídeo que eles próprios produziram da agressão contra os caravanistas do IPCO que estavam em Curitiba no início da semana passada, agora a coisa ficou ainda mais séria: o Instituto produziu e disponibilizou um vídeo mostrando toda a confusão do ponto de vista dos agredidos. Vejam abaixo:

Eis o texto com o qual ele me foi apresentado:

Ele demonstra bem para onde caminha nosso país se não fizermos algo contra a perseguição pró-homossexual contra a moral católica.

Os defensores do homossexualismo chegaram a jogar uma pedra na cabeça de um dos jovens da caravana, além de provocar, de todas as maneiras possíveis e imagináveis, uma reação violenta dos caravanistas (provavelmente, já organizado com algum elemento da imprensa para causar um escândalo midiático).

O Brasil está caminhando para uma intolerância contra a doutrina católica referente ao homossexualismo. Uma situação semelhante ao que ocorreu em alguns países comunistas, onde o regime totalitário podia até aceitar a presença da Igreja (como na Polônia, por exemplo), mas exigia que os Padres e Bispos silenciassem a doutrina contrária ao comunismo. Aqui no Brasil, no “andar da carruagem”, vão permitir que um católico reze dentro do recinto interno das Igrejas e até que seja publicamente católico, desde que não combata o homossexualismo…

Espero que esse vídeo ajude a despertar a indignação contra essa onda de lama – verdadeira avalanche – pró-homossexualismo. Uma onda que intimida, processa judicialmente, calunia, persegue de todas as maneiras qualquer um que se levante contra ela.

Gostaria de saber como irão se justificar agora as militantes feministas que comemoraram a expulsão da TFP de Curitiba e os comentaristas políticos que ironizaram a agressão sofrida pelos caravanistas, bem como todas as outras pessoas (v.g. o sr. Milton Alves) que dedicaram os últimos dias para louvar a atitude dos ativistas homossexuais baderneiros e para fazer troça dos jovens que estavam, tão-somente, realizando uma manifestação pacífica em defesa dos valores nos quais eles acreditam.

“Tolerância” é uma palavra muito bonita nos lábios de alguns, doce até; mas ela de nada vale se o discurso não corresponde ao juízo moral que se faz sobre fatos concretos ou se, hipocritamente, o nobre ideal só se aplica àqueles com os quais se concorda – os demais, é bom que sejam execrados e humilhados, agredidos e escorraçados dos espaços públicos nos quais é inimaginável que eles possam ser suportados. Os membros do IPCO que estavam em Curitiba suportaram heroicamente as maiores provocações: reitero aqui os meus parabéns a estes jovens, pela fortaleza louçã que demonstraram diante da turba raivosa que com tanta virulência se lançava sobre eles.

É preciso tomar cuidado com o movimento homossexual! Como vem ficando cada vez mais evidente, a “tolerância” que ele prega é somente da boca pra fora, é só um discurso bonito pra inglês ver: na prática, sempre que ele tem oportunidade, age com a mais cínica violência contra aqueles que discordam (ainda que pacificamente) do seu estilo de vida. Eis aí, sem máscaras, mais uma vez, a verdadeira ameaça à civilização que paira sombria sobre a sociedade brasileira. Que ninguém se engane: tempos terríveis se anunciam, e não por causa dos alcunhados “homofóbicos”.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

21 thoughts on “Turba de ativistas homossexuais agride católicos com obscenidades, cusparadas, pedradas: veja o vídeo!

  1. Ebrael Shaddai

    É por isso que fica evidente a articulação comunista que há por trás desses movimentos de vadios gayzistas, abortistas e feministas (sem falar no MST). Temos todos que irmos às ruas protestar UNIDOS! Católicos e evangélicos, para verem que, mesmo estando separados teologicamente, advogamos as mesmas causas sociais!

    Temos que parar de falar e começarmos a nos organizar EFETIVAMENTE! Vamos nos agrupar de forma efetiva e fazer a propaganda contra esses baderneiros rolar em todas as mídias possíveis!

  2. tomas dejesus

    vocesviram a “cerimonnia de decapitação do Papa” emplena PUC/SP? laicismo terrorista?os jovens e as mocinhas aplaudindo, um velho professor babando de prazer, três mascarados de demônio explodindo a cruz…

  3. Simo

    Irei pegar pesado e doa a QUEM DOER!

    O que é isso? Que $%¨#@! é essa !!!
    Cadê esses videos sendo divulgados em TODAS AS REDES SOCIAIS, FORUNS, BLOGS. Cadê?
    Por que vocês não publicam isso em seus respectivos perfis do orkut, facebook, foruns, blogs, etc, etc? Por que?
    Pessoal tentem entender estamos em meio a uma guerra cultural. Você cristão não é idiota muito menos SACO DE PANCADA!
    O argumento que essa laia de marginais utiliza é o seguinte: “Você é cristão e tem de dar o outra lado da face pra bater e ficar QUIETINHO”. Isso não existe!!!!!

    Qual o melhor passo?
    – Como atuar:

    Primeiramente é necessario um levantamento MINUCIOSO: imagens NITIDAS e CLARA de cada individuo presente neste evento, busquem por perfis desses marginais no youtube, facebook, orkut, blogs, etc!
    Juntem a maior quantidade de informação possivel, façam um levantamento de nomes, faixa etaria, cidade, profissão, etc, etc. Quais idiotas militam em partidos politicos, associações glbt e dai por diante.
    Segundo, criação de videos, blogs, divulgando todas estas informações e denunciando as autoridades competentes, vamos pressionar através de todas as maneiras e a internet é uma ferramente poderosa. Com essa atitude primitiva, animalesca e raivosa esses militontos (massa de manobra) deram um tiro no pé!
    Terceiro, elaboração de cartazes com as fotos e informações destes marginais ou apenas com a divulgação destes videos e distribuam pelas cidades, em todo o Brasil.
    Planfletagem em todas as igrejas, mesquitas, sinagogas (SEM DISTINÇÃO), escolas (principalmente aos pais). Panfletar em local de aglomeração popular.
    Lembrem-se é bom cuidarem da segurança neste tipo de ação!
    Seguindo estes dá pra inibir a ação destes marginais.
    Lembrem-se denunciar é extremamente importante!!!!!!

    Neste video e no anterior, publicado aqui no site, aparecem o rosto de muitos individuos fica facil idenfitica-los.
    É hora de acabarmos com essa demogagia, hipocrisia vigente, nestes movimentos intoleretantes. Vivem choramingando e clamando por justiça, igualdade, liberdade de expressão mas agem desta forma com pessoas contrarias a sua AGENDA ideologica ou segundo sua concepção de mundinho “perfeito”. O que é isso, que contradição é essa. Quer dizer que liberdade de expressão só vale pra um lado? Ademais porque toda essa violência descabivel, desproporcional – beirando a irracionalidade – porque?

    Estes videos foram publicados em POUQUISSIMOS sites. Onde estão os indignados? Cadê os catolicos? Onde é que estão os milhões e milhões de cristãos e pessoas que prezam pela liberdade de expressão desse país?
    Estes videos não devem ser divulgados somente para cristãos, isso seria burrice e estariamos nos fechando! Esses videos devem ser divulgados para todos!
    Não se trata de odio ou perseguição contra ninguém apenas o direito da liberdade de expressão, ninguém da TFP estava pregando morte, genocidio, difamação, preconceito contra ninguém!
    Contudo ainda assim se o individuo sentiu-se ultrajado que busque os meios LEGAIS e não recorra a violência extrema como neste caso!

    Postem estes videos TODOS os perfis pelas redes sociais, divulguem informações como nomes, cidade, profissão, idade TUDO relacionado a estes marginais.
    Façam barulho, pressionem, divulguem de todas as maneiras possiveis, denunciem!
    Vamos defender a liberdade de expressão!

  4. Domun

    Carombola quanta violência e boçalidade perpetrada por estes “jovens libertarios”!
    Vocês assistaram todos os videos?

    No video anterior publicado aqui no blog eu fiquei assustado com as palavras direcionadas ao pessoal da TFP: facistas, nazistas, pedofilos, assassinos, agressores, enrrustidos e dai pra pior!

    Sem mencionar as constantes AMEAÇAS e a violência FISICA e VERBAL!

    Inumeros marginais encostavam quase que a um palmo da face dos membros da TFP, empurravam, soltavam até fumaça de cigarro neles. Tudo elaborado na mais perfeita forma de tortura psicologica aos gritos, ameaças e regado a violência!
    INCRIVEL!

    É CLARO, NITIDO, o rapaz que estava filmando ficava constantemente ameaçando os membros da TFP, deu pra ouvir claramente: “Eu arrebento vocês”.

    Os marginais gritavam: “Não rela em mim” , “Não encosta o dedo em mim” , “Não me toque”. Mas faziam TUDO isso, e muito mais, nos membros da TFP.
    Me parece que nenhum deles quis saber de direitos humanos, liberdade de expressão e tão pouco – justo eles que tanto prezam por isso – pela não violência.
    Incrivel a contradição e violência destes grupelhos.

    Inumeras ameças, xingamentos, ocorreram!

    Ao final do primeiro video postado aqui no blog, os membros da TFP optaram por separar-se em dois grupos de modo a despistar os marginais entretanto eles saem aos berros, atrás de alguns membros, gritando: pedofilos, racistas, nazistas, etc.
    Já imaginou se algum popular que não tinha nada a ver com este evento ao escutar essas palavras, racistas, nazistas, pedofilos, parte pra cima dos membros da TPF, parte para agressão fisica ou até coisa pior.
    Isso foi o mais grave me minha opinião poderia ocorrer algo extremamente grave, pois vocês sabem e MUITO bem que a sociedade não tolera pedofilia.

  5. Ebrael Shaddai

    Domun, em primeiro lugar, quem tem blog e facebook, divulga sim. Esse vídeo, desde a minha última resposta aqui, já divuguei em mais de 25 comunidades no facebook das quais faço parte. Sem falar no Twitter, Pinterest, Linkedin, Google+…

    No meu blog (http://ebraelshaddai.wordpress.com/) não divulguei ainda porque eu posto numa certa regularidade, pois já tô escrevendo 4 artigos simultaneamente nele, pesquisando e buscando fontes, contra o PT, o Foro de São Paulo, as Farc e o Gayzismo. Mas, dá uma olhada, já tem artigo meu lá descendo a lenha…

    O problema não é divulgação, e sim organização, militância. Os padres hoje são covardes, bundões, se apegam à sua casinha paroquial, preferem ficar nesse verão no ar condicionado…além, claro, de não quererem desagradar os marxistas da cúpula da CNBB. A coisa de padres que eu mais ouvi até hoje quando protestava é que “não, meu filho, a gente não deve se intrometer em política”…Aí eu quase gritava: “oh seu jumento, mas não é da política que vêm os ataques ao rebanho que Jesus mandou você guiar? Vai se esconder debaixo da cama, seu frouxo?”

    Precisamos é de uma militância conservadora forte, atuante, eventos simultâneos a nível nacional e união. Nada de ficar atrás da m**** do computador mandando mensagenzinhas revoltadinhas, sabendo que não podem ser pegos. Tá na chuva? Arregaçe as calças e vá sujar seus pés descalços!

    Se vierem dar na minha cara ou cuspir, a ordem é descer a lenha! Sou cristão, mas não sou santo. Até eu me tornar santo, os gayzistas que tomem cuidado comigo!

    Temos que nos unir em militâncias regionais ou nacionais. Se o clero não quer sair do seu armário de covardia, vamos fazer nós mesmos nossos agressores “chamarem sua mamãezinha”, o Dilmão – digo, a Dilma.

  6. Pingback: “Tolerância” homossexual agride jovens católicos com ofensas, cusparadas e até pedradas (novo vídeo) | Ribeirão Pires Resiste!

  7. Antoninus

    Deixar esse ataque passar em branco só vai insuflar o ego assassino dos gayzistas; medidas legais devem ser tomadas no sentido de dar-lhes uma boa lição. A fraquesa atrai a agressão!

  8. Antoninus

    Ebrael Shaddai falou tudo. Enquanto não haver uma militância conservadora capaz e com assessoria jurídica não haverá formas concretas de combater o gayzismo e et caterva.

  9. Ebrael Shaddai

    Como eu costumo dizer por aí: sim, a debilidade e pusilanimidade atraem a agressão. Experimente olhar nos olhos de um cão raivoso com um pedaço de ferro maciço na mão pra vc ver se ele não vai pensar duas vezes antes de te atacar…São cachorros-do-mato: só atacam em bando, têm prazer em agredir e insultar. Vomitam, uivam, blasfemam, se contorcem num orgasmo maldito por nos verem acuados!

  10. Mario Andre

    Quero participar concretamente de organizações e manifestações conservadoras. Tenho foco e algum tempo disponível. Postem informações

  11. Francisco Castro

    “Sou cristão, mas não sou santo. Até eu me tornar santo, os gayzistas que tomem cuidado comigo!”

    Só para tirar idéia de que cristão não deve resistir nunca.
    Santa Joana d´Arc participou de várias batalhas, não teve o menor medo de se dizer enviada por Deus para a guerra e provou a origem divina de sua missão com suas profecias e vitórias e sua fidelidade até o martírio, e quando um alfaiate na prisão, quis lhe fazer uma carícia ela deu-lhe uma baita bofetada, foi e é Santa. Há certas horas em que é preciso descer o chicote com fez Jesus.

  12. Zé Roberto

    Os caravanistas agiram corretamente: cristão de verdade quando agredido deve oferecer a outra face, como ensinou Jesus Cristo. Quem contesta isso é um falso cristão e fariseu.

  13. Ebrael Shaddai

    Jesus ensinou a dar a outra face…então por que ele não abaixou a bola dele e desceu o porrete nas barraquinhas no Templo? Por que ele não ficou quietinho só consolando a velhinha com a única moedinha dela? Por que Jesus não deu meia volta e não saiu de um Templo infestado de ladrões?

    Respondo: porque não é lícito a um Servo de Deus eximir-se de proteger as primícias de seu Senhor, a saber, seus Santos inocentes e seu Altar!

    A indignação diante da abominação é legítima, o que você não deve é reagir diante de uma agressão pessoal a você. Mas diante de uma blasfêmia, diante de um comportamento bestial de afronta ao que é Santo, é legítima a indignação e Jesus não me deixa mentir

  14. Ebrael Shaddai

    Complementando minha resposta anterior ao nosso colega Zé Roberto:

    Não podemos reagir a uma agressão dirigida a nós porque somos pecadores, assim como os que nos agridem. O mesmo peso será aplicado a nós, a vingança não pertenece a nós.

    Mas, por outro lado, se não nos indignarmos diante de uma afronta Àquele que é Santo e não peca, que m**** de servos somos nós?? Não serviríamos nem como servos do Diabo, já que essa militância gayzista, servindo ao Diabo, mostra toda sua indignação à frente do que acreditam.

    E nós? Seremos enquadrados no critério do que é “morno” e seremos “vomitados da boca ” do Senhor!

    Não podemos reinvindicar vingança por nossos sofrimentos e cruzes, pois elas são inerentes à Fé. Mas, contra as afrontas públicas à Igreja de Cristo e ao próprio Deus, ambos sem pecado, é natural a um cristão que esteja indignado. Se não acorda, será queimado como palha seca, será rejeitado como aquele que recebeu seu talento e preferiu enterrá-lo com medo de perdê-lo. Não cresce, não traz Luz ao Mundo, não testemunha, não frutifica em 100/1, mas é um peso morto, um boneco, um número para o IBGE, mais um a ser contado como católico não-praticante, covarde e meia-boca!

  15. Pingback: Gayzistas agridem jovens católicos durante Manifestação | Dies Irae

  16. Guerreiro de Deus

    Isso mesmo, tem que ir pra cima. Essa de cristão ficar quietinho e deixar que profanem o sagrado é coisa de quem é inimigo de Deus. Eles xingam e ridicularizam Deus e os cristãos ficam calados? Cristão que permite que Deus seja xingado e ridicularizado devia se aliar com Satanás.

    Cristo ensinou que devemos suportar as ofensas CONTRA NÓS e não contra Ele. Ele nunca disse que não podíamos defendê-lo, que tínhamos que fugir correndo das guerras santas em Seu Nome.

    Eu não reajo quando alguém me ofende, mas se ofender o Meu Deus eu ergo o meu braço sem duvidar.

  17. Guerreiro de Deus

    Temos que inverter as posições, colocar a verdade no lugar da mentira, e mostrar que eles fingem ser “do bem”, mas o que querem mesmo é comer os nossos filhos, pra falar o português bem claro.

    Temos que sair dessa posição defensiva de sempre, de ficarmos nos explicando. Eles é que tem que se explicar, já que são eles que praticam ódio, intolerância, opressão.

    Temos que exigir que o governo garanta em lei o nosso direito de ensinarmos os nossos filhos e alunos que a heterossexualidade é a única sexualidade saudável. Se alguém não gostar, que engula o seu desgosto.

    Temos que ir pra rua já, fazer barulho, obrigar a mídia a prestar atenção. Temos que proteger os trabalhadores dessa praga que é o marxismo cultural. Os trabalhadores e os pobres precisam entender que suas famílias e filhos estão ameaçados, que a essência do marxismo é o roubo e que a tão propalada “sociedade sem classes” é uma farsa, pois o que os homo-comunistas querem mesmo é criar uma sociedade em que eles sejam a classe dominante e todas as riquezas da nação sejam confiscadas e usurpadas pelo seu partido, o qual é propriedade privada deles. Os comunistas querem socilalizar a pobreza, a feiúra, a depravação e a corrupção, querem criar um mundo em que todas as pessoas sejam miseráveis, horríveis, sexualmente depravadas e sem nenhum senso de respeito a nada.

  18. Pingback: É urgente desmascarar este fascismo gayzista | Deus lo Vult!

  19. Pingback: Briga no Circo | Nogy