Vortex: o seqüestro do Papa

closeAtenção, este artigo foi publicado 4 anos 7 meses 28 dias atrás.

Bastante oportuno e didático este programa do Michael Voris, que alguma alma caridosa fez a gentileza de legendar. Vem ao encontro de tudo quanto estamos dizendo aqui desde a eleição do Papa Francisco: há uma clara tentativa de confeccionar uma imagem falsificada do Sucessor de Pedro e apresentá-la ao mundo como se fosse o Papa verdadeiro. Este é o inimigo concreto contra o qual temos que lutar agora, este é provavelmente o maior empecilho que o Santo Padre terá para governar a Igreja de Cristo.

Citemos, como foi oportunamente lembrado no vídeo, as palavras do Papa aos cardeais na sua primeira Missa:

Podemos caminhar o que quisermos, podemos edificar um monte de coisas, mas se não confessarmos Jesus Cristo, está errado. Tornar-nos-emos uma ONG sócio-caritativa, mas não a Igreja, Esposa do Senhor. Quando não se caminha, ficamos parados. Quando não se edifica sobre as pedras, que acontece? Acontece o mesmo que às crianças na praia quando fazem castelos de areia: tudo se desmorona, não tem consistência. Quando não se confessa Jesus Cristo, faz-me pensar nesta frase de Léon Bloy: «Quem não reza ao Senhor, reza ao diabo». Quando não confessa Jesus Cristo, confessa o mundanismo do diabo, o mundanismo do demónio.

Não nos esqueçamos dessas palavras. Aconteça o que acontecer, não nos esqueçamos dessas palavras. E rezemos pelo Papa! Para que ele, a despeito de todas as dificuldades, consiga conduzir santamente a Barca de Pedro em meio aos mares agitados da História em que Ela precisa navegar.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

7 thoughts on “Vortex: o seqüestro do Papa

  1. Ygor

    A cada movimento do Papa Francisco, que aparentemente se contrapõe a costumes de papas anteriores, a mídia e os inimigos da Santa Igreja o enxergam como “o verdadeiro Papa”, conforme escreveste Jorge. Penso que não vai demorar até que os citados acima mudem de opinião sobre o Papa Francisco. Mas o que me causa espanto é constatar, por comentários e posts em blogs católicos, quantos tradicionalistas de valor enxergam o Papa Francisco de forma semelhante aos inimigos da Santa Igreja.

  2. Sandro de Pontes

    Prezado Jorge, salve Maria

    Quem reza a Maria Santíssima, a todos os santos e aos anjos reza ao diabo?

    Cordialmente,

    Sandro de Pontes

  3. Marta

    Assim como ao Ygor, espanta-me ver que os próprios católicos – os bons católicos tradicionalistas – embarcam nessa onda sem um mínimo de reflexão para onde estão sendo arrastados. Que os não católicos, ateus, inimigos da Igreja pensem dessa forma é até compreensível – nunca foi diferente. Mas que isso proceda justamente dos que deveriam defender a Igreja…..não me conformo! É muito triste. Rezemos pelo Papa.

  4. Jorge Ferraz (admin) Post author

    Sandro, Salve Maria!

    Se, por absurdo, fosse possível a alguém rezar à SSma. Virgem e aos anjos e santos todos do Céu **rejeitando a N.S.J.C.**, então sim: esta pessoa não estaria rezando à Virgem Santíssima, e sim ao Demônio.

    É o que diz S. Luís de Montfort no Tratado da Verdadeira Devoção:

    Se a Devoção à Santíssima Virgem afastasse de Jesus Cristo, deveríamos repeli-la como uma ilusão do demônio. (Tratado, n. 62).

    Penso que é nesse sentido que se deve entender a passagem deste post.

    Abraços,
    Jorge

  5. Pingback: "Efeito Francisco": Missas mais cheias e filas mais longas nos confessionários | Deus lo Vult!

  6. Pingback: Os verdadeiros cristãos são os filhos da Igreja e da Virgem Maria | Deus lo Vult!