A incoerência do relativismo contemporâneo

closeAtenção, este artigo foi publicado 4 anos 1 mês 23 dias atrás.

Mais um texto do pe. Anderson Alves (a se somar aos outros que já foram recomendados aqui), pertinente e atual como de costume. Remeto à leitura da íntegra e apenas trago um curtíssimo excerto – uma frase, somente! – que julgo lapidar:

Da dignidade do ser humano, de fato, não se deduz a verdade de todos os seus conhecimentos, nem a bondade moral de todos os seus atos.

Nestes tempos enlouquecidos onde um padre que se aproveita da Igreja para apregoar em público uma doutrina espúria e contrária a tudo o que a Ela ensina é tratado como vítima enquanto a Igreja que Se defendeu dizendo que ele não fazia parte d’Ela é apresentada como vilã e opressora, convém denunciar abertamente a incoerência do relativismo contemporâneo. Isso faz mal não apenas para a alma, mas também para a inteligência. Acreditar em coisas contraditórias é não somente pecado, mas também defeito intelectual da maior gravidade.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

One thought on “A incoerência do relativismo contemporâneo

  1. Renan

    AS MÚLTIS FACES DA “DITADURA DO RELATIVISMO”.
    DA REFORMA – MELHOR, DA REBELIÃO PROTESTANTE PARA CÁ…
    A adaptação de Cristo e sua doutrina a interesses e conveniências tem sido proximidade ao topo ou o ápice de alguns séculos seguidos de práticas assíduas das culturas liberal-iluministas antropocentristas que foram disseminando-se mundo afora e, como muito bem mencionou o emérito Santo Padre Bento XVI, vem se intensificando gradativamente a partir dos anos 50, à medida que a sociedade transforma-se e adquire novos conhecimentos, sugerindo que poderia independer de Deus, por si mesma dar continuidade a tudo de igual ou melhor forma.
    Daí sucedeu que ao dar guarida às novas ideias e abordagens doutrinarias, fundaram-se dezenas de milhares de seitas paralelas à doutrina cristã original da Igreja católica, porém dissensas entre si, sempre em evolução progressiva, dentro do contexto de sempre atenderem às múltis conveniências ideológico-particulares ou grupais, sendo a atual característica do relativista homem atual, de muita ciência e pouca sabedoria, em muitos pontos equiparando-se em alienação aos trogloditas para pior.
    A Igreja Universal, por ex., do Edir Macedo-PRB, apresenta-se como sendo de conteúdo evangélico, mas seu partido incoerentemente pertence à base de apoio do marxista PT…
    O pior é que tal situação tem recebido imensa contribuição de ideologistas traidores sacerdotes da Igreja, até alguns bispos, como da ala esquerdista da CNBB desde Dom Hélder e ss, idem da marxista Teologia da Libertação espalhada mundo afora – agora acusada de ser montagem da KGB para disseminar o marxismo sob forma religiosa – bastante responsáveis por ascensão de comunistas ao poder, como o PT no Brasil.
    Enfim, tudo isso é a suma do que acontece no momento a nível mundial: o homem por ter-se deixado aliciar por ideologias niilistas, ensorbebecer-se e orgulhar-se de si e de seus feitos, não notou que tornou-se refém de outras soturnas e poderosas forças satanistas, cada vez mais imerso no material-ateísmo e na criação de um certo Jesus convencional.