CDDs anunciam querer “uma nova Igreja” – e Diocese de Chapecó faz eco ao brado cismático!

closeAtenção, este artigo foi publicado 4 anos 1 mês 15 dias atrás.

Para se ter uma idéia de quão deplorável está a vida católica no Brasil, veja-se a carta abaixo (cliquem para ampliar). Ela estava disponível até ontem no site da Diocese de Chapecó – sim, no site oficial de uma diocese católica no Brasil!

chapeco-carta-cdd

Que as já conhecidas “Católicas pelo Direito de Decidir” – que junto com outras personalidades “ilustres” como o Leonardo Boff ou o grupo pró-sodomia encabeçado pelo pe. Luís Corrêa e seu “Diversidade Católica” constituem o supra-sumo da hipocrisia pseudo-religiosa contemporânea – exponham o seu projeto de uma anti-Igreja é coisa banal. Que elas o façam nos órgãos de comunicação oficiais de uma diocese católica, aí já é demais. Dentre as pérolas do texto, podem-se citar as seguintes:

  • Esperamos, em primeiro lugar, que a escolha do nome Francisco signifique um programa de renovação das próprias estruturas da Igreja, assim como da sua doutrina…
  • [E]sperávamos (…) [q]ue abençoasse todas as famílias, hétero ou homossexuais;
  • Quando a Igreja vai se abrir à realidade da diversidade das formas de amor e de expressão da sexualidade humana?
  • Queremos uma nova Igreja.
  • [Queremos u]ma Igreja na qual as mulheres (…) [tenham] pleno acesso ao exercício do sacerdócio e às instâncias decisórias da instituição.
  • Queremos uma nova moral relativa à sexualidade e à reprodução humana que reconheça o valor moral da decisão de mulheres católicas pela interrupção de uma gravidez.

Bom, a Doutrina da Igreja por definição não é passível de ser “renovada”, uma vez que vem de Cristo e a Igreja é meramente Sua guardiã, jamais autora. O homossexualismo é intrinsecamente desordenado e um par de marmanjos ou de senhoras em atos pseudo-sexuais contrários à natureza não perfaz uma família. Não é possível ordenar mulheres. O assassinato de um inocente – mesmo que ele esteja no ventre da sua mãe – é um pecado horroroso que clama aos Céus vingança. Nenhuma dessas coisas é minimamente possível de ser alterada. Qualquer pessoa decente sabe disso muito bem. Não é crível que estas depravadas ignorem pontos tão básicos do Catolicismo. Logo, o que elas querem é destruir a Igreja. O intento delas é confessadamente cismático.

Mais uma vez, que esta insensata empreitada seja levada a cabo pelos inimigos de Cristo com suas próprias forças, é coisa natural. Ao contrário, que lhes seja permitido empregarem recursos da Igreja Católica para trabalhar contra Ela, é um escândalo que exige reparação – e esta não pode ser simplesmente “dar sumiço” no artigo do site da Mitra. Afinal de contas, a Diocese de Chapecó quer esta “nova Igreja” que as CDDs reivindicam, sim ou não? Que os responsáveis por ela tenham ao menos a decência de sustentarem as suas posições em público, sem esta canalhice de publicar uma coisa hoje e tirar do ar amanhã sem maiores explicações.

Chapecó parece estar já in partibus infidelium. Que ao menos avise a Roma. Não se fazem mais nem cismáticos como antigamente!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

16 thoughts on “CDDs anunciam querer “uma nova Igreja” – e Diocese de Chapecó faz eco ao brado cismático!

  1. Diulza Angelica dos Santos

    Também quero uma igreja renovada na fé.Que pregue aos seus fiéis, que fornicação é pecado o uso do corpo também, adultério, aborto seja ele que jeito for provocado. Roubar, mentir, enganar, usar o nome de Deus em vão e para ganhar dinheiro, ensinar uma doutrina que não vem da direção de roma tenha a certeza que vem do diabo ir a Igreja com roupas decentes não falar mal a vida alheia e difamação quero um pouco mais de Santidade de Pe que nos representa, e os vícios também é pecado, a ganancia e por ai vai, pois já sabendo tendo a consciência disto já é difícil ser cristão imagina não tendo.

  2. Tarcísio Moura

    A loucura já vai longe… mas o elogio ao Papa João XXIII é bastante sintomático da crise gravíssima que atravessamos, dize-me quem te elogia…

  3. Ebrael Shaddai

    Saiu no Fratres in Unum, muita gente aqui lembra, a baixaria que foi umas missas que se realizaram para as CEBs comunistas (com MST, INCRA, gayzistas e mães de santo aspergindo e benzendo o Povo) em que índios seminus recitaram as intenções do Ofertório.

    O Bispo de Chapecó estava presente, sem o anel do episcopado, mas com um anel de tucum ritual dos índios, só de camiseta, como um paisano.

    http://fratresinunum.com/2012/09/11/escandalo-em-florianopolis-sincretismo-e-marxismo-das-cebs-com-a-chancela-do-arcebispo-dom-wilson-tadeu-jonck-scj/

  4. Lucas.

    Jesus relativizou à lei,quando impediu que a mulher adúltera fosse apedrejada,desafiou as tradições quando curava nos sábados,comia com os pecadores,falou com a samaritana,…..o evangelho naõ é um manual de proibições,de leis inflexíveis,de condenações.O papa Francisco,parece querer nos mostrar hoje,toda essa simplicidade e pureza evangélica,pena que muitos teimam em naõ escutar,e preferir uma religiaõ do “medo”,que naõ é a de Jesus.

  5. Marta

    “Queremos uma nova Igreja”…
    Sem problemas, está cheio de igrejas por aí, basta escolher. E caso queiram fundar a sua própria “nova igreja”, sintam-se igualmente confortáveis para fazê-lo. O que definitivamente não dá para aceitar, é se aproveitarem dos recursos da Igreja que um dia os acolheu, para destruí-La. Tomem vergonha na cara.

  6. manoel carlos

    Tudo isso penso que o Papa atual é culpado mesmo sem querer…. essa idéia de desapego, cruz de prata, de igualdades… só da nisso. horrivel se fosse com Bento xvI possivelmente esses padrecos não publicariam a carta de excomungadas.

  7. Sidnei

    “,…..o evangelho naõ é um manual de proibições,de leis inflexíveis,de condenações”

    E não o é, mas é uma manual de como viver uma vida cristã e digna: “Portanto, sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito” (mat. 5,48), portanto tudo aquilo que fere o ser humano tanto em seu ser espiritual e material, que prejudica nossa comunhão com Deus e com o próximo, deve ser evitado a qualquer custo, lembramos do episodio da mulher adultera, que iria ser apedrejada, no final Jesus manda a mulher a não pecar mais, Ele não disse para ela continuar aquela vida fútil e cheia de pecados, mas, que se convertesse, e ainda mais Jesus prometeu que iria continuar conosco até o fim dos tempos e que iria mandar o Espirito Santo para ensinar toda a verdade, e que quem ouvisse os seus apóstolos ( é claro o sucessores destes) é a Ele que iriam ouvir, portanto, não é somente os evangelhos que seguimos mas todos os escritos do N.T. como a Igreja ao longo dos séculos, e portanto, devemos tomar tudo em um todo para termos um norte a seguir e não cada um para si e Deus para todos. O Evangelho não é flexível, se não seguir a Jesus e não segui-lo daria tudo no mesmo, mas somente seguindo Jesus é que teremos a vida eterna, e seguir a Jesus é responder a tudo o que Ele ensinou e mandou que devêssemos praticar, como a obediência aos 10 mandamentos, as obras de caridade, a compaixão aos pecadores, ao recebimentos dos sacramentos e ouvir constantemente a Igreja o qual perpetua nos dias de hoje os ensinamentos e os atos de Jesus Cristo,

  8. veniciomatos

    Isso é uma vergonha, um bando de “arroaceiras”, sem visão espiritual nenhuma das coisas, que acham que a Fé é uma questão unicamente social.

    Se querem uma nova Igreja, saiam!!! e fundem a de vocês, e não ousem se auto-denominar católicas, pois a doutrina da latae setentiae já prevalece na vida de vocês que condizem com a lei do aborto.

    http://defensoresdaigrejade2000anos.tumblr.com/

  9. Frederico Moreira

    Quero crer que essa publicação foi à revelia do Sr. Bispo.

  10. Rodrigo

    O texto divulgado na Diocese de Chapecó (Queremos uma nova Igreja! Carta das Católicas ao Papa, por Católicas pelo Direito de Decidir) [http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=1&noticiaId=4155] foi retirado do site do CEBI – Centro de Estudos Bíblicos.
    Ele se define como uma associação ecumênica sem fins lucrativos, formada por mulheres e homens de diversas denominações cristãs (http://www.cebi.org.br/institucional-historia.php), mas com declarado propósito social:

    O CEBI e os Movimentos Sociais
    O CEBI e o trabalho com a Bíblia ajudaram a criar mais de 100 Movimentos Populares. O CEBI participa hoje ativamente na animação e assessoria de mais de 210 grupos e movimentos sociais.
    O CEBI, a Bíblia e a política partidária
    Das 174 Sub-Regiões do CEBI existentes no Brasil, 76 participaram de campanhas eleitorais. Isso representa aproximadamente 44% delas. 58 pessoas ligadas ao CEBI já foram candidatas a cargos públicos. Das 76 Sub-Regiões que participaram em campanhas eleitorais, 38 afirmaram que constituíram grupos ecumênicos de apoio a candidatos/as.
    http://www.cebi.org.br/institucional-como_atuamos.php
    No índice temático de suas publicações (http://www.cebi.org.br/publicacoes.php?tipo=indiceTematico) há um link específico para livros de TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO: http://www.cebi.org.br/publicacoes.php?tipo=secao&secaoId=9
    Há também outros livros de igual temática e livros completamente alheios à doutrina católica. Eis dois exemplos:
    1) O sonho de José e o sonho de novas masculinidades : http://www.cebi.org.br/publicacoes-produto.php?produtoId=336
    (repare no linguajar cultural marxista como masculinidadeS e hermenêutica de gênero – seja lá o que for isso)
    2) Onde estão as deusas? Asherah, a Deusa proibida, nas linhas e entrelinhas da Bíblia: http://www.cebi.org.br/publicacoes-produto.php?produtoId=552
    (a experiência da Deusa-Mãe para … superar a inferioridade e a culpa a que foram submetidas as mulheres.) É uma ideia pagã e herética por reviver o conceito da “Deusa mulher de Deus”.
    A pauta do site reza pela cartilha do marxismo cultural e apoia (ou adota uma postura tíbia e relativista) bandeiras como aborto e descriminação das drogas:
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=5&noticiaId=1060
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=5&noticiaId=1060
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=1&noticiaId=678
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=1&noticiaId=441
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=4&noticiaId=440
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=1&noticiaId=3978
    Não é de se estranhar também que o site dê voz à pessoas como Frei Betto e Leonardo Boff, próceres da TL:
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=15&noticiaId=752
    http://www.cebi.org.br/noticia.php?secaoId=5&noticiaId=617
    Para finalizar, o site do CEBI é registrado em nome de José Edmilson Schinelo, conforme informações do Registro.br (https://registro.br/cgi-bin/whois/?qr=029.832.607/0001-10&#lresp)
    Adianto esta informação para, por último, mas não menos importante, evidenciar que este Sr. José Edmilson Schinelo, de Campo Grande/MS, que se apresenta como teólogo católico ASSINOU um documento juntamente com outros leigos, teólogos, padres e religiosos (dentre eles Frei Carlos Mesters, de Unaí/MG, teólogo e biblista católico ) de entidades católicas e protestantes e também a famigerada e sedizente Católicas pelo Direito de Decidir (a matar) em que pedia no seu preâmbulo:
    SANÇÃO IMEDIATA E INTEGRAL DA PLC 3/2013
    Nós mulheres e homens de fé, biblistas, teólogas e teólogos de diferentes igrejas cristãs, integrantes dos diferentes organismos abaixo subscritos, apoiamos e solicitamos a sanção integral e imediata da PLC 3/2013, que dispõe sobre o atendimento obrigatório e integral de pessoas em situação de violência sexual.
    NOTA: enquanto os movimentos pró-vida se articulavam para que a Presidente vetasse o PLC que significaria, na prática, a legalização do aborto no Brasil, esses grupos e indivíduos faziam um movimento contrário.
    O link está aqui: http://www.juventude.gov.br/conjuve/noticias/2013/07/31-07-2013-pelo-fim-da-violencia-sexual-sancao-imediata-e-integral-da-plc-3-2013?set_language=pt-br