Apoio Episcopal ao filme «Blood Money»: Dom Fernando Saburido

closeAtenção, este artigo foi publicado 3 anos 5 meses 25 dias atrás.

O Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, está empenhado na divulgação do documentário «Blood Money» sobre o qual já falamos aqui. Sua Excelência enviou uma circular a toda a Arquidiocese informando sobre o filme e instruindo os leigos a «motivar o povo de Deus a assistir ao filme e divulgá-lo». Não deixemos de fazer a nossa parte para que esta produção chegue ao conhecimento do maior número possível de pessoas.

O documento segue abaixo (clique nele – ou aqui – para fazer o download de sua versão em .pdf).

mitra-bloodmoney

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

8 thoughts on “Apoio Episcopal ao filme «Blood Money»: Dom Fernando Saburido

  1. acatequista

    Jorge, estou empolgadíssima com a atitude de Dom Fernando. Vamos divulgar esse gesto nobre! Quem sabe outros bispos não queiram imitá-lo?

  2. Rildo Pragana

    Parabéns ao nosso arcebispo. O julguei mal, perdoe-me Deus por isso, mas fiquei um tanto cismado ao vê-lo acompanhado de membros dos MST e outros esquerdistas. Mas acho que a luz de Deus está brilhando nele e essa luz é mais forte que qualquer impressão causada anteriormente.

  3. Alexandre Magno

    É preciso descobrir em quais cidades/cinemas do Brasil o filme realmente será reproduzido. Depois, enviar estímulos de divulgação aos órgãos de comunicação católica ou cristã locais.

    Acabo de enviar e-mail à Estação Luz Filmes perguntando por Natal, Rio Grande do Norte. Também se pode contatar diretamente cada cinema ou rede de cinemas da cidade.

    Sobre materiais de divulgação, e para links, vejam meu comentário 05/11/2013 às 04:53.

  4. Alexandre Magno

    Fiz pergunta por e-mail a Cinemark e Moviecom. De acordo com seus sites, não parece que reproduzirão “Blood Money ‒ Aborto Legalizado”, ao menos em Natal ‒ RN.

    Talvez, se houvesse uma articulação de divulgação entre os produtores, as comunidades eclesiais e os cinemas, o interesse comercial destes últimos aumentasse. Já pensaram… centenas de jovens adentrando salas de cinema para assistir filmes assim?!

  5. Alexandre Magno

    Sidney Girão respondeu-me, pela Estação Luz Filmes, que infelizmente, nesse primeiro momento, o filme documentário não estreará em Natal. E disse-me que quando receberem a relação dos cinemas, a postarão no site.

  6. Carlos Belo

    Um excelente filme para ser visto pelos os senhores bispos na assembleia da CNBB ano que vem. Muito melhor do que vê novela,como tem acontecido algumas vezes…