[OFF] Eu, com câncer (I): diagnóstico e início de tratamento

closeAtenção, este artigo foi publicado 3 anos 8 meses 26 dias atrás.

Após quinze dias de internamento compulsório, duas tomografias, uma biópsia, uma drenagem pleural e um sem-número de exames menores de acho que todos os fluidos do meu corpo, tenho enfim um diagnóstico. Louvado seja Deus.

Possuo um linfoma folicular, de características que não entendo muito bem. Se assim aprouver ao bom Deus, passarei, começando amanhã pela manhã (28/12, festa dos Santos Inocentes e de Santa Catarina Volpicelli), por seis ciclos de quimioterapia, um a cada 21 dias, entremeados por uns corticóides e outros químicos de uso diário que serão meus fiéis companheiros pelas próximas semanas.

Não posso garantir muita coisa. Nunca fiz quimio antes, sinceramente não sei dizer o efeito que essas drogas todas terão no meu organismo. Pretendo registrar aqui alguma coisa do tratamento, como off-topic, mais ou menos como estou agora iniciando esses registros. Se tudo correr bem, dentro de muito pouco tempo – alguns dias – eu posso voltar aos trabalhos normais do Deus lo Vult!, mas procurarei soltar regulares textos sobre o meu estado de saúde e sobre a minha relação com esta doença.

Descobrir-se com câncer antes dos trinta não é a experiência mais agradável do mundo. Ficar trancafiado num quarto de hospital, tampouco: brincava por esses dias que nunca na minha vida ficara tanto tempo num mesmo lugar. Mas a presença dos familiares e dos amigos tem tornado os dias menos difíceis. Que digo: tem tornado os dias quase iguais aos de “lá de fora”! Não dá pra contar a quantidade de visitas, telefonemas, mensagens e congêneres que recebi ao longo dessas duas semanas. Não estive sozinho por um instante sequer. A todos, o meu muito obrigado: isso é muito importante para mim.

Sei que já estão rezando por mim e por minha família. Abuso um pouco ainda da caridade de vocês e peço que rezem ainda mais um pouco: para que eu saiba encontrar a vontade de Deus em meio às tribulações que Ele me permite atravessar. Para que eu consiga manter os olhos fitos n’Ele, mesmo com o olhar embaçado pelas lágrimas deste Vale onde o Altíssimo hoje não me quer deixar esquecer que sou degredado. Lembro-me, em particular, daquele bonito Cántico de S. Juan da Cruz:

Buscando mis amores, 
yré por esos montes y riberas; 
ni cogeré las flores, 
ni temeré las fieras, 
y passaré los fuertes y fronteras.

E é isso. Sem se encantar com as flores do vale, e sem se assustar com as feras do mundo. Desprezar umas e outras, com os olhos fixos n’Aquele que realmente interessa, e assim seguir em frente, ultrapassando os obstáculos que porventura encontre no meu caminho. É isso que importa. As adversidades dessa vida não são maiores do que o amor d’Aquele sem cujo consentimento nem um fio de cabelo sequer cai de nossas cabeças. Essa verdade é óbvia demais para que a permitamos ser obscurecida às primeiras dificuldades.

Uma Ave-Maria por um blogueiro pecador, é o que peço aos que por aqui passarem. É exatamente do que preciso. O resto está nas mãos de Deus. O resto, a Virgem Santíssima proverá. Não há dúvidas disso.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePrint this page

82 thoughts on “[OFF] Eu, com câncer (I): diagnóstico e início de tratamento

  1. geraldo c.o.

    Jorge,Salve Maria. Eu me inclino diante de você, sua fé e esperança. Te trarei muito especialmente em minhas pobres orações e na Santa Missa, cada dia. In XP, irmão geraldo c.o.

  2. Vinicios José Dias

    Rezando por vc irmão. Tenha Fé e serenidade neste momento que só vai te fortalecer e confirmar.

  3. Edvaldo Vieira

    A força pela qual você está investido quando declara aos quatro cantos do mundo a sua doença, quando a maioria faz sempre o contrário, nos mostra a sua confiança em Deus na sua cura. Há exatos cinco dias festejamos o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo e tenho certeza que as suas preces foram ouvidas por Aquele que é Justo, que é Amor. Estaremos em oração sempre!

  4. Lu A.V.B.

    VTR!
    Rruergito!
    Nossa família gaúcha-paulista também reza algumas Ave Marias por ti e pela tua família recifense!
    A Providência divina sempre age. Um forte abraço e as belas lembranças dos passeios pela capital do país – POA/RS
    :)

  5. Marta

    Prezado Jorge, lamento tanto. Mas sei que o querido S.Juan da Cruz é um dos que intercederão por você e estará ao seu lado. Que Deus te mostre o Seu Infinito Amor, da mesma forma como o fez com ele . Força, irmão, estamos juntos.

  6. Gustavo

    Olá Jorge! Rezo por ti, irmão. Sou leitor seu a pouco tempo e tenho tirado muito proveito para minha vida de Católico. Tenho aprendido muito contigo e peço que a sua saúde se restabeleça logo.

    Abraços

  7. wilson ramiro

    Caro Jorge, Paz.

    Sendo da vontade de Deus, desejo melhoras, rápido.
    A fé é alimentada na perseverança e moldada na dor.

    A cruz de Cristo, escândalo para o judeus, loucura para os ateus, salvação para o Cristão, seja para ti alivio nestes momentos.

    Todas as “Aves Marias” por ti.

    “… mas quando eu for jogado às feras, será Ele que sofrerá por mim.” (Sta Felicidade).

  8. Sidnei

    Que triste notícia neste final de ano.

    Que DEUS PAI E NOSSO SENHOR JESUS CRISTO o guarde e que a Intercessão Materna de nossa Mãe Maria lhe seja solicito nesta faze de sua vida Jorge.
    Continuaremos a orar por você.

  9. Ubirajara Lopes Carvalho

    Jorge tenho certeza que a tua fé vai te curar. Estamos nesta corrente de oração pelo seu pleno restabelecimento. Saúde e um feliz Ano Novo para você e sua família.

  10. Luciano Perim

    Querido irmão. Conte com nosso afeto e orações. Continue confiando em Jesus e Maria, eles estão conosco em todos os momentos, em especial nos mais difíceis. Força.

  11. Elizabeth V. Wanderley

    Estimo suas melhoras e conte com as minhas orações. Força e siga o tratamento com muita fé! Já passei por isso há 13 anos. E depois, faça um check-up anual, religiosamente. Que Deus e Maria Santíssima, nossa mãe amada, estejam sempre ao seu lado ! Grande abraço.

  12. Luiz

    Fiquei triste com a notícia. O câncer é uma doença cruel. Mas a certeza de que Deus o receberá no céu me conforta. Vá em paz, meu irmão.

  13. Eduardo Gôveia

    Quais foram os sintomas para que fosse descoberto esse cancêr? Deus esteja com você!!!

  14. Lígia Coimbra de Vasconcelos

    Jorge, que Deus o abençoe e fortaleça! Acredito que você nem se lembre mais de mim. Fiz minha crisma em 2011 e foi aí que te conheci. Apesar do nosso contato ter sido mínimo, aprendi a admirá-lo como estudioso da Religião Católica e dos ensinamentos da Bíblia. Todos vocês que fazem ou fizeram parte do Crisma da Igreja das Graças, me são muito queridos, pois me ajudaram a compreender melhor a religião Católica, que abracei como minha fé depois de 52 anos. Tenho certeza que como um bom guerreiro e fortalecido por sua fé em Deus em breve estarás curado. Um forte abraço da irmã em Cristo, Lígia Coimbra

  15. Alexandre Luiz Antonio da Luz

    Caro Jorge:-

    Todas as Quartas-Feiras, eu e algumas pessoas do meu movimento, que é o Movimento Pró-Vida da Arquidiocese de Curitiba, rezamos as Mil Ave-Marias, na sede da RCC de Curitiba!!! Irei colocar o seu nome nas intenções das Mil Ave-Marias!!! Você pediu uma Ave Maria por você, eu lhe prometo que rezarei todas as Quartas-Feiras , as Mil Ave-Marias por você, na intenção de sua cura total e completa!!!
    Tenha fé e coragem, pois tenho certeza que você irá se curar!!!
    Um grande abraço:-

    Alexandre Luiz Antonio da Luz
    Ex-Presidente da Sociedade Protetora dos Nascituros Imaculada Conceição de Maria
    Movimento Pró-Vida da Arquidiocese de Curitiba.

  16. Pingback: [OFF] Eu, com câncer (II): retrospectiva e primeiro ciclo de Quimio | Deus lo Vult!

  17. Pingback: [OFF] Eu, com câncer (XI): A nova fase da vida | Deus lo Vult!