As dimensões da JMJ

“Eu nunca vi tanto gringo no Rio de Janeiro”, dizia-me um amigo já na semana anterior à Jornada Mundial da Juventude. E a mesma coisa me foi confirmada ao longo dos dias seguintes por uma infinidade de pessoas, com uma reconfortante regularidade: taxistas, motoristas de ônibus, comerciantes, moradores da cidade que encontrávamos nas ruas, todos nos diziam o mesmo: nunca se vira tanta gente no Rio de Janeiro, nem mesmo no badalado Reveillon de Copacabana. Fomos melhores do que o «melhor do mundo». Quando voltei pra Recife, soube que um certo…

Read more

Ô, ô, seu moço, do disco voador…

Ontem foi um dia estranho. Às seis horas da noite – hora do Angelus -, quando eu já estava saindo do trabalho, uma última olhada no blog revelou-me uma coisa inusitada: o Deus lo Vult! tinha emplacado um post no TOP-10 do WordPress (estava à nona posição hoje de manhã). Ao primeiro impulso de alegria pela alta posição ocupada pelo blog, sobreveio no entanto a frustração quando vi que o post que havia “emplacado” era o que falava sobre os ETs da “Federação da Luz” de ontem. Um comentário superficial…

Read more