4ª Campanha Nacional de Consagrações à Santíssima Virgem

À semelhança do que já ocorre há alguns anos, o «Consagra-te!» lançou agora a 4ª Campanha Nacional de Consagrações à Virgem Maria. Trata-se, como a maior parte dos meus leitores já deve saber, da «Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem» à qual São Luís de Montfort consagrou o seu Tratado. Recomendo vivamente que todos ao menos conheçam essa santa devoção. E aos que se sentirem inspirados a fazê-la, eu digo sem medo de errar: sejam generosos em se entregar a Nosso Senhor por meio das mãos imaculadas da SSma. Virgem Maria!…

Read more

III Campanha Nacional de Consagrações – venha fazer parte dos exércitos da Santíssima Virgem!

Este ano de 2012, o Tratado da Verdadeira Devoção à SSma. Virgem completa 300 anos. Devido à data propícia, este ano a Campanha Nacional de Consagrações à Virgem Maria (que já foi lançada) espera conseguir um número particularmente significativo de adesões, a fim de arrastarmos aos pés de Cristo – por meio da Virgem Santíssima – um verdadeiro exército de almas sedentas por se entregar de modo mais perfeito a Nosso Senhor. Vejam no Consagra-te! a chamada para a III Campanha de Consagrações, que está bem completa. Para os que…

Read more

“Carta aos Consagrados – 2012”

[Aproveito a oportunidade – último sábado, 11 de fevereiro, foi o dia de Nossa Senhora de Lourdes – para publicar na íntegra a Carta aos Consagrados 2012, que a Equipe Consagra-te tornou pública no início do presente mês. A Verdadeira Escravidão é fonte de muitas graças na vida daqueles que decidem se entregar por completo Àquela que é a Porta do Céu; no entanto, tais graças – como aliás é característico da vida espiritual – nos são dadas para que nos coloquemos a serviço dos nossos próximos, para que trabalhemos…

Read more

Quisera ser escravo…

Quisera ser escravo da Rainha dos Anjos… que sublime honra, que imerecido favor! Escravo d’Aquela que venceu sozinha todas as heresias do mundo inteiro. D’Aquela a cuja menção somente tremem todos os demônios do Inferno. D’Aquela única que mereceu ser chamada “cheia de Graça” quando o pecado ainda abundava no mundo: antes do Salvador derramar – de Seus braços abertos na Cruz do Calvário – a remissão dos pecados sobre a humanidade decaída. Quisera ser escravo da Única a ser poupada da Mancha Original, a Única que não foi contada…

Read more