“Gay Católico”?!

Recentemente, mostraram-me dois sites de “catolicismo gay”. Um é lusitano; o outro, não faço idéia. E, vendo este tipo de coisa, fica patente o quanto Santo Agostinho estava correcto ao falar em como era perniciosa a liberdade do erro. Vou colher só dois exemplos, ao acaso, dos dois sites, apenas para fins ilustrativos. No primeiro, pode-se ler o seguinte: Estão nove homens na sala, entre os quais três casais, sendo que não ultrapassam os 15 nos dias de maior participação. Isto apesar dos muitos contactos através da Internet, o que…

Read more