“Grito Silencioso”

Da série “recordar é viver”. Nem me lembro quando foi a primeira vez que ouvi esta música; deve fazer perto de uma década. Nos meus tempos de redescoberta da Fé da minha infância. Quando voltava para a Igreja da Qual nunca tinha saído mas que indubitavelmente abandonara… O vídeo tem imagens fortes, aviso logo. Mas ficou perfeito, uma vez que a letra também evoca imagens fortes. Porque o assunto é feio, e não tem como falar sobre ele de maneira “politicamente correta”, através de eufemismos e maquiagens. O assunto é…

Read more

Dr. Nathanson +2011

É digno de registro o falecimento do dr. Bernard Nathanson, ex-abortista e, depois, vigoroso militante pró-vida. R.I.P. Praticou milhares de abortos, até se convencer de que os fetos eram realmente seres humanos e que, portanto, não havia diferença entre um aborto e um assassinato. Convenceu-se de uma maneira simples: após ver os abortos que praticava por meio de um aparelho de ultrassom. Convenceu-se pela simples autoridade dos seus próprios olhos. Convenceu-se quando a tecnologia lhe possibilitou enxergar a realidade. Convenceu-se, e arrependeu-se tão amargamente dos seus feitos que dedicou as…

Read more

Documentário – O Grito Silencioso

A destruição de uma vida humana não é a solução para o que basicamente é um problema social. E acredito que recorrer a esta violência é admitir que a ciência e – pior ainda – a ética estão empobrecendo. Eu me recuso a acreditar que a humanidade que chegou até a lua não possa criar uma solução melhor do que recorrer à violência. (…) Vamos todos, pelo bem da humanidade, aqui e agora, parar este genocídio. Dr. Bernard N. Nathanson Agradeço ao pe. Mateus Maria pelo envio de uma versão…

Read more

Grito Silencioso

Esta é uma música antiga de uma banda católica daqui de Olinda. Ouvi-a por duas vezes nos últimos dias, após anos sem escutá-la: encontrei-a “perdida” no notebook enquanto viajava e soube que ela foi tocada na cerimônia de entrega do prêmio Von Galen a Dom José Cardoso Sobrinho. Grito silencioso, de órfãos inocentes. Gosto dela, é quase uma oração: Grito silencioso, que machuca o coração de Deus; Maria, Mãe da Igreja, roga pelos filhos Seus. Eles não podem gritar. Nós podemos e, portanto, devemos. O grito de agonia deles enquanto…

Read more