Curtas pró-vida

Bravo Liechtenstein! No último domingo, o pequeno principado – de pouco mais de 35.000 habitantes em 2007 – rejeitou a legalização do aborto em um referendo. O mais impressionante foi a atitude do príncipe herdeiro, “que disse em um discurso no mês passado que usaria seu poder de veto para impedir a descriminalização do aborto”. Eis um governante digno do cargo que ocupa! Lembrei-me da Polônia que, no início do mês, por pouco não logra semelhante êxito. «Com 78 deputados ausentes na câmara e 5 abstenções, houve 186 votos a…

Read more