Questão: Dinheiro público para evento católico

Foi perguntado aqui no blog: [A] deputada da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, Myrian Rios, destinou 5 milhões de reais para o evento católico denominado Jornada Mundial da Juventude. Myrian Rios é do movimento carismático da Igreja Católica. Houve aqui um claro privilégio à religião católica. Segundo sua lógica, para que fosse possível essa alocação orçamentária, a AL do Rio deveria ter oferecido também 5 milhões de reais a todas as outras denominações religiosas no Brasil. O que dizer? Simples: em geral, os investimentos públicos são direcionados para projetos que tenham interesse…

Read more

Curtas: moral e bons costumes, objeção de consciência no Uruguai, reconhecimento jurídico de nascituro como pessoa e mulher que tenta matar filho por não poder cuidar dele

- Governador do Rio de Janeiro aprova lei sobre moral e bons costumes. «Sancionado na quinta-feira pelo governador Sérgio Cabral, o projeto de lei, de autoria da deputada Myrian Rios (PSD), tem a finalidade “promover o resgate da cidadania, o fortalecimento das relações humanas e a valorização da família, da escola e da comunidade como um todo”». A propósito, o deputado Jean Wyllys não perdeu a chance de reclamar da nova lei no Twitter - o que não deixa de ser uma curiosa confissão involuntária de que o gay-way-of-life do qual…

Read more

#JMJ2013EuApoio nos TT-Br – sucesso!

Sucesso: o “twittaço” em apoio à Jornada Mundial da Juventude 2013 atingiu rapidamente esta tarde o primeiro lugar nos Trending Topics Brazil. O fato foi registrado (com os devidos printscreens) tanto pelo Cadú quanto pelo Celito Garcia. A mobilização foi idealizada para promover este grande encontro católico que terá palco no Rio de Janeiro; foi também uma resposta à Rede Record que, em dezembro passado, tentou colocar os brasileiros contra a Jornada ao “denunciar” uma proposta (da deputada Myrian Rios) de utilização de recursos públicos para a promoção do evento.…

Read more

Gaystapo: ameaças

A segunda notícia importante que precisa ser comentada é a posição corajosa da deputada Myrian Rios. Ela está falando “contra a PEC 23/2007 [do Rio de Janeiro] – uma mordaça gay similar ao PL122 – que foi rejeitada no último dia 21 por 39 votos contra 2 a favor (embora ainda esteja viva)”. Vejam a mulher falar. “Na minha casa, quem manda sou eu” – viva a deputada! E ela está mais do que certa. A vergonhosa campanha gay movida pelos poderes públicos brasileiros tem a manifesta intenção de impedir…

Read more