As crises atuais: a civilização, a barbárie e a defesa dos valores

Muito interessante este artigo do Rodrigo Constantino sobre as crises atuais. Analisando a maneira como o homem moderno encara o mundo ao seu redor, o articulista sentencia: Somos os herdeiros de uma geração mimada, que colheu os frutos do árduo trabalho de seus pais, acostumados com vidas mais duras, com guerras, com diversas restrições. Essa geração, principalmente na década de 1960 e 70, pensou que bastava demandar, e todos os seus desejos seriam atendidos, sabe-se lá por quem. A tese não é nova. Ela já se encontra na clássica obra…

Read more

Tempo e Eternidade

Publico o texto-base de uma palestra minha. Perdão pelo caráter de esboço, todavia, talvez seja de proveito a alguém. Segue: Tempo e Eternidade 45 minutos. Imagine um banco que credita na sua conta 86.400 reais toda manhã.  O único problema é que não é acumulativo. Toda noite, o banco zera tudo o que você não usou durante o dia. Então, o que você faz? Saca cada centavinho. Todos nós temos um banco como este: o tempo. Toda manhã, o tempo credita 86.400 segundos. Toda noite, zera, como se perdido, tudo…

Read more